CÍRCULO VICIOSO DA LUTA PELO PODER

A Luta pela manutenção da governabilidade, do próprio poder nas mãos de nossa Presidente e do PT, tem se caracterizado ao longo deste período de golpes insesantes contra a Democracia, encabeçados pelos PSDB/PPS/DEM; por se circuscrever na órbita dos poderes constituídos e, longe da miltância, longe do povo e longe da sociedade civil organizada.

Em que pese os inegáveis avanços sociais obtidos pela ação dos governos Lula/Dilma, não são suficientes, para se contraporem à propaganda enganosa dos Vendilhóes, que ininterruptamente em parceria com a grande mídia golpista televisionada, escrita e falada, pregam no sofá da sala das famílias brasileiras ( que em mais de 95% não lêem e, nem sabem a real situação do país) o que seria a “VERDADE” sobre a economia, sobre o “mercado”, sobre o emprego, sobre o orçamento, sobre as “pedaladas”, etc… Sem contraponto à altura por parte do Governo e de seus defensores, excetuando as redes sociais que bravamente lutam pela democracia e defendem o governo e a governabiulidade.

Aí a luta se dá em Brasília e no Paraná, entre o Governo desorientado, mal assessorado( agora parece ter tido alguma melhora com a entrada em cena do Min. Jaques Vagner) um Congresso ajoelhado e um Judiciário titubeante.

A militância, os simpatizantes, não foram chamados à luta, não foram estimulados ao embate de idéias e princípios, ao contrário, o chamado núcleo duro do poder preferiu confiar em sua “base de apoio” pmdbista, esta mesma cujo Vice-Presidente, na hora “H”, se refugia com agenda pessoal para SP, o epicentro do GOLPE PSDBista, deixando o circo pegando fogo no planalto, em que pese os inúmeros ministérios e Örgãos Públicos sob seu comando, ou comando de seu partido.

Leia também:  Clipping do dia

Todo desgaste, todo prejuízo, todo equívoco, poderiam bem terem sido evitados, pelo menos em alguma medida, caso o governo tivesse buscado lá atrás, apoio em sua base popular, aquela que realmente se beneficiou com os avanços sociais, ou seja, a maioria da população brasileira.

Assim, o que se vê, é o governo refém de um gangaster político ( o gangster por sí já é um perigo à sociedade, mas quando detem cargo público, fica perigoso à própria Democraciam especialmente, se detêm poder capaz de encaminhar pedido de cassação de mandato da Presidente), de um Congresso fisiológico e ajoelhado, de um Vice que se “acovardou”ou dizem alguns repórteres que pode até estar conspirando em causa própria, e do Judiciário ( TRFPR/STJ/STF/MPF) Elitista, e sequioso de Poder)

A legitimidade para governar, assim como a confiança,  não é atributo que se impôe, ao contrário, é  conquista que se busca em ações concretas do Governo junto às bases que o elegeu, e junto à sociedade brasileira, capazes de conferir ao Governo o lastro Institucional ( Moral, Social, Econômico, etc,,.) que permitam navegar em àguas turbulenttas, se for preciso.

E, nunca foi tão necessário o lastro Institucional, como o atual momento de crises Político-golpista e econômica.

O destino do país e da Democracia, agora está nas mãos do Congresso fisiológio, que deverá apreciar o pedido de afastamento da Presidente.

Por sorte (  já que a ação no STF contra o impedimento tem Relator  sorteado) e por pura sorte do destino, a Relatoria da Ação contra o Impedimento, foi soreteada a um Homem de princípios democráticos, que poderá dar um pouco de esperanças à sociedade brasileira ao Relatar o Pedido golpista de afastamento da Presidente.

Leia também:  Não é homônimo: o suspeito de fraude é mesmo Hélio Negão, amigo de Bolsonaro

Que falta faz uma militância e uma sociedade chamada à participar do governo???

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome