newsletter

Assinar

O xadrez político em um quadro indefinido

O quadro político é o seguinte, após a inundação de grampos pela Lava Jato. Há uma enorme guerra de informações superestimando atitudes contra Dilma e escondendo as posições a favor.

Nesse momento, está-se no auge da pressão pró-impeachment.

Serão necessários alguns dias para ver se a poeira assenta provisoriamente ou não, para poder avaliar melhor o cenário de curto prazo.

No momento, o jogo de forças é o seguinte:

Judiciário

Por oportunismo, interesse corporativo, preferências políticas, o sistema judiciário está rasgando todos os princípios de garantias individuais.

Já se aceitam como normais 114 conduções coercitivas, grampos sobre advogados de defesa, sobre a própria presidente da República. O decano do STF prefere se indignar com frases extraídas de conversas informais do que com a evidência de um estado policial em andamento.

Em Paris, em vez de deblaterar contra o grampo, o Procurador Geral da República Rodrigo Janot também preferiu responder às conversas informais gravadas

Em São Paulo, o Ministério Público Estadual ofertou uma delação premiada em um episódio sem maiores evidências, de contratação de uma orquestra espanhola pelo Teatro Municipal. E não recorreu ao instituto da relação no caso da merenda escolar ou dos trens, demonstrando um ativismo político crescente.

O que se observa são Ministros exauridos pela tensão querendo que a novela termine logo. Do outro lado, corporações – como a dos procuradores e delegados da Polícia Federal - entrando ativamente na política em favor da Lava Jato.

Todas as manifestações são de crítica ao conteúdo de conversas informais, e não de reação à escalada policial.

Definitivamente, ocorreu a politização da Justiça é um jurisdicismo de tratar a Constituição com um manual, de como atropelar os princípios sem deixar marcas legais. Lembra o manual dos torturadores profissionais, sobre como torturar sem deixar marcas.

Até que as figuras referenciais se apresentem, o sistema judiciário continuará oferecendo respaldo à Lava Jato.

Congresso

Havia espaço para negociação com o PMDB. A divulgação dos grampos colocou todo mundo em compasso de espera. Qualquer desculpa serve para desembarcar da canoa do governo. A última foi a indicação de um deputado do PMDB para um Ministério.

Foi aprovada a comissão do impeachment. Mas ainda há água vai rolar até o desfecho. O governo precisa de 171 deputados para derrubar a tese do impeachment.

Empresários

Há dois tipos de empresários: os que são contra o governo em qualquer hipótese e os que são a favor da alternativa menos custosa. Neste momento, se não surgir nenhum fato novo contra a escalada da Lava Jato, a alternativa menos custosa será o impeachment.

Se a caminhada do impeachment endurecer, abrem-se espaços para pactos de governabilidade menos traumáticos.

Movimentos sociais

Hoje será o dia da demonstração de mobilização dos movimentos sociais. Nas últimas semanas as diferenças com o governo Dilma foram deixadas para trás e a defesa da legalidade serviu para unificar o movimento. Mais do que em qualquer outro momento, a manutenção do governo dependerá da capacidade de mobilização dos movimentos sociais.

A decisão do governador de São Paulo Geraldo Alckmin de permitir manifestações contrárias hoje, é mais uma demonstração da escalada irresponsável visando acirrar os conflitos.

Lula

Terá que aposentar a jararaca. O momento exigirá, acima de tudo, habilidade para fazer baixar a poeira e tempo para remontar as alianças perdidas e perspectivas mínimas para a economia.

Cenário do momento

Há um quadro de radicalização crescente nas ruas e um desmoronamento de todas as formas de mediação jurídica ou política. A expressão estado policial define bem o momento. A segurança jurídica ganhou contornos políticos: tem segurança jurídica quem escolheu o “lado certo”.

Não se trata mais de uma disputa PT x oposição, mas um questionamento de todas as instituições e, especialmente, da democracia. A frente anti-impeachment está sendo engrossada por liberais e pelas bandeiras de defesa da democracia. Até que ponto a consciência democrática é forte no país, mesmo entre luminares do Judiciário?

Esta é a resposta que vale 25 anos de estabilidade democrática.

Média: 4.6 (43 votos)

Recomendamos para você

143 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

A maior parte da grande mídia está sendo derrotada.

A grande mobilização nacional em defesa do Ministro Lua e do Governo da Presidenta Dilma representa uma grande derrota para a maior parte da grande, que está perdendo consideravelmente a capacidade de manipular a opinião pública.

Após a maior parte da grande mídia intensificar os ataques a Lula e ao Governo da Presidenta Dilma, o que estamos assistindo é um aumento da mobilização social em defesa do Ministro Lula e do Governo da Presidenta Dilma.

Além disso,  a oposição PSDB não está conseguindo capitalizar a mobilização dos setores conservadores da sociedade, nem consegue subir nos palanques e são vaiados quanto tentam aparecer nas manifestações contra a Presidenta Dilma.

Estes fatores podem influenciar significativamente a votação na Câmara dos deputados, pois a maioria dos deputados do Norte e nordeste vão precisar do apoio de Lula para tentar se eleger em 2018, e como a votação na Câmara  é aberta, os eleitores saberão quem votou contra ou a favor do impeachment da Presidenta Dilma, o que pode resultar numa votação expressiva contra o impeachment da Presidenta Dilma, abrindo caminho para um período de estabilidade política.

Seu voto: Nenhum

2014---distribuição de renda

imagem de Lisiana Pinto Fajreldin
Lisiana Pinto Fajreldin

O Sucesssor

Oi, pessoal

 

Onde estão os outros 10 honrados ministros do STF, que até agora não se manifestaram a respeito da Constitucionalidade do "Impedimento"? Quem defenderá a Constituição e o Estado de Direito,  representado na pessoa da  Presidenta eleita? Se houver golpe, não haverá mais necessidade dessas Instituições!!! Não se sabe o que pode acontecer depois que a constituição for rasgada!!!!

 

 

     

O Vice Presidente está sumido. Em caso de Impedimento da Presidenta, e de sumiço do Vice, quem assume é o Presidente da Câmara dos Deputados, ou seja... Sr. Eduardo Cunha .

 

Socoorro, alguém ajude os comedores de mortadela!!! Nós não estudamos e não temos ninguém que nos defenda. Onde estão os intelectuaisde esquerda, os juristas, os advogados da União para entrarem com as medidas cabíveis, diante da gravidade dos fatos? nÃO ADIANTA SÓ FAZER ATO E CARTAS ABERTAS,TEMOS É QUE PARTIR PARA AS AÇÕES.

Seu voto: Nenhum
imagem de +almeida
+almeida

STSEP - Supremo Tribunal Superior do Estado do Paraná

Não é de hoje que venho observando um crescimento indecoroso de decisões abusivas, parciais, preconceituosas e absurdamente tendenciosas patrocinadas, alucinadamente, por esse acovardado judiciário brasileiro. Muito me preocupei, com os vários sinais (inconscientes?) deixados explicitamente por essas mesmas decisões, que indicavam claramente uma espécie apologia ao crime originadas desse vergonhoso, decepcionante e pior judiciário pós-ditadura.

Pode parecer exagero, porém nunca assisti, vindo da instituição do judiciário brasileiro, uma produção de tanta descompostura, tanta insolência, tanto desacato, tanto escárnio, tanta covardia,  tanto desprezo, tanta politização e tanto desrespeito a constituição federal, a democracia, a ordem e ao estado de direito.

Acovardado sim, o judiciário está acovardado, está inerte, está incompetente, está com medo, está com medo, está com medo, está tremendo, está deixando de aplicar a sua autoridade, está mostrando não saber ser justo ao fazer justiça.

O judiciário também deixa mostras vergonhosas de que está se partidarizando pela oposição e contra o PT. As Fraudes, As Corrupções, Os Desvios, As Negociatas, As Transferências Bilionárias para Paraísos Fiscais de Políticos da Oposição, de Mega Empresários Simpáticos a Oposição e a Grande Mídia, os deixam Nadando em Mar de Contentamentos, enquanto o judiciário Manda Investigar Rigorosamente (Quá, Quá, Quá,...) Pedalinhos, Caixas de Vinhos, Promessas de Compra e Venda em Branco, Conversas Informais e uma Alternativa Política de Pleno Direito do Governo, para tentar fazer o país conquistar um entendimento equilibrado, que nos devolva a Paz e Nos Conduza  Novamente ao Progresso, o qual Nos Foi Brutamente Seqüestrado e Maliciosamente Orquestrado, pela Grande Mídia e pelo Supremo Tribunal Superior do Estado do Paraná, para Paralizar, Depreciar e Ridicularizar o Brasil, diante do mundo .  

Seu voto: Nenhum
imagem de LC
LC

GAME OVER

Alguns erros do governo (opinião parcial de alguém a favor da saída, apenas para ser sincero):

1)      Quando do domingo da reeleição, faltou liderança e percepção da Presidente para entender que os milhoes de votos que ela perdeu do 2º turno de 2010 para o 2º de 2014 (nos quais eu me incluo) são de pessoas que poderiam ser reconquistadas. Gritar “abaixo a Rede Globo” no dia da vitória eleva a emissora a um papel de relevância em face do governo federal que ela não tem. O discurso de aceitação da vitória foi patético. Aliás, a Globo gostou tanto disso que repetiu no JN o grito da ridícula Jandira F. na posse do Lula, perecia um grêmio estudantil de periferia;

2)      O Levy de fato não foi um bom ministro, mas quando a FIESP e a Firjan se manifestaram contra a saída da Dilma no início de 2015, ela deveria ter entendido que ele era o último trem, e fechado com ele fanaticamente. 2015 teria sido uma tragédia, mas a máquina agora estaria rodando novamente;

3)      O Lula obviamente teria que ter sido condidato em 2014; mas se fosse para ser ministro, teria que ter sido nomeado há mais tempo. Da forma como o procedimento foi conduzido (independentemente dos grampos ilegais), está muito claro que ele quis fugir da 1º instância.

4)      Por último, vocês querem que ela fique até 2018 para fazer exatamente o quê? O Levy era do “mal”. O Barbosa era o “amigão” de vocês, e agora vocês são contra ele. O Lula queria ser jararaca, agora quer ser paz e amor. O que o governo quer? Ninguém sabe...

          O jogo acabou. Aliás as manifestações ontem passaram claramente a ideia de que apenas a CUT e alguns movimentos sociais estão com o governo. Na avenida Paulista foi esteticamente impressionante. Nos outros lugares nem tanto. No RJ foi triste e ridículo, só conseguiram encher uma rua e um discurso da apagada Benedita da Silva. É muito pouco.

          Qual a surpresa? Se havia algum deputado na dúvida, a manifestação de ontem não o trouxe para mais perto do governo. E ainda fomenta o perigo de que pessoas que não gostam do caráter radical das manifestações antigoverno se sintam motivadas a aparecer nos próximos protestos. Nesse momento a única coisa que a que esse governo não pode se apegar são os números...

Seu voto: Nenhum

Desculpe a verdade, LC vc

Desculpe a verdade, LC vc está jogando para platéia leiga, nada mais. Tudo que disse está fora do contexto da honestidade moral.

Tenha paciência aqui é um blog de pessoas instruidas, ninguém vai cair nesse bla-bla-bla de Aécio e golpistas do PSDB.

As mentiras para pessoas dignas como Dilma e Lula, Jandira Feghali não se sustentam; pense no Brasil, nas pessoas que estão ficando sem emprego e vocês pondo lenha no quanto pior melhor para se dar bem na vida.

Chega!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Uma ideia ou intuição dita de modo próprio pode servir de via de acesso em direção a percepção metafísica do ser e o quanto no universo ele é capaz de constituir por si mesmo para tal transcendência existencial.

imagem de Mogisenio
Mogisenio

1592- Manifesto de

1592- Manifesto de Professores de Direito em favor da Democracia e da Constituição "NOTA  À COMUNIDADE:  OS PROFESSORES ABAIXO ASSINADOS, diante dos riscos à estabilidade democrática e ao primado do Estado de Direito verificados nos últimos dias, vêm manifestar o seu compromisso incondicional com a luta pela democracia, pela prevalência dos direitos humanos e pela ordem constitucional. Confiamos que o Poder Judiciário, alicerce fundamental da legalidade e do equilíbrio entre os poderes devidamente constituídos pelo povo em sua Constituição, irá assumir o seu papel de proteger incondicionalmente as garantias processuais inerentes à ampla defesa, ao contraditório, à presunção de inocência e ao devido processo legal. O Judiciário deve atuar para fortalecer o processo político democrático, e repudiar a atuação de seus membros que busquem agir como protagonistas dos juízos políticos e da militância contra ou a favor de qualquer pessoa, partido político ou instituição. As exceções não podem desmoralizá-lo. Detenções discricionárias, vazamentos para a imprensa, punições seletivas, participação de juízes em movimentos políticos, divulgação irregular de gravações (inclusive entre advogados e seus clientes) e quaisquer expedientes probatórios não realizados segundo a mais estrita legalidade não podem, se comprovados, ser tolerados, sob pena de renunciarmos ao principal capital político e moral alcançado pela Constituição de 1988: a democracia, que é um valor inegociável. O combate à corrupção e à apropriação da coisa pública por interesses privados é uma conquista definitiva da sociedade brasileira, mas tem que ser realizado no estrito cumprimento da lei. Belo Horizonte, 17 de março de 2016." Thomas da Rosa de Bustamante (Direito/UFMG)José Luiz Quadros de Magalhães (Direito/UFMG)Misabel Abreu Machado Derzi (Direito/UFMG)Mariah Brochado (Direito/UFMG)Daniel Gaio (Direito/UFMG)Emílio Peluso Neder Meyer (Direito/UFMG)
Fabiano Teodoro de Lara Resende (Direito/UFMG)Giovani Clark (Direito/UFMG)Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira (Direito/UFMG)Maria Fernanda Salcedo Repolês (Direito/UFMG)Fabrício Bertini Pasquot Polido (Direito/UFMG)Miracy  Barbosa de Souza Gustin (Direito/UFMG)Renato César Cardoso (Direito/UFMG)Leandro Martins Zanitelli (Direito/UFMG) Andityas Soares de Moura Costa Matos (Direito/UFMG)Daniela Muradas (Direito/UFMG)
Davi Diniz (Direito Unb/UFMG)Maria Rosaria Barbato (Direito/UFMG)Marcelo Maciel Ramos (Direito/UFMG)Camila Silva Nicácio (Direito/UFMG)Vitor Bartoletti Sartori (Direito/UFMG)Onofre Alves Batista Júnior (Direito/UFMG)Maria Tereza Fonseca Dias (Direito/UFMG)Adriana Goulart de Sena Orsini  (Direito/UFMG)Adriana Campos Silva (Direito/UFMG) Marcelo Campos Galuppo (Direito/UFMG)Pedro Augusto Gravatá Nicoli (Direito/UFMG)Marcella Furtado de Magalhães Gomes (Direito/UFMG)

 

Seu voto: Nenhum

Nassif

honestamente, eu acredito que havendo um golpe, haverá aqui e ali, num crescendo, nichos de desobediência civil e aí uma convulsão social sem precedentes nesse país. Que o destino não nos seja cruel, meu caro.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Hélio Jorge Cordeiro

imagem de Mogisenio
Mogisenio

NÃO VAI TER GOLPE!!!!

Fui à passeata  CONTRA O GOLPE.

E digo com todas as letras a minha vontade:  não vai ter golpe!!!!

Mas, fiquem atentos. O golpe está orquestrado. Por exemplo, todo mundo já sabe:  ligue na globo, em qualquer horário. Chute um horário qualquer, de madrugada, de manhão, na hora do almoco, no jornal nacional( nem precisa dizer), enfim. 

Verás o golpe publicado diante de seus olhos!

Incrível!

 

Por isso, espero que seres humanos realmente de bem, com poder de decisão, barrem  essa busca alucinada pelo  golpe.

 

Boa sorte a todos.

 

 

Seu voto: Nenhum

A verdade nua e crua é que

A verdade nua e crua é que sergio moro conseguiu, com a divulgação da conversas de lula falando mal do judiciario, unir quase todo o poder judicial em torno dele. 

Se as gravações são legais ou não, é outra historia. O estrago já foi feito. O judiciario está uma fera com lula e o governo. A partir de agora, qq processo que chegar é pau na certa. 

Um golpe onde os atores são a midia e o poder judiciario não tem como freiar, a não ser com as massas na rua. E tem que ser muita mesmo.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Antonio's
Antonio's

STF desMOROnou

Grampeado, omisso, acovardado e até citado para justificar sentença de juiz de primeira instância, que Lula sendo julgado

pelo Supremo seria beneficiado, contando  os votos dos sete juízes indicados pelos Governos de Lula e Dilma. Deixa o barco

correr e só assiste as ilegalidades praticadas na lava jato, afinal de contas temos ou não temos Justiça. Pelo que estamos

vendo a balança está pendendo só para o lado  da direita.

 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Pedro  Carlos Penido Veloso dos Anjos
Pedro Carlos Penido Veloso dos Anjos

Isto.

Isto.

Seu voto: Nenhum
imagem de luiz valentim
luiz valentim

O lado positivo das conversas pubicizadas:

Com a divulgação midiática a exaustão agora todo mundo já sabe que o poder judiciário acovardou e estão discutindo nas rodas de boteco o que isso significa na vida do cidadão comum..

É chocante e vergonhoso ver o Presidente da associação dos Juízes Federais relativizando a Lei na globonews.

 Moro está acima de Deus , pois , disse que  "por interesse público" eles ,Juízes, podem ferrar qualquer cidadão .

A máscara caiu.

o corporativismo foi ao extremo.

Querem autonomia para que o interesse privado sobrepoe ao interesse público.

Senhores Funcionarios de governos: Se querem usar seu trabalho e seu saber só para seus objetivos saiam de seus emregos.Vão para a iniciativa privada.

Tão ficando doidos?

Não sabem o significado da palavra : Funcionário Público?

Seu voto: Nenhum
imagem de luiz valentim
luiz valentim

Pela primeira vez um Judiciário protagoniza a tomada de Poder

Um Judiiário manobrando um golpe não como coadjuvante mas como ator principal é a maior vergonha mundial que o Brasil tá passando.

Os olhos do mundo vendo um Presidente que revolucionou , inovou e conseguiu combater a fome e a miséria num momento que a economia capitalista protagonizava o contrário em todas as partes do mundo?

Pois bem , esse homem admirado pelos humanistas do mundo todo teve sua privacidade estuprada, teve sua família achincalhada, seus direitos individuais violentados pelo maior veículo de Midia do País e , pasmem, tudo isso comandado por um juíz de província e visto por um Supremo acovardado, , Um Supremo que tem medo da opiniao pública manipulada é o que?

Triste ver ex-guerrilheiros, ex apologistas da democracia, ex Juristas defensores do estado democratico de direito fazendo de tudo para legalizar e legitimar o golpe.

Relativizand a democracia e as leis essa corga estão relativizando sua moralidade , sua idoneidade .

Pergunto a esses senhores: Pra quê vieram ao mundo?

Respeitem seus descendentes.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Márcia Nogueira
Márcia Nogueira

E já não aconteceu no

E já não aconteceu no Paraguai e na Nicarágua?

Seu voto: Nenhum
imagem de Rodrigo Silva
Rodrigo Silva

Diante do contexto atual,

Diante do contexto atual, avalio que é questão de tempo para o fim do governo petitsta (por impeachment ou renúncia). Além da crise econômica, a base social e política do governo Dilma está cada vez mais em baixa. Lembro que hoje a OAB anunciou o apoio ao impedimento da presidenta. 

Chegou o momento dos movimenos sociais e de todos que defendem a democracia e as políticas sociais fortalecidas nesses últimos anos, começarem a se organizar contra o futuro previsível de acirramento da política neoliberal conservadora dos grupos políticos que poderão assumir o poder central.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Jotage
Jotage

Defesa da democracia

A OAB apoiar o golpe não é nenhuma novidade.

Quanto a defesa da democracia, bem eu já estou de saco cheio.

Defendo a democracia desde criança (tenho mais de 60) e sofri muito com todos os descalabros da ditadura e governos entreguistas. Me assusta hoje, ver grande parte da população apoiando os corruptos que estavam no poder e a mídia fascista e golpista.

Em caso de impedimento da presidenta, eu me sentirei como não pertecente a este país.

Já tendo tido várias oportunidades de trabalhar e residir fora, começo a contar com a possibilidade de ser um estrangeiro em um outro país, onde pelo menos exista patriotismo. Deixarei o país para os coxinhas e eles que cuidem de seus filhos.

Seu voto: Nenhum
imagem de Pedro Paulo Salazar
Pedro Paulo Salazar

GENTE ATENÇAO JUIZ GILMAR

GENTE ATENÇAO JUIZ GILMAR MENDES ANULOU A POSSE DO LULA NA CASA CIVIL AGORA A NOITE, DEVE ESTAR TUDO TRAMADO PARA O COM O SERGIO MORO PARA PRENDÊ-LO AGORA A NOITE COMO SEMPRE NO FIM DE SEMANA E COM O RECESSO DA PASCOA A CORTE NÃO VAI TRABALHAR, UM ABSURDO.
http://www.brasil247.com/.../Gilmar-suspende-posse-de...

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pedro Paulo Salazar
Pedro Paulo Salazar

GENTE ATENÇAO JUIZ GILMAR

GENTE ATENÇAO JUIZ GILMAR MENDES ANULOU A POSSE DO LULA NA CASA CIVIL AGORA A NOITE, DEVE ESTAR TUDO TRAMADO PARA O COM O SERGIO MORO PARA PRENDÊ-LO AGORA A NOITE COMO SEMPRE NO FIM DE SEMANA E COM O RECESSO DA PASCOA A CORTE NÃO VAI TRABALHAR, UM ABSURDO.
http://www.brasil247.com/.../Gilmar-suspende-posse-de...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Manter a cabeça fria e agir com serenidade...

para obter julgamento favorável da maioria dos ministros do STF Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,gilmar-mendes-suspende-posse-de-lula-e-mantem-processo-com-moro,10000022110que invalide a decisão monocrática do Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,gilmar-mendes-suspende-posse-de-lula-e-mantem-processo-com-moro,10000022110Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,gilmar-mendes-suspende-posse-de-lula-e-mantem-processo-com-moro,10000022110ministro Gilmar Mendes, que suspende a nomeação de Lula como ministro-chefe da Casa Civil.

Quem deve recorrer é a Advocacia Geral da União pois é o ato de nomeação da presidente Dilma que está suspenso. Ninguém melhor que este cidadão Gilmar Mendes como retrato do obscurantismo, da casa grande e deste passado de escravos enterrado em nós... brasileiros. Não fazer o jogo da direita. Os aloprados que se comportem.Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias

Siga @Estadao no Twitter

Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no TwitterLeia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,gilmar-mendes-suspende-posse-de-lula-e-mantem-processo-com-moro,10000022110

Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

Seu voto: Nenhum

Tudo volta como antes!

http://www.msn.com/pt-br/noticias/crise-politica/stf-suspende-posse-de-l...

Seu voto: Nenhum

Disputa

 Não existe mais Oposição X PT porque todos os partidos estão ferrados e todos tem seus podres,por enquanto é PT X Justiça quando tudo acabar será Partidos X Justiça.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de André W.
André W.

Cardozinho vai defender a

Cardozinho vai defender a Dilma, ela já caiu. Vislumbro um "grand finale" com o Moro respondendo a um inquérito, suspenso das funções de juiz, a lava jato toda comprometida pelas ilegalidades, e o Cunha fazendo discurso de abertura das Olimpíadas ao lado do Aécio e do Bolsonaro.    E viveram felizes para sempre.   

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Miguel BCR
Miguel BCR

Única certeza

Nassif, 

a única certeza é que quando tudo isso acabar, independente de quem ficar no governo, teremos Polícia Federal, Receita Federal, MPF e judiciário com menos autonomia e poder de investigação.

Ou alguém aqui acha que quem ficar não vai querer se precaver?

abç

 

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de gabi_lisboa
gabi_lisboa

Olha aí Nassif o Janot de novo

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/221755/Lava-Jato-culpa-Janot-por-...

 

247 - Procuradores da força-tarefa da Lava Jato informaram o jornalista Graciliano Rocha, da Folha de S. Paulo, terem recebido a autorização do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, antes de divulgar o áudio envolvendo o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff na última quarta-feira 16.

Segundo os investigadores, Janot ouviu antecipadamente as gravações e autorizou a retirada do sigilo pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância. Procurado pela Folha, Janot, que está na Europa, negou, porém, que tivesse conhecimento da existência das gravações antes de elas virem a público.

Os investigadores apontaram que primeiramente integrantes do grupo da PGR foram avisados sobre a existência e o conteúdo dos áudios envolvendo Lula, com exceção da conversa com a presidente, que ainda não estava anexada aos autos. A informação, segundo eles, foi imediatamente levada a Janot, que, da Europa, teria dado a autorização para a retirada do sigilo das conversas.

Seu voto: Nenhum
imagem de Fabio Ortiz Jr
Fabio Ortiz Jr

"Pequena" observação

Não é que "não se trata mais de uma disputa PT x oposição..."

Na verdade nunca o foi.

Perdeu-se um tempo enorme, cedeu-se terreno demais por conta dessa falsa questão.

Aliás, exatamente como os golpistas pretenderam pautar.

Esperemos que a percepção disto, ainda que tardia, e a força do contragolpe, agora reunida, sejam suficientes.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Falando sério. Depois de

Falando sério. Depois de todos os acontecimentos a presidencia da republica ainda usa telefone sem criptografia. Isso é inacreditável. Onde está a ABIN para alertar a presidente para usar uma linha privada e criptografada.

É um governo de crianças.

Um ex-presidente investigado de todos os lados e ainda fala tudo no telefone é muito ingenuidade. Onde estão os advados  dele para alerta-lo a não falar muito coisa que possa compromete-lo. Aqui os advogados do ex-presidente falharam feio.

Aliás, advogado de esquerda é quase tudo fraco. Os da direita foram atras das ligações do delegado protogenes e conseguiram provar que ele chamou a imprensa para ver a prisão do banqueiro daniel dantas. Resultado, foi demitido, condenado e cassado. Hoje é um ze ninguem, pelo menos em termos politicos. É pra fazer a mesma coisa contra os delegados dessa operação lava jato. Mas não sei porque cargas dagua não fazem nada.

