O falso gesto

O argumento do Ministro das Comunicações Hélio Costa para intervir na Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) — o de que sempre que a agência fugir de seu papel social, ele intervirá – transformou-o em novo paladino do republicanismo no país.

Costa é um sujeito truculento, que dispõe apenas do “recall” de seu período de repórter global e da falta de discernimento de um governo que o coloca em cargo de tamanha relevância.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora