Aras tem plano B para acabar com protagonismo de Dallagnol na Lava Jato

A PGR já lançou um "edital para recrutar procuradores que queiram colaborar com as forças-tarefa da Lava Jato", diz jornalista

Jornal GGN – O procurador-geral da República Augusto Aras tem uma alternativa para acabar com o protagonismo de Deltan Dallagnol na Lava Jato em Curitiba. O plano A seria concentrar a coordenação das forças-tarefas sob um único comando. Mas Aras começou a cogitar dividir o núcleo no Paraná para que Dallagnol, hoje coordenador, seja obrigado a compartilhar a responsabilidade sobre a operação. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, na Folha desta sexta (31).

Segundo ela, Aras tem “sinalizado a interlocutores” que, em setembro, prazo para decidir se a Lava Jato será prorrogada ou encerrada, Aras deverá optar pela “terceira via: a da transformação.”

“Hoje há um ofício —ou o equivalente a uma vara na Justiça— liderado por Dallagnol que cuida do combate à corrupção. Seriam criados outros três, para atuar na mesma área”, comentou Bergamo.

“Com isso, Dallagnol deixaria de responder sozinho pela Lava Jato, dividindo a função e o protagonismo com outros colegas. E a operação deixaria de ter ‘um dono’, como Aras costuma definir o procurador do Paraná. Ficaria mais institucional e menos personalista.”

A PGR já lançou um “edital para recrutar procuradores que queiram colaborar com as forças-tarefa da Lava Jato.”

Aras se recusa a aceitar uma “lista tríplice para que dela escolha o nome que vai comandar o órgão” que centralizaria a coordenação das forças-tarefas.

Recomendado:

Relator de ação no CNMP deve pedir remoção de Dallagnol da Lava Jato

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Embraer é ecossistema de tecnologia e de defesa, analisa Renata Belzunces

4 comentários

  1. Vamos restabelecer a verdade aos brasileiros Ex-juiz-Moro com uma quadrilha é descumpridor da CF/88 por várias ações indevidas a maior foi prender o inocente ex-presidente (Lula) mentiroso, traidor do brasileiros comprovado pela INTERCEPT brasileiros clamam por justiça cadeia já ao chefão ex-juiz Moro.

  2. ´Barbárie da Bandidolatria em BOTUCATU / SP no dia de ontem. Ataque às Forças do Estado com Mortes e Feridos. Passeio da Criminalidade pelo Estado de São Paulo e suas Rodovias Privatizadas. A Imprensa escondendo tudo em minúsculos rodapés dos jornais a proteger o Governo Dória. Indústria do FAKE NEWS. Mas pode chamar Imprensa Brasileira. Pobre país rico. A Verdade é Libertadora. Mas de muito fácil explicação.

  3. O Dallagnol tem um perfil de criança mimada e birrenta. Algo como o dono da bola, das camisetas do time de futebol, do campo e do apito doados pela vovó. Seus confrades, para não vê-lo sapateando, na sala aturam suas infantilidades institucionais. C’est Brazil.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome