A declaração de guerra do Supremo ao conluio Lava Jato-Mídia

"Eu sei que a mídia trata disso [os vazamentos] com muita naturalidade porque é subsídio para atividades da mídia, mas temos de reconhecer que se trata de um crime", disse Gilmar Mendes

Jornal GGN – Quando Sergio Moro vazou para a imprensa um grampo que atingia a Presidência da República sob Dilma Rousseff, tudo o que o Supremo Tribunal Federal fez foi dar um puxão de orelha no então magistrado e aceitar o pedido de desculpas protocolar. Não houve sanção à violação de prerrogativas da chefia do Executivo por um juiz de piso atuando em conluio com a grande mídia. Somente agora que as baterias se voltam para ministros do STF, é que a resposta institucional promete vir a galope.

Nesta segunda (22), em entrevista ao portal Migalhas, o ministro Gilmar Mendes promete, pela primeira vez, que o STF não vai ficar de braços cruzados enquanto setores lavajateiros e entusiastas vazam trechos ou delações na íntegra com o objetivo de desestabilizar as instituições.

“Há um agrupamento engajado no processo de descredenciamento do STF. Isso não é admissível”, disse. “Não podemos deixar que organizações que fazem parte de um estamento estatal se convolem em milícias”, acrescentou.

Comentando a instauração, de ofício, do inquérito do STF sobre as fake news e ataques digitais à honra dos ministros, Gilmar cravou: “(…) era tempo de ter uma resposta institucional a esses ataques.”

Na visão do ministro, “um agente da Polícia Federal, um delegado, um procurador que vaza uma informação sigilosa comete crime e não pode continuar nas instituições.”

Agora o STF entende que os vazamentos na Lava Jato são “sistemáticos”, “tópicos”, “seletivos”, e não tem sido frutífero reclamar no Conselho Nacional do Ministério Público ou no Conselho Nacional de Justiça – presidido pelo presidente do STF – porque essas corporações “se auto protegem”, “não punem, não fazem questão de descobrir os autores do mal feito.”

“Eu sei que a mídia trata disso [os vazamentos] com muita naturalidade porque é subsídio para atividades da mídia, mas temos de reconhecer que se trata de um crime quando é praticado por um agente público, e isto tem ocorrido com certa frequência no Brasil. É preciso que haja responsabilização. Que esse tema seja tratado com seriedade e as pessoas, punidas.”

Leia também:  Lula: "Progressão de pena é para ladrão. Eu quero o julgamento do mérito do meu processo"

Pelas falas do ministro – concedidas ao portal Migalhas durante o VII Fórum Jurídico de Lisboa – o STF pretende usar o inquérito das fake news para chegar ao responsável por vazar delação de Marcelo Odebrecht para a Crusoé.

Segundo informações do Conjur desta segunda (22), o responsável pela delação foi o delegado Filipe Hille Pace, que teria se “aproveitado” da “agonia” de Marcelo Odebrecht – “que, nos próximos dias, vai saber se a Lava Jato o livra da prisão domiciliar” – para inserir a menção a Toffoli como “amigo do amigo do meu pai”.

Assista a entrevista de Gilmar ao Migalhas:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

18 comentários

  1. O velho bagrão está visivelmente abatido mas, há que se reconhecer que, disse uma verdade. É verdade que, em geral, essas queixas sobre os vazamentos criminosos da gangue do Sejumoro, são encaminhadas para os órgãos do próprio sistema corporativo, que se auto protege, não pune ninguém.
    Porém, no específico, no caso do grampo e do vazamento criminosos das conversas da Presidência da República, a reclamação foi diretamente encaminhada ao STF que, como dizia o Lula, na gravação gravada, estava e permaneceu ACOVARDADO!! Agora eles sentem o sabor amargo das sementes venenosas que cultivaram. Vazamento criminoso no rabo dos outros é liberdade de expressão.

  2. É crime, é? Legal! E este crime prescreve em três anos? Nâo? Então o crime de Moro ao vazar conversa de Dilma com Lula em 16/03/2016 vai ser punido? Vou esperar.

  3. Alô seu Nassif,câmbio.PQP,pra que esse estardalhaço todo?Quem vazou essa bosta ou josta foi o Delegado Luis da Silva.Que saco.

  4. O tal do republicanismo de José Eduardo Cardozo foi a água que moveu o moinho da lava jato. Tivesse ele tomado pulso da situação chamaria o diretor geral da PF às falas e exigiria uma apuração decente a partir do primeiro vazamento criminoso.

  5. Chamar de bando, pode? Afinal, caladinhos estavam, caladinhos continuam, enquanto o Lula paga pena pela perseguição mal intencionada e criminosa dos desMoronados e outros – até – piores. E o tal stfoloide não disse água. Tão criminoso, quanto. Será que são tão beócios a ponto de nunca ter lhes passado pelo oco-descerebrado que o lanho viria mais cedo ou mais tarde? Que obviamente os ataques os pegariam pelos colarinhos-togados-de-araque? A espiral perversa é assim, aumenta a cada volta. Se quiserem escapar da guilhotina merdiática-carmenlucídia-cnjotinha-bolsonária-miliquente terão de apressar os passos e começar a soltar o Lula.

  6. Vou abrir uma fenda aqui.Pediria ao Excelentíssimo Senhor Presidente Auto Proclamado Zé de Abreu que,pelo amor de Deus,dê um jeito em Gabeira.Nada disso que tu tá pensando não,Zé.Só uns baculejos,já é suficiente.A não ser que você queira subestabelecer para Alexandre Frota.

  7. alguém disse que nessa briga mortal entre o
    stf de direita e a extrema direita lavajateira
    “eu ficaria com a morte”.
    o grande eugenio aragão , ex-ministro da justiça, está
    defendendo o st, ele sabe das coisas…
    é questão de time – a favor do stf agora contra a
    extrema direita e depois lutar para que o sf
    cumpra a constituição ou dane-se…

  8. Livre pensar é só pensar.Por que não nomearam Gabeira para o Minc.Como Alexandre Frota dá as cartas lá,ia ser mamão com açúcar.

  9. Valeu a pena pegar todos os empreiteiros com a mão na massa? Desconfio que não.Os desventurados supostamente foram vítimas de quebra de sigilo por parte de “sejumoro” e cia. Que devolvam-se todos os bens confiscados destes heróis do empreendedorismo brasileiro e se limpe a reputação de suas respectivas empresas.

  10. Cadê o DD?
    Tão falante, parece que sumiu. Ah, sim.Deve estar de jejum pedindo que Alguém o salve do que pode vir.
    Desculpem os puritanos, mas eu ainda quero ver este camarada ser exposto como ele verdadeiramente é, um fascista extremado.

  11. Urge apresentar, no Congresso, um projeto de lei aumentando a aposentadoria compulsória dos integrantes do Supremo para 80 anos. Ministros com 80 anos de idade gozam plenamente de suas capacidades físicas, mentais e intelectuais. Basta ver os votos de Celso de Melo, ou as coerentes colocações de Marco Aurélio. Têm muita lenha pra queimar, ainda. Muito a contribuir com a nação.

  12. O STF exige respeito. Mas para ter respeito é preciso primeiro se dar ao respeito, né STF??…O STF virou um botequim, ministros soltando a rodo os membros da quadrilha do PT e seus asseclas, ministros batendo boca , usando de linguajar vulgar atv. É UM SHOW DE HORRORES!…Por isso temos de fortalecer Moro é a Lava Jato, dando poder de ministério!!..Ass Carlos um patriota limpo 41984795134

  13. O cidadão Gilmar é o cabra que quando acordou, estava morto.
    Ele nem notou que o legislativo se reformou e os chegados frescos ainda não têm o rabo preso.
    Assim como eles limparam a barra do clã bozo jogando fora as laranjas espremidas depois de sorver deliciosamente o seu caldo, em breve tempo desautorizarão qualquer medida “antipática” do supremo de frango com farinha.

    Mas é logo!

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome