Fed rejeita plano de capital do Citigroup e instaura crise

Jornal GGN – O Federal Reserve rejeitou nesta quarta-feira (26) os planos do banco de remuneração aos acionistas do Citigroup, afirmando que a habilidade da instituição financeira em lidar com cenários de estresse ainda não é suficiente.
 
É a segunda vez em três anos que o banco não conseguiu receber aprovação do Fed para devolver dinheiro aos acionistas, conhecido como “plano de capital”. A decisão representa um forte baque ao Citigroup, que ainda tenta se reerguer após a crise financeira de 2008.
 
Com isso, as ações do Citi, o terceiro maior banco norte-americano, caíram 4,5%, para US$ 47,90, nas negociações do after market.
 
Outras instituições financeiras que também tiveram seus planos de capital rejeitados pela autoridade monetária foram as unidades norte-americanas das instituições europeias HSBC, RBS e Santander. O quinto banco foi o Zions Bancorp, por não cumprir a relação mínima de capital pós-estresse. O Fed informou que aprovou os planos enviados pelas 25 instituições financeiras restantes.
 
A direção executiva do Citigroup disse que o banco está “decepcionado” com a decisão e que o pedido de remuneração aos acionistas era modesto. Em 2013, o Fed permitiu que o Citi recomprasse US$ 1,2 bilhão em ações e disse que iria continuar a pagar US$ 120 milhões por ano em dividendos, a uma taxa trimestral de 1 centavo por ação. Neste ano, o Citi queria gastar mais do que cinco vezes em recompra e elevar o dividendo trimestral para 5 centavos de dólar por ação.  

3 comentários

  1. Essa avaliação do

    FED ao menos parece ser beeeeeeeeeeeeeem  mais séria do que a avaliação das tais agências de risco. E os acionistas agora vão ter que enfiar a mão no bolso, sem lero-lero… 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome