Estudantes e entidades representativas já acionam MP contra erros no Enem

Governo afirma que os erros atingiram 5.974 participantes, mas 172 mil queixas foram encaminhadas ao MEC, e 5 procuradorias já foram acionadas

Jornal GGN – Abraham Weintraub afirmou que o Enem 2019 foi o melhor da história, mas os desdobramentos após as provas levaram a uma crise que não sei via no País desde 2010.

Procuradorias de pelo menos 5 estados já foram acionadas por estudantes, e entidades representativas como a UNE e a UBES também prometem buscar o Ministério Público para reparar os danos sofridos pelos alunos que tiveram erros na correção de suas provas.

Segundo o governo, os erros atingiram 5.974 participantes, mas 172 mil queixas já foram encaminhadas ao Ministério da Educação.

Mesmo diante do volume de reclamações, o governo Bolsonaro manteve a abertura do Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para esta terça-feira (21). Há, contudo, preocupação e alarme aceso quanto à possibilidade de liminares interromperem o processo.

O Sisu sistema oferece 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior no Brasil, e a seleção é feita com base na nota do Enem. Com os erros na correção do teste, os alunos têm sua entrada na universidade prejudicada.

Segundo reportagem da Folha desta quarta (22), a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão encaminhou ofício ao MEC solicitando a suspensão das inscrições do Sisu e respostas sobre o erros do Enem.

A UNE (União Nacional dos Estudantes) e a Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) vão acionar o MPF e exigir indenização por danos morais aos estudantes afetados, auditoria nas investigações sobre os erros e responsabilização de Weintraub e do presidente do Inep, Alexandre Lopes.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Um raio-x preciso dos erros de Trump, copiados por Bolsonaro

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome