Republicanos partem para ataque contra Facebook e Twitter

Aliados de Donald Trump dizem que redes sociais "censuraram" matéria contestada sobre filho do candidato Joe Biden, considerada frágil por analistas

Jornal GGN – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outras lideranças do Partido Republicano partiram para o ataque contra as redes sociais Facebook e Twitter depois que medidas foram tomadas pelas redes para coibir a veiculação de notícias falsas, no que os republicanos classificaram como censura política.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o estopim foli a publicação de uma matéria no tabloide New York Post (pertencente a Rupert Murdoch, mesmo dono da Fox News) na última quarta-feira. O texto em questão apresenta supostas provas de que o filho do candidato democrata à presidência, Joe Biden, teria usado sua influência para apresentar um executivo ucraniano ao seu pai.

Em uma ação considerada inédita, Facebook e Twitter restringiram os compartilhamentos do texto, sob a alegação de que ela continha elementos que indicavam tratar de um ato deliberado de desinformação – a matéria teria sido baseada em e-mails encontrados em um computador deixado em uma assistência técnica em abril de 2019, mas boa parte da imprensa norte-americana, assim como analistas de segurança, apontam indícios de que se trata de uma farsa criada com objetivos eleitorais.

Após essa restrição, apoiadores de Trump foram às redes sociais apontar o que consideraram censura – e o próprio jornal declarou, em editorial, que o Facebook “entrou no campo pró-Biden” ao lado do Twitter. Deputados e senadores republicanos também criticaram as ações das redes sociais.

 

Leia Também
Casos de Covid nos EUA sobem em direção a um terceiro pico, diz NYT
Partido de Donald Trump instala urnas falsas na Califórnia
Indicada de Trump à Suprema Corte evita falar sobre aborto e casamento gay
Nos EUA, coronavírus desafia igrejas que precisam organizar e ampliar votação de negros
Aversão feminina a Trump acelera virada democrata nos EUA

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome