Movimento de Sara Winter emula KKK em Brasília

300 do Brasil fez protesto com tochas na noite deste sábado em frente ao STF, com palavras de ordem contra o ministro Alexandre de Moraes

Foto: Reprodução/YouTube

Jornal GGN – O movimento bolsonarista denominado 300 do Brasil realizou neste sábado um protesto em frente ao STF (Supremo Tribunal Federal) que emula a movimentação dos supremacistas da Ku Klux Klan (KKK) nos Estados Unidos.

A movimentação ocorreu depois que a principal porta-voz do grupo, Sara Fernanda Giromini (conhecida como Sara Winter), foi alvo de mandado de busca e apreensão relacionado ao inquérito das fake news conduzido pelo STF.

Em vídeo divulgado no YouTube, era possível ver uma faixa onde se lia “300” onde, seguidos por Sara, era possível ver pessoas mascaradas carregando tochas em meio a gritos de palavras de ordem contra o ministro Alexandre de Moraes.

Após a operação da Polícia Federal, Sara Fernanda chegou a publicar um vídeo em seu Twitter onde fala em “infernizar” a vida de Moraes.

No começo de maio, o MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) ingressou com uma ação civil pública pedindo o fim do acampamento 300 do Brasil, seja em Brasília ou em qualquer parte do país. Os procuradores apontaram o grupo como uma “milícia armada”, e pediram urgência na decisão judicial, como também na busca, apreensão e revista dos integrantes.

(com informações do portal UOL)

 

Leia Também
PGR envia para primeira instância caso sobre ameaças de Sara Winter ao STF
Próximos passos do inquérito das fake news mira Carlos Bolsonaro, diz jornal
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora