Ministério da Saúde afirma ter recuperado dados de vacinação no país

Anúncio foi feito depois que hackers apontaram farsa no ataque ‘ransomware’ espalhado pelo governo na última sexta-feira

Jornal GGN – O Ministério da Saúde anunciou neste domingo que conseguiu recuperar os registros sobre a vacinação contra a covid-19 no país, sem que houvesse perda de dados.

“O Ministério da Saúde informa que o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado, sem perda de informações. Todos os dados foram recuperados com sucesso”, aponta nota oficial divulgada pela pasta.

“No momento, a pasta trabalha para restabelecer o mais rápido possível os sistemas para registro e emissão dos certificados de vacinação”, finaliza o ministério.

O sistema que registra a vacinação dos brasileiros contra a covid-19 está fora do ar desde a última sexta-feira, quando autoridades chegaram a cogitar terem sido alvos de um ataque de ‘ransomware’.

Hackers apontam farsa

Entretanto, hackers vieram a público afirmar que o ocorrido foi bem mais simples do que o sequestro de todas as informações sobre a vacinação, como o governo queria fazer crer.

No caso, o domínio saude.gov.br e os domínios de outros serviços do Ministério da Saúde, como conectesus.sauide.gov.br foram redirecionados para uma página de defacing, que substitui a original pela mensagem do grupo hacker.

Assim, o ataque é simplesmente um caso de DNS Spoofing (“tapeação de DNS”), não ransomware, conforme hackers explicaram ao site Olhar Digital.

Na última sexta-feira, o jornalista Luis Nassif cogitou que esse roubo de dados poderia ser uma farsa.

“Segundo as informações, eles roubaram não apenas os dados mais backup – não existe isso. O hacker pode pegar dados, mas backup é algo protegido”, afirma Nassif.

“Nós estamos na mão de um governo terrorista. Nós temos um presidente da República contra a vacina; nós temos um general Heleno, do GSI, com a mesma posição; nós temos um ministro da Saúde com a mesma posição”.

“Agora vem um hacker e desestabiliza todos os dados sobre a pandemia. Entrei para a gente fazer a nossa atualização diária, fora do ar. Ou seja: não apenas os dados de vacinação, é todo o sistema fora do ar. Estamos no escuro”.

Na visão de Nassif, o caso não só precisa ser investigado como não se pode descartar a possibilidade de que o caso tenha sido engendrado pelo próprio governo. “Não tem nenhuma responsabilidade, os três aí são pessoas primárias, são politiqueiras. Ajudaram a matar 650 mil pessoas”

“No momento em que você está discutindo o atestado de vacina – Bolsonaro contra, Heleno contra, ministro da Saúde contra. De repente, sai tudo do ar. Não tem atestado de vacina mais”, ressalta Nassif.

“Então, como é que essas três pessoas vão investigar uma suposta invasão que foi em favor deles? Esse é um ponto muito sério para a gente analisar”, lembra Nassif. Clique aqui e veja mais.

Clique aqui e veja como contribuir com o jornalismo independente do Jornal GGN

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador