Liminar do STF delimita atuação das Forças Armadas brasileiras

Texto assinado pelo ministro Luiz Fux diz que a missão das Forças Armadas “não acomoda o exercício de poder moderador entre os poderes”

Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF). Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal GGN – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta sexta-feira (12/06) uma liminar que delimita o papel das Forças Armadas Brasileiras dentro do estado democrático proposto pela Constituição Federal.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Fux afirma que “a missão institucional das Forças Armadas na defesa da Pátria, na garantia dos poderes constitucionais e na garantia da lei e da ordem não acomoda o exercício de poder moderador entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário”.

O ministro do STF também excluiu qualquer “interpretação que permita sua utilização para indevidas intromissões no independente funcionamento dos outros Poderes, relacionando-se a autoridade sobre as Forças Armadas às competências materiais atribuídas pela Constituição ao Presidente da República”.

Fux ainda estabeleceu que as Forças Armadas não podem ser utilizadas em atuações contra outros Poderes constituídos.

 

Leia Também
Revogada MP que permitia a Weintraub nomear reitores
A ilusória imparcialidade que apazigua ainda a consciência de muitos jornalistas, por Álvaro Miranda
Cassação de Bolsonaro: TSE passa a bola para Alexandre de Moraes
A vida pregressa de Sergio Moro: saiba como ajudar o projeto do GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora