Início Tags Crônica

Tag: crônica

Grupo de Risco (II), por Izaías Almada

E, como os adolescentes, estamos cheios de problemas, procurando nos firmarmos como nação, livre, soberana e desenvolvida economicamente.

Grupo de Risco (I), por Izaías Almada

E o que significa envelhecer num mundo em que cada vez mais se valoriza o consumo, o sucesso, o dinheiro e a sobrevivência a qualquer preço?

O empresário e o garçom 3, por Giselle Mathias

Acho que todas nós, ali naquela mesa, após aquela história choramos; até minha amiga socióloga.

O empresário e o Garçom 2, por Giselle Mathias

Segurem as emoções, essa parte da história me fez questionar por que e como valoramos o humano, quando na verdade não somos mercadorias.

O Executivo e o Garçom 1, por Giselle Mathias

Assim, ela começa mais uma história de desencontro, que a deixa nostálgica e com uma certa tristeza.

Amigos distantes pelo vírus e pelo verme, por Rui Daher

A todos culpo pela falta de vacinas contra a Covod-19, assassinos de 400 mil vidas. Vistam as carapuças.

A xepa, por Aracy Balbani

O saudoso Herbert de Souza, o Betinho, cravou: “Quem tem fome tem pressa”. Precisa dizer mais?

Dorival Caymmi universal, por Urariano Mota

Na canção de Caymmi existe uma profecia pessoal, uma antecipação do destino só meu e de mais ninguém? Ou seria, mais propriamente, uma antecipação de toda a gente, um fiel a marcar a esperança e desesperança de toda uma humanidade?

Cosmopolitas, por Wilson Ramos Filho (Xixo)

São memórias do tempo em que Porto União e União da Vitória ainda não eram uma cidade só, embora fossem ficando cada vez mais parecidas consigo mesmas.

Mediocridade é pouco…, por Izaías Almada

O ar que respiramos impregnou-se de mediocridade, insensibilidade e deboche para com o ser humano.

A mulher e o carcereiro 3, por Giselle Mathias

Os dias se seguiram como antes, conversas virtuais, e ele sempre se mostrando e justificando sua ausência em razão do trabalho e da família (Ah! Ele não é casado, mas não esqueçam que há o complexo de Édipo nessa história).

“Velho Novo Começo”, (Re)significando nossas crenças, por Danilo Nunes

Ter como natural as novas formas de comunicação, implica em estudá-las e compreendê-las para que possamos tomar as rédeas desses novos veículos.

O fascismo que mata: a jovem refugiada grávida que morreu sem socorro em um...

Ela viajava no dia 3 de abril, num voo da GOL de Boa Vista para São Paulo, quando passou mal e morreu sem receber nenhum tipo de socorro ou o atendimento de urgência que, por lei, teria que ser dado a uma mulher grávida em um avião.

A mulher e o carcereiro 2, por Giselle Mathias

É preciso frisar que os elogios dirigidos a ela por esse homem eram bem elaborados e galanteadores, pois como disse ele é escritor, e isso a agradava.

Bolsonaro, um personagem escrachado, ou perdão, Shakespeare, por Urariano Mota

Enfim, “meu reino por um cavalo” falava Ricardo III na peça de Shakespeare. “Meu rei por um cavalo”, fala Bolsonaro em jogada que é o próprio cheque-mate. O centrão contente aceita.

Um dia a casa cai, por Izaías Almada

A verdade pura e simples é que caminhamos para o final do mês de abril e também para 400 mil mortos pela Covid-19.

O dia em que o Brasil parou (II), por Izaías Almada

Começou em 1500 quando os portugueses e a armada de Cabral resolveram distribuir bugigangas aos nativos encontrados ao sul do Equador...

O dia em que o Brasil parou (I), por Izaías Almada

Sempre de olho na casa do vizinho, enquanto a sujeira vai se acumulando nos cantinhos da nossa própria casa.

Ainda sob a tempestade, por Sr. Semana

O livro faz parte da série Mutações, organizada por Novaes, que já contava com outros onze volumes, dois dos quais ganhadores do Prêmio Jabuti.

Primeiro de abril, por Urariano Mota

O golpe se deu em primeiro de abril de 1964. Mas como essa é a data universal da mentira, a propaganda abusiva das forças armadas deslocou o 1º. de abril para a véspera.

Leia também

Últimas notícias

GGN