Moradores de Embu reclamam da falta de manutenção de piscinão

Sugerido por drigoeira

Da Folha

 
REYNALDO TUROLLO JR.
 
Moradores das áreas afetas pela forte chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo na noite de quarta-feira (22) apontam a falta de manutenção de um piscinão em Embu como sendo um dos fatores causadores das enchentes que destruíram casas na zona sul da capital, em Embu e em Taboão da Serra.
 
Segundo os moradores da região, o piscinão Casa Branca, responsável por evitar transbordamento do córrego Pirajussara, estava cheio antes do temporal, porque suas bombas não estavam ligadas.
 
O piscinão tem que estar vazio antes da chuva para captar água do córrego e, depois que a chuva passar e o nível do córrego diminuir, bombear de volta a água. Como o piscinão estava cheio houve o transbordamento, segundo os moradores.
 
A responsabilidade pela manutenção é DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), do Governo do Estado, que deve se pronunciar sobre o caso.

 
O clima nos bairros afetados pelas enchentes, que ficam na zona sul de São Paulo, em Embu e em Taboão da Serra é de revolta entre os moradores. Muitos fizeram barricadas nas ruas com móveis que perderam. A Polícia Militar acompanhou sem precisar intervir uma série de protestos.
 
Ao menos cinco carros foram arrastados para dentro do córrego Pirajussara. Na área atingida, existem dois piscinões. O de Embu, que teria apresentado problemas, e o de Taboão da Serra.
 
Entre os moradores há relatos de pessoas desaparecidas – ao menos uma criança e um idoso. O Corpo de Bombeiros não confirmou oficialmente a informação, mas está atuando na área.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. ah tucanos

    …. de novo, falha dos tucanos. serah q tem gente seria trabalhando nessa empresa ?!?!?!

    a soluçao eh acionar o governo por perdas e danos .

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome