Antes de confirmação, Kássio mudou planos e já está em campanha para o STF

Superando a alçada sonhada (cadeira no STJ), o desembargador já se reuniu com autoridades de Brasília para apresentar "plataforma de atuação", diz jornal

Foto: Samuel Figueira/TRF 1ª Região

Jornal GGN – Escolhido por Jair Bolsonaro para assumir o Supremo Tribunal Federal (STF), o desembargador Kássio Nunes Marques já estava em campanha para uma cadeira no Superior Tribunal de Justiça (STJ), objetivo do qual vinha trabalhando. Superando a alçada sonhada, o desembargador nem teria esperado a certeza do Planalto, e já estaria em campanha para ter seu nome aprovado no Senado.

A informação é da coluna de Monica Bergamo, desta quinta (01). As articulações junto aos senadores teriam sido iniciadas ainda nesta quarta (30), um dia depois de se encontrar com Bolsonaro e o ministro Gilmar Mendes. Ontem, ele já teria apresentado “sua plataforma de atuação” a autoridades de Brasília, apontou o jornal.

O desembargador afirmou que pretende ter uma “atuação garantista” no STF, perfil que já foi exaltado pelo ministro que será o decano da Corte, ministro Marco Aurélio Mello. Adiantou que deverá se posicionar como os ministros Gilmar, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. A postura garantista mencionada por Kássio, nos últimos anos, vem sendo a de contrariar as irregularidades da Operação Lava Jato.

Ainda, segundo Bergamo, o desembargador que hoje ocupa a vice-Presidência do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) apresentou-se às autoridades de Brasília como alguém produtivo e rápido.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Baleia Rossi é suspeito em esquema de fraudes em prefeitura

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome