Ação do Facebook pode comprometer Bolsonaro no Judiciário

Recentemente, rede social anunciou a exclusão de 88 páginas e contas ligadas a deputados do PSL e a assessores da família do presidente

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A decisão do Facebook de excluir 88 páginas e contas ligadas a assessores da família Bolsonaro e a deputados do PSL pode ter consequências além do ambiente das redes sociais.

Segundo informações do jornal O Globo, três frentes de apuração envolvendo o Poder Judiciário estão chamando a atenção do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos desde janeiro do ano passado: o caso da “rachadinha” envolvendo Fabrício Queiroz e o senador Flávio Bolsonaro; oito ações no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que podem cassar a chapa de Bolsonaro e Hamilton Mourão, e o inquérito das fake news que está em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

Embora o caso da rachadinha não venha a afetar as intenções de Jair Bolsonaro em uma futura reeleição, os outros dois casos podem trazer desdobramentos após a decisão do Facebook.

Um exemplo disso são as ações do TSE, que tratam do suposto de uso de notícias falsas durante a campanha eleitoral. A investigação que está em andamento quer verificar se a chapa Bolsonaro/Mourão foi favorecida pela contratação de empresas que dispararam mensagens em massa via Whatsapp para promover Bolsonaro e atacar adversários.

O Partido dos Trabalhadores (PT) tenta fazer com que tais ações passem a considerar as provas colhidas pelo STF no inquérito das fake news, por acreditar que tais dados ajudem a desvendar a estrutura do Gabinete do Ódio – que teria assessores da Presidência da República entre seus integrantes.

 

Leia Também
‘Se acabarem as fake news, acaba Jair Bolsonaro’, diz especialista
TCU proíbe governo Bolsonaro de anunciar em sites ilegais
Foragida há semanas, esposa de Queiroz se apresenta à polícia
Presidente do STJ negou diversos habeas corpus, mas soltou Queiroz

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fracassamos Como Nação? Confira todas as entrevistas da série com Luis Nassif

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome