Samarco será multada em R$ 250 milhões

Da Rede Brasil Atual

 
Serão cinco punições financeiras, cada uma no valor de R$ 50 milhões de reais, motivadas pelo lançamento de rejeitos em rios e os prejuízos à biodiversidade
 
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multará a mineradora Samarco em R$ 250 milhões, pelo rompimento das duas barragens que devastou o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), no último dia 5. A informação foi dada na tarde de hoje (12) pela presidenta Dilma Rousseff, que sobrevoou a região acompanhada do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.
 
Segundo Dilma, serão cinco punições financeiras, cada uma no valor de R$ 50 milhões, motivadas pelo lançamento de rejeitos em rios e os prejuízos à biodiversidade. O Ibama havia anunciado ontem (11) que aplicaria duas multas de R$ 50 milhões cada.

 
A presidente do Ibama, Marilene Ramos, afirmou que a situação é desastrosa, depois de o rompimento ter jogado 50 milhões de metros cúbicos de rejeitos nos rios e áreas vizinhas à barragem.
 
O Rio Doce foi o mais afetado com o vazamento da lama. Segundo o Ibama, foram descobertas alterações nos padrões de qualidade de água. O rio abastece cidades dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, o que pode resultar no corte de abastecimento de água em várias cidades.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora