Ministro Lewandowski presidirá centro de pesquisas da USP sobre as Instituições brasileiras

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

Decano irá se aposentar da Suprema Corte em maio, mas seguirá analisando o desempenho das instituições

STF

Próximo a deixar sua cadeira vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski agora presidirá o Comitê Gestor do Observatório Universidade de São Paulo (USP) das Instituições. O decano irá se aposentar da Corte em maio. 

O projeto do centro de pesquisas foi apresentado em setembro de 2022 e ele deve funcionar como um fórum permanente de análise das instituições nacionais e internacionais, além de atuar na formulação de propostas para o setor. O Conselho Gestor que o ministro presidirá deve ser formado por representantes das áreas pública, científica e cultural.

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn”      

Na semana passada, Lewandowski – que é professor da Faculdade de Direito da universidade – discutiu a estrutura administrativa e programação preliminar do observatório com a vice-reitora da USP, Maria Arminda do Nascimento Arruda; o procurador-geral da USP, Marcelo José Magalhães Bonizzi; e o superintendente jurídico, Fernando Facury Scaff. 

Segundo a organização, o novo centro de pesquisa contará com especialistas na análise do desempenho, da organização e do funcionamento das instituições ao Estado, como a dinâmica dos três Poderes, a influência do federalismo e a necessidade de políticas públicas.

Leia também:

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador