Witzel recorre ao STF contra afastamento do governo do Rio

A possibilidade de os magistrados da Corte Especial do STJ revogarem a decisão de Gonçalves é "remota" para integrantes do tribunal

Jornal GGN – O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel recorreu ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão que o afastou do cargo por 180 dias. O governador é investigado por desvios milionários na saúde do Estado.

O recurso foi apresentado no sábado (29) contra a decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, que decretou o afastamento.

Os advogados afirmam que a decisão monocrática de Gonçalves não é válida, porque o Witzel tem foro na Corte Especial do STJ, colegiado composto pelos 15 ministros que deveriam ter recebido uma denúncia antes do governador ser afastado.

A Corte Especial se reúne na quarta-feira (2/9) para analisar o caso. Segundo Mônica Bergamo, da Folha, a possibilidade de os magistrados da Corte Especial do STJ revogarem a decisão de Gonçalves é “remota” para integrantes do tribunal.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora