Presidente Lula, Preso Político

Presidente Lula, preso político

Lula será preso. Este parece ser o consenso entre a esquerda brasileira, até mesmo os analistas mais otimistas começam a incorporar nos seus discursos a descrença numa absolvição do ex-presidente.

O próprio Presidente Lula também já admite a possibilidade da sua prisão quando afirma na sua entrevista ao jornalista Mário Kertész que sendo condenado sem provas será um preso político. O Partido dos Trabalhadores, embora firme na sua posição de manter a candidatura do Lula até as últimas consequências, também já começa a discutir os caminhos a serem tomados após a decretação da prisão do ex-presidente. Deste debate surgem três possíveis soluções:

O boicote às eleições
Embora o Lula seja contrário a este posicionamento, existe uma ala no partido que defende o boicote às eleições, fazer campanha para o voto nulo e assim deslegitimar todo o processo eleitoral.

Lula candidato preso
Manter a candidatura do ex-presidente mesmo preso é uma possibilidade debatida dentro do partido. Existem até rumores de que o Presidente Lula já tem vídeos de campanha gravados para serem usados caso ele esteja cumprindo pena em regime fechado durante o período de campanha eleitoral.

Indicação de candidato pelo Lula
Esta parece ser a posição majoritária dos militantes do PT. Embora não exista consenso no nome a ser indicado, esta solução parece ser a melhor aos olhos da esquerda brasileira e alguns nomes já começam a ser colocados em cima da mesa tais como: Fernando HaddadCelso AmorimPatrus Ananias e Jacques Wagner.

O fato de se discutir saídas não é uma forma de derrotismo, basta ter uma pequena noção de gestão de crises para saber que todas as possibilidades devem ser avaliadas e previstas. Neste caso a probabilidade maior é a de que Lula seja preso.

Como diz o Ministro Eugênio Aragão no seu artigo para o DCM:

 

 “Caiamos na real. Estamos perdendo e perdendo feio. Dissemos que o golpe não passaria e passou. Dissemos que a condenação de Lula não ocorreria e ocorreu. Dissemos que o TRF da 4ª Região não ousaria confrontar as massas coonestando a condenação partidária de Moro e ousou.
Pensávamos que o STJ daria um freio de arrumação e não deu. Estamos torcendo para que o STF cumpra seu papel e garanta a presunção de inocência de Lula e…”. 

 

Então é chegada a hora de dar um basta nessa história, ou mobilizamos a população e vamos para a rua derrotar este golpe ou ficaremos mais uma vez esperando para ver o que vai acontecer.

Urge que a esquerda passe de uma atitude reativa para uma atitude proativa. Se queremos impedir a prisão do Lula temos que colocar esses engravatadinhos togados no seu devido lugar – subordinados ao povo, às regras democráticas e à Constituição Brasileira.

Até à vitória. Sempre.

* artigo original em: 
http://brunoanastassakis.com/blog/politica/presidente-lula-preso-politico/

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora