Juiz de Curitiba condena União a pagar R$ 59 mil a Dallagnol por ofensas de Gilmar Mendes

Dallagnol entrou com a ação por danos morais em dezembro de 2019, alegando que sofreu “reiteradas ofensas” do ministro no Plenário do Supremo

Deltan Dallagnol | Foto: Valdimir Platonow/Agência Brasil

Jornal GGN – O juiz Flavio Antônio da Cruz, da 11ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, condenou na última sexta-feira, 7 de agosto, a União a pagar R$ 59 mil por ofensas do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, ao coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol.

Dallagnol entrou com a ação por danos morais em dezembro de 2019, alegando que sofreu “reiteradas ofensas” do ministro no Plenário do Supremo e em entrevistas de Gilmar à mídia. 

Segundo informações do G1, o gabinete de Mendes preferiu não se  manifestar sobre o caso, que ainda cabe recurso na primeira instância. Já a defesa de Dellagnol afirmou que “ninguém está acima da lei”.

Para o juiz Flavio Antônio da Cruz as declarações de Mendes “transbordaram o limite do razoável, atingindo sim a honra do demandante”, escreveu em sua decisão. 

“Considerando as manifestações aludidas acima, o teor das ofensas, o fato de não se assegurar, com igual alcance, direito de resposta ao Procurador da República nos mesmos canais de imprensa, tendo em conta ainda a repercussão das declarações nos meios de comunicação de massa – eis que promovidas pelo ministro da Suprema Corte -, reputo adequado o montante postulado na peça inicial R$ 59 mil”, completou Cruz.

Com informações do G1. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  É ilusão achar que a cruzada da extrema-direita é restrita a um partido, diz Manuela D'Ávila

7 comentários

  1. Já que o juiz (de Curitiba…) não vai encarar “condenar” o GM, condena a dona União, assim tenta TOMAR UM DINHEIRINHO DE NÓS, em favor do procurador, acusado por aí de ser moleque, alem de nefasto para o seu suposto país.
    E quem defende a “União”? A AGU? Ocupada em defender parças do Mito?
    Será que os recursos vão até o STF? Quem será sorteado? GM? ou Fraquim?
    Ó dúvida! Ó céus! Ó que m#[email protected] de país!

  2. Um membro do governo ofende o outro e eu e você é que pagamos , eu juiz (ainda bem que não o sou) mandaria eles resolverem na porrada ou num jogo de totó.
    🙂

  3. Na natureza existe uma justiça que os observadores de pássaros chamam de Justiça de Ninhário…
    mesmo que ovo colocado seja de outro pássaro, de um cuco, por exemplo, que sempre coloca seus ovos nos ninhos de outros pássaros, cobrir e aquecer é obrigação da passarinha mãe do pedaço invadido

    pior é que ela segue alimentando o monstrengo, de tamanho desproporcional, sem se dar conta de que foi enganada ou que teve todos os seus ovinhos retirados do ninho pela passarinha mamãe cuco que é enorme, para não dizer mamãe cuca

    Apenas observações de um adorador de pássaros

  4. Justiça Condena um Corrupto por ofensa e o povo tem que pagar a conta desse crime, que maravilha ser bandido de alto escalão nesse país, até isso somos nós quem temos que pagar pra eles.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome