Revista GGN

Assine

O governador Beto Richa é contra a Educação da PM

Por Robertto

Do Caixa Zero / Blogs Gazeta do Povo

Richa não quer PMs com estudo porque eles "se insubordinariam" 

Felipe Rosa/Gazeta do Povo

Felipe Rosa/Gazeta do Povo / Richa com comando da PM: melhor só obedecer.
Richa com comando da PM: melhor só obedecer.

O governador Beto Richa (PSDB) disse em entrevista à rádio CBN, nesta quinta-feira, que acha positivo que os policiais militares do estado não tenham diploma de curso superior.

A polêmica entre o governo e as associações que representam os policiais militares, que queriam que o governo passasse a exigir diploma dos que entram na corporação.

Segundo Richa, é bom que os policiais não tenham diploma, porque gente formada normalmente é muito insubordinada.

"Outra questão é de insubordinação também, uma pessoa com curso superior muitas vezes não aceita cumprir ordens de um oficial ou um superior, uma patente maior", afirmou o governador.

A declaração do governador é um desestímulo à educação e à cultura dentro da corporação. Nitidamente, o que Richa defende, em sua declaração, é que a PM dê preferência a pessoas que não estudem.

Além de tudo, mostra uma miopia em relação à realidade do mundo. Como se pessoas sem estudo superior não pudessem ser contestadoras ou insubordinadas (pela versão de Richa, as greves comandadas por Lula no ABC nunca existiram).

A função do Estado é estimular o estudo, e não o contrário. Mais do que isso: o governador não deveria desejar uma corporação de gente que simplesmente atende ordens cegamente, como ele parece querer. E, sim, fomentar um ambiente em que as pessoas sejam capazes de autonomia.

Richa poderia, sem nenhum problema, defender que não é preciso diploma para ser policial. Mas com outros argumentos.

Média: 4.1 (9 votos)
63 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+63 comentários

        A UNANIMIDADE É BURRA.

        Mas, consideremos que a toda a regra existe pelo menos uma exceção. E uma dessas exceções é o fato de estarmos UNÂNIMES,  com o propósito de quando diante da urna, votartmos em qualquer outro, menos em quem demonstrou a BURRICE, em declarar que quanto menos escolarizado, mais competente, mais obediente, mais submisso.

         Abaixo a BURRICE, vamos demonstrar não apenas um ato de força e UNANIMIDADE, mas um ato de SABEDORIA.  Que venha o mes de outubro, agora, deste ano, e também outubro de 2014. Chega de ouvir tanta besteira. Apenas ouvir pedidos de desculpa não sara a ferida causada por tanta bestialidade.

 

 

 

 

 

 

      A UNANIMIDADE É BURRA.

            Mas, consideremos que a toda a regra existe pelo menos uma exceção. E uma dessas exceções, é o fato de estarmos UNANIMES, com o propósito de quando diante da urna, votarmos em qualquer outro, menos em quem demonstrou a BURRICE, em declarar que quanto mais burro, mais competente,mais obediente, mais submisso.

             Abaixo a BURRICE, vamos demonstrar não apenas um ato de força e UNANIMIDADE, mas um ato de SABEDORIA. Que venha o mes de outubro, agora, deste ano, e também outubro de 2014. Chega de ouvir tanta besteira. Apenas ouvir pedidos de desculpa não sara a ferida causada por tanta bestialidade.

 

cara pessoal que contra decisao do nosso governador!

para quem pode fazer uma faculdade e pode pagar e fica em casa nas costa do pai igual esse idiota que  fez essa materia.e facil fala concerteza pai dele tem muito dinheiro!

Parabens a beto por essa atitude onroza por defender a classe media aquele povo trabalhador !

nao esses filhos de papai que tem tudo!

PARABENS BETOP RICHA !

JONALISTA MEQUETREFE VAI DORMI!

E CUIDA SEU FILHO!

 

 

 

 


Quando o governador Beto relincha é bom sair de perto. Mais uma pérola do repertório daqueles que se dizem políticos preocupados com as mudanças das condições de vida nossa população. Ele precisa aprender qual é o papel daqueles que respondem pela segurança dos cidadãos.


Já que policial não precisa de formação superior para exercer a profissão, sugiro que prá ser governador seja  preciso apenas um exame de sanidade mental.

 

O que vou dizer pra minha filha de 9 anos!!!
Não estude minha filha pra não ser “guinorante”, se estudar quem sabe vc chegue a governadora, sai dessa.

 

Essa é a expressão do verdadeiro pensamento demo-tucano. Belíssimo exemplar de político demo-tucano.

 

Beto Richa, Pirillo, Aécio Never....  Que trempa!!!!  Deus nos livre e guarde.

 

Na verdade, o que o governador quis dizer é que é melhor contratar alguém que ainda não tem a personalidade educacional formada e então, livre de idéias e concepções anteriores, formá-la segundo a educação e os valores da Polícia Militar. A empresas privadas também fazem isso. Não há nenhum problema. Além do mais, todo mundo sabe que os cursos superiores nas áreas de humanas, especialmente nas universidades públicas, são antros de formação marxista, não de formação intelectual. E, obviamente, se tem uma coisa que não dá certo é polícia e comunista. Portanto a decisão do governador é absolutamente acertada. 

 

Apoiado, Augusto!! Até que enfim uma voz sábia neste porão obsucuro de marxistas. Precisamos urgente limpar nossa sociedade destes esquerdistas idiotas! Policiais tem que ser enquadrados. Precisamos de disciplina caso contrário, a União Soviética dominará o Brasil! Sabemos que nossa presidente é uma comunista e nutre simpatias pela revolução Bolchevique. Corremos perigo.

Todo comunista deveria usar um chapeú ponteagudo para ser identificado facilmente na rua. 

Viva o imperialismo americano! Viva a sociedade livre! Viva o capitalismo! 

A URSS é uma nação que deveria ser destruída para o bem da humanidade nazista, digo, capitalista!

 

 Gostei da ironia, tUpinambá.

 

Que coisa absurda! Parece piada. 

O nível de ignorância e de preconceito subjacente à fala desse político é inacreditável.

Uma década de  século  XXI já se foi, mas ele continua no século XIX. 

 

É mesmo lamentável esse tipo de declaração, vinda de um governante estadual. A depuração na política se faz urgente. Os policiais do Paraná devem estar se sentindo seres inferiores. Deus nos livre se eles começarem a se sentir e agir como tais! Vou ter pena do governador e sua familia a partir daí!

 

Hélio Jorge Cordeiro

"Richa poderia, sem nenhum problema, defender que não é preciso diploma para ser policial. Mas com outros argumentos."

Esse trecho final, citado, diz tudo, você não precisa ter curso superior para ser policial, no entanto, deve-se estimular quem assim deseja a evoluir dentro da carreira, com cursos que contribuam para melhoria da qualidade dos policiais que prestam serviço à sociedade, com um plano de cargos e carreira que premie os policiais que façam cursos voltados à corporação.

Essa visão é um tanto limitada, as pessoas pensam, tem ideologias e motivações para se insubordinar, não importa o seu grau de instrução, evidente, que quanto mais instruídos, mas rebuscados serão os argumentos, mas a veia da luta, não está no nível de estudo, mas em cada pessoa, ou no limite em que seu calo é apertado.

Fosse assim, a polícia federal seria um barril de pólvora, praticamente sem pavil, uma pena ler algo dessa natureza.

 

Se um jogador treina muito, pode melhorar seu nível técnico. Com isso, outros clubes podem ficar de olho nele, e o clube perder o jogador. Logo, é melhor os jogadores não treinarem.

Ainda bem que Richa não é diretor de futebol do Coritiba...Que mente de casa grande...

Uma citação imbecil assim não deveria ser caso de impeachment compulsório?

Sr. Richa, seja tucano, mas, pelo menos, disfarce um pouco!!

 

Esse sujeito é um defecado mental. Meu pai tinha uma expressão boa pra gente que pensava assim: "tem terra na cabeça". Eu já acho que ele tem é estrume, não só por pensar assim, mas por expor esse pensamento imundo em público sem maiores constrangimentos.

 

Primeiramente: FORA TEMER! E pra encerrar: FORA TEMER!

Eu tinha quase certeza de que estavam deturpando a notícia.

Ouçam aqui, qual foi o contexto.

http://www.cbncuritiba.com.br/public/audios/201204/9693_-_Projeto_Policiais_-_Filipi.mp3

 

Homero, você está tentando defender algo indefensável. O governador errou sim, você deve saber que ele é uma pessoa com visão limitada sobre a realidade da população e que tem dificuldade de se comunicar, foi eleito porque no estado do Paraná a linhagem tem maior valor que capacidade e competência (veja o sobrenome dos vereadores, prefeitos e deputados do estado). Não vejo sentido em apoiar a idéia de que mais tempo de estudo não forma profissionais mais capacitados, quanto mais policiais com maior nível de formação melhor a atuação dos mesmos. Você também apresentou informações relativas aos salários, apontando inclusive a referência, mas está não representa a tabela que está no próprio site http://www.aen.pr.gov.br/arquivos/File/1TabelaPoliciaMilitar2012.pdf.

Também vale resaltar que os valores não são méritos do atual governador, e por maiores que sejam minhas restrições em relação ao ex-governador Roberto Requião, creio que ele tenha os maiores méritos na evolução salarial da corporação. Será que você acha um absurdo pagar bem para um trabalhador que tem por objetivo proteger a propulação?

 

Fabiano K, 

"você está tentando defender algo indefensável. O governador errou sim, você deve saber que ele é uma pessoa com visão limitada sobre a realidade da população e que tem dificuldade de se comunicar, foi eleito porque no estado do Paraná a linhagem tem maior valor que capacidade e competência (veja o sobrenome dos vereadores, prefeitos e deputados do estado)."

Discordo Fabiano, acho que o governador errou na frase final da entrevista, apenas isso. Todos  erramos, especialmente em entrevistas ao vivo. Conheço o governador desde 1994 e sei que ele não é contra a educação na PM. Também discordo nos motivos que o levaram à vitória. Vc fala da linhagem e sobrenomes mas não diz que o Zeca Dirceu foi eleito, é por causa da linhagem ou ele é capaz? E a Gleisi Hoffmann, foi eleita porque é capaz ou porque é casada com o Paulo Bernardo?

"Não vejo sentido em apoiar a idéia de que mais tempo de estudo não forma profissionais mais capacitados, quanto mais policiais com maior nível de formação melhor a atuação dos mesmos."

O governador argumentava sobre INGRESSO  na PM. Um PM no Paraná faz Academia Militar. Depois que está lá, ele pode - e faz - estudar para melhorar seu padrão. Quanto à insubordinação, vou procurar me informar, mas acredito que essa deva ser a opinião dos oficiais, que o governador, pra sua infelicidade, tornou público. Agora, eu vou dar a minha opinião sobre o PRÉ-REQUISITO PARA INGRESSO - possuir graduação em Direito. Acho absurdo. Assim como acho absurdo curso superior pra jornalista. O governo não pretende proibir o ingresso de um advogado na PM, apenas não quer o curso seja requisito obrigatório.

"Você também apresentou informações relativas aos salários, apontando inclusive a referência, mas está não representa a tabela que está no próprio site http://www.aen.pr.gov.br/arquivos/File/1TabelaPoliciaMilitar2012.pdf." 

Não apresentei mas não escondi, vc encontrou, então está público.

"Também vale resaltar que os valores não são méritos do atual governador, e por maiores que sejam minhas restrições em relação ao ex-governador Roberto Requião, creio que ele tenha os maiores méritos na evolução salarial da corporação."

Eu sempre defendi as posições do Requião aqui, inclusive quando ele tentou se candidatar à presidência da República, em vez de dar a vice (Temer) à Dilma. No entanto, o Requião deixou a desejar na questão do efetivo da PM, e agora não tem como adiar. Parece que já tem concurso pra contratação de mais 3 mil policiais militares e bombeiros, e é pouco. Era possível pagar mais porque havia menos policiais. Também foram contratados 3 mil professores ano passado

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=61948&tit=Beto-Richa-confirma-contratacao-de-3.000-novos-professores

e 10 mil professores este ano.

http://www.radioeducadora.com/educadora/ver_noticia.php?not=35121

Com o Código Florestal, será necessária a contratação de mais técnicos ambientais. E por aí vai.

"Será que você acha um absurdo pagar bem para um trabalhador que tem por objetivo proteger a propulação?"

Não, eu acho que é correto. O que eu acho absurdo é criticar o PiG por mentir e fazer igual. E acho da mesma forma absurdo criticar com tamanha veemência um governador só porque ele é tucano.

 

Todos temos de agradecer ao Homero por ter jogado luz nessa história. Não adianta ficar apontando a parcialidade de uma tal revista semanal, se deixar levar pelas emoções e dar vazão a preconceitos - como se os nossos preconceitos fossem "melhores" e daí não fossem preconceitos. É, porque quando o tema envolve a instituição Polícia Militar parece que naturalmente surgem algumas ideias prontas. Se isso é acompanhado de um recorte "estratégico" de uma fala de algum personagem que pertence a um grupo que, por princípio, é considerado daninho, está pronta a armadilha para cairmos no buraco ideológico.

Vamos lá. O problema de fundo, que merece discussão me parece que é a formação de policiais militares, especialmente  dos oficiais (aqueles que vão ocupar os cargos de chefia das operações e administrar a corporação). Até onde eu sei existem (existiram) três modelos para essa formação (posso estar enganado na medida que não sou um pesquisador do ramo, apenas um curioso).

Modelo 1 - formação feita exclusivamente por escola da corporação: quando toda a formação do policial ocorre em uma academia da corporação (ou de uma congenere de outro estado). Nesse caso a academia faz uma seleção de candidatos que concluiram o ensino médio. Esse era o modelo adotado pela PM de São Paulo até recentemente (não sei se alguma outra ainda o adota).

Modelo 2 - formação feita parcialmente em escola da corporação: nesse caso a academia faz uma complementação específica (relativa a aspectos específicos do trabalho policial) para alunos que possuem uma formação completa em curso superior (usualmente o curso de bacharelado em direito). Esse é modelo adotado pela PM de Minas Gerais (e agora também será adotado pela PM de SP).

Modelo 3 - formação realizada fora da corporação (nesse caso, da PM): quando a corporação realiza concurso de ingresso selecionando candidatos que apresentem algum tipo de formação completa. Essa formação pode ser o curso superior, mas em função do caráter militar da corporação, exige também que o candidato seja oficial da reserva das forças armadas. Ou seja que tenha o curso completo em alguma academia das forças armadas ou realizado o serviço militar num Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva. Não sei se esse modelo efetivamente existe - sei que foi adotado por algumas PMs no passado (caso da PM do Piauí).

Não sei (nem fui ver na página da PM do Paraná) qual o modelo que eles adotam. Pode ser inclusive que eles estejam discutindo a adoção do modelo que eu chamei de 2.

O fato é que mantendo um discursso preconceituoso em relação à PM deixamos de discutir como ocorre a formação dos agentes dessas instituições. Instituições que queremos, evidentemente, ver participantes do Estado de Direito.

 

Cacilda!!!! Ouvir foi pior do que ler!!

E ele ainda busca uma frase de intelectual do Nelson Rodrigues:

- toda unanimidade é burra

Então vamos homenagear Carlos Drumond de Andrade e o Antílope falastrão:

No palácio das araucárias tinha um jegue

Tinha um jegue no palácio das araucárias

No palácio das araucárias

Tinha uma anta. 

Nunca me esquecerei desse acontecimento

na vida de minhas retinas tão fatigadas.

Nunca me esquecerei que no palácio das araucárias 

tinha um burrinho

tinha um burrinho no palácio das araucárias

no palácio das araucárias tinha um tucano.

Quanta bicharada!

 

Minha gente, nenhuma surpresa, isso é parte integrante da tal cartilha de Choque de Gestão, tão cantada em prosa e verso pelo tucanato e seus entusiastas intelectuais orgânicos (Merval, Catanhêde, Dilmenstein, Borys, Alexandre Garcia, Mainardi, Tio Rei, Datena, Bonner, Fátima, a Poetisa...). 

Policial idiota é tudo que esses caras querem: pra bater em grevista, pra bater em estudantes, pra bater em pobres e putas e pretos, pra invadir favelas em nome da "ordem social", pra exterminar os desajustados sociais (em sua maioria pretos e pobres e favelados) , nunca questionar as ordens que vem "de cima", mesma que seja uma ordem expressa pra "atirar na cabeça antes e perguntar depois" no próprio pai ou num irmão... é isso

 

Ter diploma para tudo, policiais , garis, etc é definitivamente enterrar aqueles que não tiveram oportunidades de melhores estudos.

É a confirmação da sociedade da "casa grande e senzala".

Agora, afirmar que "porque gente formada normalmente é muito insubordinada."

É caso de psiquiatria.

 

Big Bro, dá uma olhada aqui:

Passos para Iingressar na APMG

Academia Policial Militar do Guatupê

 

O jovem do sexo masculino ou feminino que desejar ser oficial da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Paraná, poderá optar por um ensino de qualidade e desfrutar do melhor ensino policial militar que a Academia Policial Militar do Guatupê oferece.

O curso é realizado no período de três anos em regime de internato e semi-internato.

As formas de ingresso são:

Concurso pelo Vestibular Unificado com a Universidade Federal do Paraná

Os candidatos inscritos realizam uma prévia antes das provas do concurso vestibular.

As prévias são compostas de exame de saúde e físico, com objetivo de qualificar para o vestibular os candidatos aptos e dando aos inaptos condição de reopção de curso antes da realização do vestibular.

Vaga preferencial para alunos do Colégio da Polícia Militar do Paraná


Os candidatos deverão se inscrever ao concurso vestibular.

Serão isentos do exame escrito aqueles que estudaram os três anos do 2º grau no CPM, obtiveram média igual ou superior a 7,0 (sete) e não reprovaram nenhum ano.

Caso você queira ser um Cadete da PMPR ou apenas tenha curiosidade de conhecer nosso estabelecimento de ensino, venha até a APMG. 
Contate com o Oficial de Relações Públicas da APMG através do telefone (041) 382-3399, ramal 226, agende uma visita e tire suas dúvidas conosco.

http://www.policiamilitar.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=16

 

Assis  esse Governador  está  fora da realidade porque  quase  nunca oficiais da PM fazem greve, normalmente  são os  soldados  e cabos  que  se insurgem por melhores salários.

 

"Para um policial militar que ingressa na corporação, por exemplo, o subsídio inicial será de R$ 3.225,00. Com o tempo, poderá chegar a R$ 4.838,00, caso não haja promoção para postos superiores (cabo, sargento, subtenente). O maior posto da Polícia Militar, que é o de coronel, terá um valor de subsídio que varia entre R$ 14.354,00 e R$ 21.531,00, conforme o tempo de serviço. 

“A Polícia Militar do Paraná passará a ter o segundo maior salário entre as corporações de todo o país, ficando abaixo apenas do Distrito Federal que é uma situação a parte, recebe apoio financeiro direto da União”, afirmou Sebastiani. "

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=67892

 

Eu só acreditaria nisso depois de ouvir o áudio, alguém tem?

 

Vc poderá escutar aqui: http://www.cbncuritiba.com.br/site/texto/noticia/Pol%C3%ADtica/6335

Pasmem, mas ele pensa assim mesmo, rs. Funcionário Público com "curso superior" é um "insubornidado em potencial", rs.

 

Eu ouvi, e continuo achando que estão dando uma de PiG aqui no blog, deturpando, distorcendo e malhando o judas. 

Por quê quando defendemos (eu defendo) a não obrigatoriedade de diploma pra jornalista ninguém diz que somos contra a educação de jornalistas?

 

oi Homero!

porque a gente não usa como argumento o fato de que pessoas diplomadas podem ser mais insubordinadas...

estou criticando o argumento que ele usou.

se ele tivesse se limitado ao 1o argumento (de que o diploma dificultaria o ingresso dos egressos do serviço militar, que tem outro tipo de competência que não a formalizada pelo diploma de direito), a discussão seria bem outra.

um abraço!

 

Oi, Ana, leia o título do post e veja se fala algo de insubordinação. Diz que o governador é contra a educação da PM. 

 

A questão não é ser contra ou a favor, a questão é o argumento que ele usou na continuidade da entrevista. Uma coisa é ser obrigatorio o nível superior para ingressar na PM, eu também acho que não há essa necessidade. Outra coisa é ele achar que estudo de nível superior aumenta insubordinação, ou seja, ele só pode ser contra o aprimoramento da educação pela PM. Porque nada impede de um garoto entrar com 18 ou 20 anos e depois, ja na PM, iniciar e concluir seu curso superir. E o governador mostrou que é contra isso.

 

Daniel, compre uma bola de cristal e tente advinhar o que eu estou pensando agora.

E obrigado por concordar comigo quanto à primeira parte da justificativa.

 

Não se iludam.... o que o governador verbalizou foi simplesmente o que os CORONÉ da PM disseram para ele. simples assim

 

Lena, 

não seja preconceituosa. Depois procure ouvir a entrevista do Energúmeno, digo, do Sr. Governador e do Coronel Elizeu Furquim. Elizeu Furquim dá uma aula de sabedoria. Um coroné, como vc mesma disse.

 

Uma aula em que diz que contratar policiais com graduação contribui pra diminuir o custo previdenciário do Estado. Preste atenção, pq o coroné critica o governo federal, viu?

 

A declaração ultrapassa o lado político e reacionário e ocupa posição de destaque na ignorância.

 

Pode por pos graduacao e mestrado em todos os militares do mundo:  eles tem zero direito de existir no Brasil em sua presente forma PONTO FINAL.

 

O pai Zé Richa deve ter rolado no caixão com essa... inacreditável.

 

Esse pensamento do desgovernador Beto Richa não surpreende nem um pouco...


 


É o clássico pensamento fascista, aos trabalhadores e ao povo em geral não cabe contestar coisa alguma, o seu inalienável dever é obedecer. Obediência cega, irrestrita e canina. Pensar é coisa de comunista...


 


O PSDB está cada vez mais parecido com a UDN, com a ARENA e com os Integralistas de Plínio Salgado. A campanha presidencial de Serra em 2010 foi a confirmação do PSDB como um partido proto-fascista.

 

Diogo Costa

Eita, como é fácil chamar alguém de fascista. Deixe de dizer parvoíces.

 

Não acredito que no li...

É a cara da elite esse pensamento retrogrado...

 

O que surpreende é a cara de pau de dar uma declaração dessas em público e achar isso normal! Merecia um impeachment!

 

O Beto "Playboi" Richa é tucano. Precisa dizer mais alguma coisa? 

 

"Tudo me é lícito mas nem tudo me convém" Contra o Preconceito e a Discriminação, o repúdio e a Lei.

É preciso derrotar esse tipo de pensamento de uma forma eficiente.

Um tipo desses é governador de um estado do Brasil!

 

Gustavo Cherubine

Para  a  direita reacionária  PM é só  para bater  e  só. Odeio  esse povo.

 

Nada de direita reacionária,nem de esquerdopatia.sem paranóia.

O que os espertalhões querem,é que seja exigido curso superior para ingressar na PM como soldado,isso justificaria um aumento substancial de salários(vide PM-DF)

Richa está certo,curso superior para oficiais,curso médio para soldados(exigência para ingresso na PM)nada contra os soldados que queiram prosseguir nos estudos,

 

Mas o governador está coberto de razão! Afinal, pra dar porrada em bandido pobre, manisfestantes, grevistas, professores, estudantes, não precisa ter faculdade. Na verdade,o ideal é que os policiais fossem analfabetos.

 

Pois é...Os caras querem apenas um faminto cão de guarda, e não um policial de verdade. E obviamente sob esta declaração está embutida a questão econômica, uma vez que policiais com maior qualificação implicaria em maiores salários. Lembrando que:

    Pior

    Salário

    Do

    Brasil

 

Marcia, poe ser que vc tenha razão, mas não neste caso. O contexto da entrevista foi deturpado.

O Richa defende que não seja OBRIGATÓRIO o diploma de DIREITO para o ingresso de policiais na carreira.

Ele entende que o jovem egresso do serviço militar obrigatorio, com 19 anos, possa ingressar nos quadros da PM.

Quanto à insubordinação, foi a respeito dos egressos do serviço militar. Pelo que eu entendi DEPOIS DE OUVIR O ÁUDIO foi que o governador entende que um garoto que já passou pelo Exército tem mais aptidão do que aqueles que saem da faculdade de DIREITO para ingressar na PM.

Eu concordo com o Beto Richa nesse aspecto.