Sérgio Ricardo, presente!

Há três meses, os filhos de Sérgio Ricardo, Adriana, Marina e João, concederam uma entrevista a Luis Nassif, na TV GGN, falando sobre a participação do pai na luta contra a ditadura.

Jornal GGN – Morre Sérgio Ricardo. Internado desde abril, o músico morreu por insuficiência cardíaca. Ele tinha 88 anos. A morte se deu no Rio de Janeiro, no Hospital Samaritano, onde estava internado desde abril. O enterro deve acontecer na tarde de sexta, no Cemitério da Cucuia, na Ilha do Governador.

Sérgio Ricardo, nome artístico de João Lufti, nasceu em Marília, interior de São Paulo. Cantor e compositor, trabalhou também com cinema, como ator, diretor e roteirista. Realizou filmes como ‘Esse Mundo é Meu’ e ‘A Noite do Espantalho’, na década de 1960 e 1970. Em 2018, fez nova incursão pelo cinema, dirigindo o longa ‘Bandeira de Retalhos’.

Ele integrou o movimento da bossa nova e participou de festivais da década de 1960. Desta época, a lembrança mais marcante aconteceu no Festival da Música Brasileira de 1967, quando, ao ouvir vaias da plateia ao interpretar ‘Beto Bom de Bola’, quebrou seu violão no palco e arremessou.

Há três meses, os filhos de Sérgio Ricardo, Adriana, Marina e João, concederam uma entrevista a Luis Nassif, na TV GGN, falando sobre a participação do pai na luta contra a ditadura. Veja a entrevista a seguir.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora