Lava Jato cria comissão para escapar da crise dos delatores pagos

Para o advogado Cristiano Zanin, da defesa de Lula, os delatores "são pagos para sustentar versões, e os pagamentos põem em xeque a voluntariedade exigida pela lei no processo de colaboração"

Jornal GGN – A Lava Jato em Curitiba criou uma comissão especial para debater formas de “blindar” as delações premiadas que passam por questionamento pelas defesas dos réus da operação – inclusive Lula – desde que ficou provado que os colaboradores receberam dinheiro para ajudar o Ministério Público Federal.

Segundo a Folha de S. Paulo deste sábado (25), pagar delatores para colaborar com a Lava Jato é uma “prática” que “nunca foi segredo para os procuradores do outro lado da mesa e sempre foi considerada essencial para assegurar a cooperação dos executivos”.

Há alguns meses, um ex-executivo da OAS entrou na Justiça trabalhista porque, diferente dos colegas delatores, ele foi demitido da empresa sem receber pagamentos por ter cooperado com a Lava Jato. Mais recentemente descobriu-se que a Odebrecht lançou mão do mesmo expediente: paga o salário mesmo após demissão, mais indenização e as perdas decorrentes da Lava Jato para quem ajudou a fazer a delação do grupo.

A procuradora encarregada da comissão especial é Samantha Dobrowolski, que disse à Folha que o MP não tinha como “se imiscuir nas tratativas das empresas com seus funcionários.”

Durante julgamento de Lula em Curitiba, a defesa tentou trazer informações sobre esses pagamentos à tona, mas o então juiz Sergio Moro impediu. Em julho de 2018, Moro alegou que não via “pertinência a uma coisa que é feita pela empresa e uma coisa que é feita no acordo [de colaboração].”

Para o advogado Cristiano Zanin, da defesa de Lula, os delatores “são pagos para sustentar versões, e os pagamentos põem em xeque a voluntariedade exigida pela lei no processo de colaboração.”

Dobrowolski respondeu que “a possibilidade de um colaborador mentir ou omitir fatos de que tenha conhecimento existe mesmo sem as indenizações das empresas (…).

35 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

José Ribeiro Jr

- 2019-05-28 10:05:03

O texto informa que “Dobrowolski respondeu que ‘a possibilidade de um colaborador mentir ou omitir fatos de que tenha conhecimento existe mesmo sem as indenizações das empresas (…)”. E eu pergunto: essa procuradora é burra ou se faz de burra pra passar bem? É óbvio que que os delatores podem mentir ou omitir fatos sem serem pagos para isto, e essa situação não configura crime, pois o Direito admite o direito de o acusado não produzir provas contra si. Mas quando se comprova que um réu, testemunha etc foram PAGOS para sustentar uma versão, para omitir ou inventar fatos, está configurado não um, mais vários crimes, que vão do falso testemunho à falsidade ideológica. Isso tinha que vir mesmo de uma adoradora do juiz “conje”!

Ricardo Gonçalves

- 2019-05-27 12:40:13

É impressão minha ou a procuradora admitiu que a possibilidade da delação mentirosa, financiada ou não, não é um problema para o MPF?

Evaristo

- 2019-05-26 10:37:10

Sempre que um político é condenado, mesmo errando, é melhor do que não condenar. Políticos e prostituição são as profissões mais antigas do planeta.

Genivaldo Antonio Moreira

- 2019-05-26 10:26:17

A lava jato aparentemente armou para cima do Lula para tira-lo do jogo, e o pior é que a mídia endossaram essa tramóia. A mascara começa cair e um dia saberemos de toda a verdade. O que é mais triste é que distruiram empresas, empregos, rasgaram a constituição e ainda colocaram um maluco no poder.

Fabiano França

- 2019-05-26 10:22:17

Dobrowolski respondeu que “a possibilidade de um colaborador mentir ou omitir fatos de que tenha conhecimento existe mesmo sem as indenizações das empresas (…). Se isto é verdade, como se pode CONDENAR ALGUÉM baseado nesses "ATOS FALHOS"? In dubio pro reu.

Emanuel da Paz

- 2019-05-26 05:53:26

Não existe crime perfeito. Toda injustiça será esclarecida. A natureza tem suas próprias lei e tudo será trazido à tona apresentando os verdadeiros fatos e os verdadeiros culpados serão punidos.

Renato

- 2019-05-26 00:00:00

Rogério, a questão nao é defender o outro lado. Mas não se pode apoiar que se cometa um crime pra punir outro. Ok, prenderam o Lula. Mas não usaram o devido processo legal. Pois comprar testemunhos é crime em qualquer país. Será que vocês estão tão alienados por ideologia política que ainda não conseguiram entender isso?

José Campos da Silva

- 2019-05-25 21:57:45

Deixem de marolinha que ainda vem um tsunami de condenações para o nine fingers.

Joaquim Vinhas .

- 2019-05-25 21:42:25

Que perversão horrível se instaurou na justiça, com a Lava Jato!... Agora sabe-se que havia uma indesmentível motivação políticoideologóca. Era preso criminalizar o presidente LULA e outras figuras incómodas (isto não é ditadura, utilizando o aparelho jurídico?... Alguém me consegue explicar melhor ou desmentir, se julga que estou pouco informado? E o senhor ministro da justiça é parte ativa dessa montagem... Claro que um dia ele será preso e julgado (sem delações premiadas), e os seus cúmplices também serão julgados pelo tribunal político da sociedade.

Maria Elizabeth Mamede

- 2019-05-25 21:08:56

A Empresa pagar para o empregado dizer sua versão na delação é muito estranho! Aí tem trêta!

APARECIDO OSVALDO DE LIMA

- 2019-05-25 20:07:00

Isso é incrível... Pior é que tem gente que DEFENDE e ainda fazem comentários torpes e INSOLENTES. Tem que haver provas minha gente! Não se pode condenar ninguém por "CONVICÇÕES" de um juiz. Mudar a constituição federal é uma aberração e devia ser considerado crime. Fico perplexo como tem gente com mentalidade de amebas que querem justificar o INJUSTIFICÁVEL. Enquanto não apresentam provas CABAIS contra o Lula, eu vou continuar a aclamar Lula livre! Não me venham com baboseiras e tonteiras que eu não vou me envolver com nenhum imbecil...

Walter martins

- 2019-05-25 20:05:16

Cada vez mais fico convicto, que julgamento de Lula,foi um jogo de cartas marcadas. As mascaras estam caindo...

Miguel Júnior

- 2019-05-25 20:03:32

Rogério Fonseca, você precisa se ouvir na voz de outra pessoa...algo lhe impede de ter nitidez do que se está tratando... Vai além de maniqueísmo, você está cego e surdo, não consegue apreender a essência da conversa.

Joaquimfurtadoneto demoura

- 2019-05-25 19:31:39

A cada dia que passa, fica mais latente o tamanha da armação, das combinações para prederem o lula. Isso é de uma fuleragem sem tamanho. Podemos falar que a nossa justiça, não passa de uma grande piada.

#ForaGolpistas

- 2019-05-25 19:25:51

Embora me falte provas, tenho muitas convicções para adjetivar sua mãe. Vai defendê-la?

Pedro

- 2019-05-25 19:23:21

Moro paladino da justica no Brasil com sua lava jato, O tempo vem mostrando que nao tem nada de justica e sim a maior quadrilha da historia do Brasil.

João rdrigues

- 2019-05-25 19:17:53

Aos poucos as farças desse judiciário vai se desmantelado ta na cara que prenderam o lula para ele não ser eleito , esses lixo vai jogar o Brasil na lama

John Jahnes

- 2019-05-25 19:14:26

Premiar corruptos para que que digam só o que interessa à empresa e aos agentes públicos é um ato maior e muito pior que o próprio ato da corrupção investigada. Tanto quem premiou, como quem foi premiado e que sabia da premiação e não a denunciou e ainda aproveitou a elação paga para condenar outros, merecem estar juntos na cadeia e não livres na sociedade, e muito menos ainda no serviço público. Premiar corruptos é um ato que se iguala a um ato de um Supremo Tribunal da Corrupção, isto é, o mais alto nível que pode ser executado pelos corruptos.

John Jahnes

- 2019-05-25 19:13:54

Premiar corruptos para que que digam só o que interessa à empresa e aos agentes públicos é um ato maior e muito pior que o próprio ato da corrupção investigada. Tanto quem premiou, como quem foi premiado e que sabia da premiação e não a denunciou e ainda aproveitou a elação paga para condenar outros, merecem estar juntos na cadeia e não livres na sociedade, e muito menos ainda no serviço público. Premiar corruptos é um ato que se iguala a um ato de um Supremo Tribunal da Corrupção, isto é, o mais alto nível que pode ser executado pelos corruptos.

Valdeci Bega

- 2019-05-25 19:08:14

Se são inocentes porque devolveram tantos milhões...

Otto

- 2019-05-25 18:50:36

Rogério Fonseca, pega esses nove dedos e enfia três no cu do dalanhóu, outros três no do fala-fino e os restantes no seu.

Jossimar

- 2019-05-25 18:34:01

Sou a favor do fuzilamento de todos lavajateiros. Já afirmei isto aqui várias vezes. NÃO PODEM SAIR IMPUNES da desgraça que provocaram em nosso país.

Arthemisia

- 2019-05-25 18:18:46

Quem não deve, não teme. Era esse o lema não? Tá dando cagaço nos Golden boys.

Luciano

- 2019-05-25 18:07:39

Com o Aécio temer Serra Alckmin Flavinho Paulo preto Beto richa Marcelo Odebrecht etc.,i

luis Munuera

- 2019-05-25 18:01:15

Justiça no Brasil não existe. Aqui o que manda é o dinheiro seguindo do poder ou visse e versa. Como acreditar em um delator sem provas , como se dizia a muitos e muitos anos , tem que matar a cobra e mostrar o pau . Se não tiver provas , em lugar nenhum do mundo , se condena alguém. Veja as máfias dos EUA entre tantas outras , somente com provas e muito consistentes. BRASIL PAÍS SEM JUSTIÇA. LEIS PARA TUDO , MAS JUSTIÇA PARA OS MENOS FAVORECIDOS.

[email protected]

- 2019-05-25 17:59:35

Metira, sempre teve rabo curto:mais cêdo ou mais tarde ele aparece.

Geraldo

- 2019-05-25 17:49:56

Um dia a casa cai: assim como mentira tem robocurto.

Francisco Paulo dos Santos

- 2019-05-25 17:17:39

Será que ninguém entendeu ainda que existi um sistema corrupto dentro do governo desde de sempre? Ninguém pensa, tem merda na cabeça? O brasil sempre foi roubado desde da época dos portugueses, o tempo passa, só muda os personagens.

Wilson

- 2019-05-25 17:11:11

É fácil chamar alguém de ladrão quando este foi "julgado" da forma como ficou aqui comprovada, vocês deveriam ao menos uma vez refletirem que não é por não gostarem do Lula que devemos esquecer do grande governante que ele é. você deveria torcer pela inocência dele e, ele voltar e tirar o Brasil deste buraco que foi jogado.

Cezario Pereira da Costa

- 2019-05-25 16:41:05

Parece que a famosa rede de combate so crime, nao passa de uma orgamizacao crimimosa

Rogerio fonseca

- 2019-05-25 15:57:22

Bonito tudo que se fala, contudo aqueles que ainda defende o ladrão de 9 dedos também tinha que compartilhar a cela lá em Curitiba.

Alice Jovelina Alice Brito

- 2019-05-25 15:38:57

Para um delação ter validade, terá que ter provas contundentes, portanto deixem de balela, querer justificar o injustificável...

republicano arrependido

- 2019-05-25 15:34:41

o cara delata e recebe dinheiro em trocs.... se isso nao é ilegal, tudo será permitido, como diria dostoievski

Geraldo Theodoro Alves

- 2019-05-25 13:34:36

Fácil anular o julgamento do LULA Um Dos delatoresmudou sua versão neste julgamento Porque moro não permitiu a Defesa verificar se este delator e outros não foram corruptos? Tem boi nesta linha!!! Fora os CORRUPTOS JUÍZES, DESEMBARGADORES DESTA REPÚBLICA QUE DIZEM CHAMAR LAVA JATO..

Roberto Chaves

- 2019-05-25 12:12:46

Quanta mara ou morocutaia. Em breve está farsa será desmontada, suas contradições são visíveis. Ela não se baseou, como deveria, no Devido Processo Legal, atropelou ritos e desvios processuais, legislou como um estado paralelo, acima da Presunção da Inocência, agrediu o Estado Democrático de Direito e o pacto de Harmonia entre os Poderes consagrado pela Constituição de 1988. O que era uma aparente luta contra a corrupção foi desmascarada, é uma luta de pelo poder por uma casta do funcionalismo arvorando o direito de ser legisladores e defendendo seus interesses corporativista e do país, os Estados Unidos da América.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador