Em 2018, saia da poupança e invista em aplicações mais rentáveis

Muitos especialistas acreditam que a caderneta da poupança continuará com um baixo rendimento em 2018. No ano passado, a poupança apresentou rentabilidade acumulada de 6,61%. Se este ano os juros da poupança continuarem baixos, então é esperado um retorno de cerca de 5% para 2018.

O cálculo do rendimento da poupança é bastante simples. Quando a taxa Selic for igual ou menor que 8,50%, então o rendimento vai ser equivalente a 70% da meta da Taxa Selic ao ano + Taxa Referencial (TR). Porém, quando a meta da Taxa Selic for superior a 8,50%, então a rentabilidade será 0,5% ao mês + Taxa Referencial.

Como a Selic está valendo agora 7% ao ano, então a rentabilidade anual para a poupança é de 4,90%, ou 0,3994% ao mês. Mas vale lembrar este rendimento permanecerá apenas se a Selic continuar valendo 7% ao longo de todo 2018.

Em fevereiro de 2018, o Comitê de Política Monetária (COPOM) fará sua primeira reunião do ano para definir o novo valor da Selic. A perspectiva é que esta taxa sofra uma redução de 0,25% ponto percentual, chegando a valer 6,75% ao ano.

Se for confirmada a queda da Selic, então a caderneta da poupança continuará com resultado insatisfatório, pois obterá rendimento abaixo dos atuais 4,90% ao ano.

Para conseguir rendimentos maiores, o brasileiro deve fugir do comodismo e buscar alternativas mais rentáveis como, por exemplo, os investimentos em renda fixa e os investimentos em renda variável.

Veja abaixo 4 modalidades de investimentos que podem oferecer a mesma segurança que a caderneta de poupança, mas com retornos melhores:.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é uma aplicação financeira de renda fixa emitida pelos bancos com a intenção de financiar suas atividades através desta captação de recursos.

Títulos do CDB podem ter liquidez diária. Isto é, você pode resgatar o investimento em um dia útil. Mas você pode encontrar no mercado financeiro títulos com prazo de resgate maiores. Portanto, fique atento com a liquidez na hora de adquirir um CDB.

Letras de Crédito

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) têm funcionamento muito semelhante ao investimento em CDB. É uma espécie de empréstimo que o investidor faz a uma instituição financeira. Só que, neste caso, a instituição utiliza o capital para financiar atividades dos setores imobiliário ou do agronegócio.

Assim como a poupança, as LCIs e LCAs são isentas de Imposto de Renda, o que pode ser um fator muito atrativo para muitos investidores. No entanto, uma dica importante é não levar apenas esse fator em consideração.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma aplicação financeira de renda fixa bastante conhecida devido à sua alta liquidez e segurança. Isto quer dizer que, se preciso for, é possível resgatar o dinheiro aplicado a qualquer momento.

Além disso, este título é bastante acessível pois aceita investimentos a partir de R$30. No entanto, é preciso ficar atento pois não são todos os títulos que podem ser adquiridos por este valor.

Bolsa de Valores

A Bolsa é uma boa opção de investimento em renda fixa para quem quer ter rendimentos maiores que a poupança. Apesar do que muita gente pensa, é possível investir em ações de forma segura. Para isso, existem estratégias que aliam bons retornos com manejo de risco.

Além das opções abordadas logo acima, existe uma variedade de investimentos com rendimentos mais interessantes que a caderneta. É preciso que o investidor pesquise e busque as opções que melhor se encaixam ao seu perfil e objetivos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora