Vídeo: As suspeitas sobre os procuradores suíços da Lava Jato

Autoridades suíças não encaram com naturalidade a notícia de que o PGR fez troca de informações com a Lava Jato sem os trâmites legais exigidos por uma cooperação internacional

Jornal GGN – O procurador-geral da Suíça Michael Lauber concorre à recondução do cargo em meio a uma crise. Ele virou alvo de investigação depois de ter admitido encontros sigilosos com agentes da Fifa – uma investigada na Suíça – e com procuradores da Lava Jato brasileira.

Clica aqui pra se inscrever no canal do GGN no YouTube!

As autoridades suíças não encaram com naturalidade o fato de que o PGR fez troca de informações com a Lava Jato sem os trâmites legais exigidos por uma cooperação internacional.

Há ainda a questão de procuradores desligando-se do Ministério Público, no Brasil e Suíça, para atuar na indústria do compliance. Na prática, vendem proteção e influência.

Assista ao comentário completo de Luis Nassif.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Multimídia do dia

6 comentários

  1. Está ficando cada mais difícil se inscrever em qualquer “praça” da rede sem ter que cair na armadilha de visibilidade forçada do Google.

    se evoluir é isso, ai que saudade do AltaVista

  2. “O envolvimento de PARENTE de um alto agente da operação lava-a-jato”: será que já estão investigando a atuação de ROSÂNGELA MORO? Esse pode ser o principal veio dessa operação sinistra.

  3. Venda de proteção e influência.
    Onde a gente já viu isso?
    Será que foi na máfia italiana.
    Onde mais?
    Er, milicias?
    No judiciário é a primeira vez.
    Enfim, tudo evolui.
    Nada como a posição social do indivíduo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome