newsletter

Os cálculos e profecias do apocalipse para diversos Papas

Interpretações do Apocalipse

Fiquei sabendo recentemente sobre a profecia de São Malaquias que determina que o papado de Francisco será o último. Comecei a pesquisar interpretações do apocalipse na internet e me deparei com uma muito curiosa que considera que os sete reis são os sete últimos Papas que foram eleitos depois que o Vaticano se tornou estado. Mas este entendimento não me pareceu lógico pois o Papa Pio XI que assumiu em 1922 se tornou rei em 1929 (quando o Vaticano se tornou estado). Para dar lógica a este entendimento, conclui que um Papa deveria ser excluído do cálculo e me lembrei de João Paulo I, pois há suspeitas de que ele foi assassinado e um dos motivos apontados é que ele tinha intenção de divulgar o terceiro segredo de Fátima.

No apocalipse cap. 17 “A besta de sete cabeças” fala de sete reis, se desconsiderarmos João Paulo I, o Papa Francisco é o sétimo Papa depois que o Vaticano se tornou um estado, portanto ele é o sétimo rei. Nesta interpretação Bento 16 é o rei que era e já não é, e ele há de subir do abismo, As sete cabeças são sete montes (Roma) são também sete reis.

Morreram cinco, resta um (Bento 16) e o outro ainda não veio: e quando vier convém que dure pouco tempo (Francisco). E a besta que era e já não é, é ela também a oitava e também uma das 7 (Bento 16 vai voltar).

(Roma - http://pt.wikipedia.org/wiki/Sete_colinas_de_Roma)

Para minha surpresa encontrei no cap.11 “As duas testemunhas” respaldo para excluir JP I do cálculo, vejam: 

“E deu-se uma cana semelhante a uma vara, e foi-me dito: Levanta-te e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele fazem suas orações: Mas o átrio, que está fora do templo, deixa-o fora, e não o meças: porque ele foi dado aos gentios, e eles hão de pisar com os pés a cidade santa por quarenta e dois meses: e darei às minhas duas testemunhas, e eles vestidos de saco profetarão por mil duzentos e sessenta dias.” 

“Mas o átrio, que está fora do templo, deixa-o fora, e não o meças”, esta frase me dá respaldo para excluir JP I, considerando-o como o átrio fora do templo, ou seja, ele foi contra a forma com que as coisas estavam sendo conduzidas, portanto ele não faz parte das bestas.

Mas, já que eu havia chegado até aqui, pensei em medir o templo de Deus, e o altar e os que nele fazem suas orações considerando a besta de sete cabeças e a besta de dois corpos, e conclui que estas medidas poderiam ser:

Templo de Deus: Do início ao fim do período de reinado de uma besta.

Altar: O que está dentro do templo, ou seja os dias de reinado de uma besta.

Os que nele fazem suas orações: Total de Papas.

Lembrando sempre de deixar fora do cálculo o mês ou dias de JP I (que são o que denomino como “reais”, ou seja não são o que denomino como “Blíblicos”).

Outra coisa que me chamou a atenção na profecia é que Mil duzentos e sessenta dias são 42 meses de 30 dias, ou seja 1260 / 30 = 42. Isto me fez pensar em realisar dois tipos de cálculo, um em meses outro em dias que divididos por 30 podem ser transformados em meses. Também o fato de que o Vaticano se tornou estado a pouco mais que 84 anos (42*2), então determinei para o cálculo que um “mês Bíblico” equivale a dois “anos reais”.

A passagem “A besta que subiu da terra” relata uma besta que tinha dois corpos (Bento 16 e Francisco, dois Papas ao mesmo tempo) e que exercita todo o poder da primeira besta, que é a besta que subiu do mar (besta de sete cabeça que representa todos os Papas do período em que o Vaticano se tornou estado menos JP I). A besta que subiu do mar tinha uma das cabeças com ferida de morte e que foi curada (João Paulo II) e a besta que subiu da terra exercita todo poder da primeira besta cuja ferida mortal tinha sido curada, portanto a besta que subiu da terra vem depois que a besta que subiu do mar teve uma ferida mortal, portanto vem depois de João Paulo II e possui dois corpos (Bento 16 e Francisco), o número 666 é colocado nesta passagem.

Então vamos aos cálculos:

 

Cálculo para a besta de dois corpos:

Papado de João Paulo I - Início 26/Agosto/1978 – Fim 28/Set/1978. Duração 1 mês e dois dias

Cálculo em meses (Início do papado de Francisco):

Data em que o Vaticano se tornou estado – 11/02/1929. 

Data de Início do papado de Francisco: 11/02/1929 + 84 anos + 1 mês + 2 dias = 13/03/2013.

Este cálculo foi feito em meses considerando o “mês real” de JP I. A duração dos reinados até o início do papado de Francisco é de exatamente 84 (42*2) anos se retirarmos 1 mês e dois dias que corresponde ao átrio que está fora do templo.

Cálculo em dias (Fim do papado de Francisco):

A profecia sugere que devemos dividir os dias por 30 para termos o resultado em meses que equivalem a anos (1260 dias / 30 = 42 meses).

JP I teve 33 “dias reais” de papado que transformados em “mês real” é igual a 1,1 (33 / 30) que transformado em “ano real” é 1,1 ano (1 “mês bíblico” = 2 anos reais, portanto 1 “mês real” = 1 “ano real”).

0,1 ano = 1 mês + 6 dias.

84 anos + 1,1 anos = 85 + 1 mês + 6 dias.

Data em que o Vaticano se tornou estado – 11/02/1929 + 85 anos + 1 mês+ 6 dias = 17/03/2014.

Data de Fim do papado de Francisco: 17/03/2014.

Medidas do templo da besta de dois corpos:

1º Medida (Templo de Deus): de 13/03/2013 a 17/03/2014.

2º Medida (Altar): Representa o que está dentro do templo que são os 369 dias entre 13/03/2013 e 17/03/2014.

3º Medida (os que nele fazem suas orações): Total de Papas = 264.

Através do site http://pessoal.sercomtel.com.br/matematica/conline/ddias/ddias.htm, podemos calcular os dias entre datas.

Segundo o site http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_dos_papas, o papa Francisco é o de número 264.

369+264+33=666 (O número 666 pode ser a prova dos nove)(33 são os dias de João Paulo I).

 

Cálculo para a besta de sete cabeças:

1º Medida (templo de Deus): de 11/02/1929 a 17/03/2014 (início quando o Vaticano se torna estado e fim do papado de Francisco).

2º Medida (Altar): 31083 – 33 = 31050 (total de dias entre 11/02/1929 e 17/03/2014 menos 33 dias governados por JP I).

31050 / 30 = 1035.

1035 – 369 = 666 (No total de dias da besta de sete cabeças está incluído os dias da besta de duas cabeças).

3º Medida (os que nele fazem suas orações): Total de Papas: 264 – 264 = 0 (No total de Papas da besta de sete cabeças está incluído o total de Papas da besta de duas cabeças, portanto eles se cancelam).

Obs.: Assim como a data de início da besta de duas cabeças foi calculado em mês e a data de fim foi calculada em dias (transformando-se os dias em meses), o Altar da besta de dois corpos foi calculado em dias e o altar da besta de sete cabeças foi calculado em meses (transformando-se os dias em meses).

O número total (soma das duas bestas) é 1035 + 264 + 33 = 1332 que divididos por dois dá 666 para cada besta.

Média: 5 (3 votos)
1 comentário

Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Nastos
Nastos

http://pt.wikipedia.org/wiki/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_dos_papas

Somente fazendo uma correção. O Papa Francisco seria o 266.

Seu voto: Nenhum
imagem de Dhougllas
Dhougllas

Cara da uma olhada em

Cara da uma olhada em Apocalipse 14, versículo e10. Depois pesquisa a nova lei de implantação de chips que já está em vigor nos EUA e deverá chegar em breve no Brasil!

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.