Revista GGN

Assine

Delação oficial de Cerveró desmonta factoides da imprensa, por Miguel do Rosário

Enviado por Webster Franklin

Do O Cafezinho

 
Miguel do Rosário
 
Reportagem publicada no Valor hoje derruba um montão de factoides divulgados nos últimos dias, sobre a delação de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobrás.
 
O próprio Valor (que também pertence aos barões), para tentar reduzir o vexame passado pelos jornalões, enfatiza que Cerveró "muda versão de propina à campanha de Lula", omitindo dos leitores a explicação, básica, de que as informações anteriores sobre a delação de Cerveró eram baseadas em vazamentos ilegais, parciais e tirados de um processo de "pré-delação".
 
A "mudança" no depoimento de Cerveró evidencia a fragilidade de se basear qualquer denúncia com base em "delações premiadas", feitas por executivos desesperados para não serem "justiçados" por Sergio Moro.
 
Não apenas os depoimentos dos delatores não são confiáveis, como as perguntas de seus entrevistadores (procuradores ou delegados) são frequentemente capciosas, feitas com objetivo de criar respostas dúbias, mas que sirvam de manchetes para os jornais.
 
Já se detectou manipulação até mesmo no momento de transcrever as respostas dos delatores.
 
O vazamento parcial coroa um processo viciado do início ao fim.
 
Historiadores terão dificuldades para acreditar no nível de manipulação a que chegou a nossa imprensa, de tão ridícula que esta se tornou em seu afã para fazer política.
 
Os factoides sobre a delação de Cerveró baseavam-se em documentos contendo trechos de uma delação ainda não homologada, e portanto ainda não oficial de Cerveró, alguns deles encontrados no escritório de Delcídio Amaral.
 
Mais surreal ainda é que Aécio Neves tenha manifestado a intenção de agregar a delação de Cerveró ao processo que o seu partido move contra Dilma no TSE, só que o tucano usa como base as informações vazadas pela imprensa, que são falsas, e não a delação verdadeira de Cerveró, aquela homologada pelo STF (que também precisa ser comprovada, claro).
 
O Valor teve acesso à delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a única que tem valor legal, e que contradiz um monte de coisa divulgada pela imprensa nos últimos dias. Por exemplo:
 
1) Em sua delação homologada no STF, Nestor Cerveró não menciona Lula. Nem campanha de Lula. Cerveró fala que o "destino do dinheiro" da UTC seria decidido por Delcídio do Amaral.
 
2) Cerveró não menciona participação da Odebrecht em nenhum esquema, quanto mais no esquema do revamp (renovação do parque de refino) da refinaria de Pasadena.
 
3) Cerveró menciona R$ 4 milhões da UTC (os mesmos cujo destino seria decidido por Delcídio), doados pela empresa com vistas a uma contrapartida da Petrobrás: obras de revamp em Pasadena. Mas não fala em campanha de Lula. E admite que a UTC acabou não ganhando obra alguma em Pasadena. Ou seja, não houve contrapartida.
 
4) O nome de Dilma, que aparece algumas vezes na "pré-delação" vazada pela imprensa, não aparece uma só vez na delação homologada no STF.
 
5) O Valor, estranhamente, não fala nada sobre a delação de Cerveró acerca de um negócio do governo FHC na Argentina, que teria gerado propina de US$ 100 milhões para o PSDB. A omissão deve ser por conta da famosa máxima da imprensa nacional: "podemos tirar se achar melhor".
Média: 3.8 (24 votos)

Recomendamos para você

9 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Cerveró antes de expelir

Cerveró antes de expelir qualquer coisa que interesse a máfia midiática .

Ao ser inquirido na tutóia de dr.moro no Paraná :

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A mediocridade está atingindo

A mediocridade está atingindo níveis insuportáveis.

De ambos os lados.

Como esse cafézinho sabe qual é a "delação oficial"  ???

Só porque o Valor disse que é ???

E ele acredita no Valor ???

Seu voto: Nenhum (4 votos)

"Nascem demasiados homens, para os supérfluos criou-se o Estado"  Zaratustra

imagem de TJ
TJ

leia com atenção o post...

"O Valor teve acesso à delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a única que tem valor legal, e que contradiz um monte de coisa divulgada pela imprensa nos últimos dias."

Seu voto: Nenhum

Punições

O pior é que ninguém, absolutamente ninguém será punido pelas denúncias, manchetes e reportagens vazias. Inclusive quem tm a obrigação de cumprir função pública com isenção...

Seu voto: Nenhum (3 votos)

A coisa é tão surreal que eu

A coisa é tão surreal que eu confesso que não tenho certeza de qual delação vai acabar valendo, a legal que foi para o STF, ou a "legal, agora vai" que foi para o pig.

As duas realidades não estão batendo. Qual vai prevalecer? Enquanto os habitantes da realidade "real" seguem seu caminho entre perplexos e acomodados, os da realidade "mais emocionante" vão botando sua criatividade para funcionar.

A Folha por exemplo fêz um joguinho "quem é quem" na Lava a Jato. É para ligar apelido à pessoa, entre os "membros da quadrilha". O Lula, número 1, claro, é o "Brahma". Colocaram até o Mantega! que jamais foi citado em momento algum. Eu sugiro que a Folha dê um prêmio para quem acertar o joguinho. Pase livre para comer o quanto quiser no "Rei da Coxinha"(aqui no Rio tem um em Copacabana).

 O jornal do Otavinho fêz um erramos no caso do Mantega (pé de página no painel do leitor, que ninguém lê). Mas claro que o "erramos" de não ter incluído o FHC (citado na delação real do Cerveró) jamais.

Mas o mais interessante é que a Folha "informa" ao seu leitor que o Lula contratou o Nilo Batista após seu nome estar na delação do Cerveró. Só que o nome não está e o advogado foi contratado muito antes de vazar a delação "legal, agora vai". 

Para que ir assistir o novo Star Wars? Em matéria de ficção científica o pig está matando a pau!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Juliano Santos

imagem de Carla Antonia
Carla Antonia

Por quê?

Porque Dilma quis Janot na PGR? Por que fez questão que ficasse?

Eis as perguntas!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

hehehe, os coxinhas estão cada vez piores!

usam uma imprensa stalinista, e chamam os outros de bolivarianos!

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Brasil, há muito pra temer!

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A folha é contra a corrupção no pt, no psdb não!!!

 Frede69

Que jornalismo e que jornalistas são estes???

Hoje depois de algum tempo  li o estadão. A coluna dizia que Janot afirma que Lula deu carta branca a Collor na BR distribuidora.  No corpo do texto o jornalista afirma que Lula conseguiu uma reunião entre Collor e a diretoria da BR . ( Não cita fontes desta conversa tão pessoal, além do mais,  será que um senador precisa da indicação do presidente para se reunir com a diretoria da BR?).  Continua o articulista; na reunião Collor solicita que a BR compre antecipadamente   o alcool da usina de um amigo.  Continua o articulista; a direção da BR NÃO ACEITOU A PROPOSTA ( na coluna isto estava em letras minúsculasn é claro) . Isto me coloca em dúvida sobre o papel do Lula e também sobre o poder de Collor.  Então continua o articulista: diante desta negativa o amigo de Collor conseguiu um empréstimo no Banco do Brasil ("suspeitamente " comandado por Bendine). O articulista demonstrando um comportamento exemplar, escuta o outro lado e  informa que o Banco do Brasil nega.

Posso apenas concluir que:

1)Janot está equivocado ( sempre supondo a inocência em suas afirmações), pois  a tal carta branca   de Lula era apenas um cartão de visitas.

2) O poder de Collor sobre a diretoria da  BR me pareceu muito frágil.

3) Pedir empréstimos ao Banco do Brasil tornou-se algo muito suspeito.

 

Em resumo  ou o jornalista ficou envergonhado pelo que o patrão lhe pediu e propositadamente fez uma notícia contrária a manchete, ou o jornalista é incompetente    e não  sabe interpretar o que ele mesmo escreveu. Ou pode ser apenas uma tática de caluniar na Manchete e se livrar do direito de resposta  no corpo do texto. Estou lembrando que vazaram duas delações de Cerveró, uma para a mídia  e a outra  oficial. Livrando-se do direito de resposta os "jornalistas" criaram então a versão de   que Cerveró modificou a sua delação

Mas a outra pergunta que faço é sobre texto de Janot. Ele cita seguidamente Collor  mas ao longo do texto cita Loubet algumas vêzes, mas  segue falando sempre do Partido dos Trabalhadores, isto explicita de forma textual o viés político de Janot. Tem provas contra Loubet, mas faz ilações  e continua sendo um portavoz do PSDB, falando em organização criminosa. Como no caso do mensalão, após julgamento, os réus foram absolvidos da acusação de formação de quadrilha. Mas Janot parece não acreditar na justiça.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Vagalume do Brejo
Vagalume do Brejo

Oink, oink...

Oink, oink...

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de medroso curitibano
medroso curitibano

essse é o maior escandalo

essse é o maior escandalo sobre os tais vazamentos ilegais....

comprova que a maldade e a sedição  campeia, em parte do establishment

brocrático conluiado com a grande mídia..

essa colusão de obscuros interesses certamente nacionais e alienígenas

precisa ser desmascarada como esta sendo,

como tb deve ser desvelada totalmente

para que sigamos em paz nas nossas instituições...

 

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.