Sinceramente, é duro defender essa presidente. Politicamente é uma múmia. As virtudes pessoais dela  não valem uma virgula nesse momento. Ela corre o risco de cair e ser substituida por um grupo comprovadamente o mais corrupto desse país. E ironicamente, ela pode cair justamente por um de seus lemas: o cobate à corrupção.

Combater a corrupção no meio de hienas, republicanamente, é dar um tiro no pé. 

O judiciário, quando haje politicamente como agora, não precisa de crime algum para condenar. As sentenças, nesse caso, já devem está prontas, faltando somente colocar os nomes dos condenados.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Cesare Beccaria dispensa interpretação

Do delito e das penas, recortado do wikipediaSuas ideias foram parar até na conscituição dos EUA.Restrição à atuação dos juízes

Os juízes não teriam autoridade para interpretar as leis, vista a sua frequente arbitrariedade. “Somente as leis podem decretar as penas sobre os delitos, e esta autoridade não pode apoiar-se senão na obra do legislador que representa toda a sociedade unida por um contrato social”.

Deste modo, a única forma de interpretação autêntica, além daquela reservada ao soberano legislador, seria a literal. A observância estrita da lei escrita representaria a garantia de que os cidadãos não se sujeitariam mais às tiranias de muitos, pois o espírito da lei entregaria ao juiz a vida e a liberdade de cada um, e poderia acarretar em decisões contraditórias em casos iguais ou semelhantes. Em cada delito, o juiz deve fazer um silogismo. A lei geral é a premissa maior, o suposto ato delituoso é a premissa menor, e a consequência lógica é a pena ou a liberdade. Quando o juiz estiver constrangido ou quando se puder fazer dois silogismos, abre-se a porta à incerteza. De mesma forma ocorre incerteza quando o juiz faz raciocínios equivocados ou submete a análise do fato a seus humores.

O juiz deve ser imparcial: “então os juízes devem ser metade pares do réu, metade pares do ofendido; assim, em sendo balanceado cada interesse privado que modifica, ainda que involuntariamente, as aparências dos objetos, não falam senão as leis e a verdade”.

Beccaria critica as penas distintas que acometem o mesmo cidadão perante os diversos tribunais. “Por isso, vemos os mesmos delitos de um mesmo tribunal punidos diversamente em diversos tempos, por haver consultado não a constante e fixa palavra da lei, mas a errante instabilidade das interpretações”. Conclui que a interpretação das leis é um mal. O juiz deve fazer um raciocínio lógico completamente independente de fatores externos.

Quanto às provas, Beccaria defende que aquelas que autorizem a condenação devem constar expressamente na lei e não ficar ao arbítrio do magistrado. Contudo, considera a regra de que todo homem deverá ser considerado inocente até que fique demonstrada sua culpa.

Acusações Secretas

Nesta mesma linha, Beccaria posiciona-se contra os julgamentos secretos e contra as acusações secretas, já que poderiam levar a uma condenação injusta e seriam capazes de impossibilitar a defesa do acusado pela sua total ignorância. O segredo gera desconfiança dos súditos/cidadãos e é o forte escudo da tirania. Assim, Beccaria defende a publicidade das penas e acusações. Beccaria também se mostra indignado com as inquirições capciosas, que levavam o réu a responder conforme a vontade do inquiridor, os quais sugeriam respostas incriminadoras. As leis da época permitiam a tortura para a obtenção das respostas desejadas.

Testemunhas

A credibilidade das testemunhas é proporcional ao seu interesse em mentir, odiar, ou amar, ou seja, tanto menor é a credibilidade quanto maiores os humores da testemunha, e também seus interesses particulares. É necessário que haja mais de uma testemunha porque, até o momento que uma afirma e outra nega, nada está certo, e prevalece o direito que qualquer um tem de ser considerado inocente. Por fim, ressalta-se a falta de credibilidade em testemunhos orais, isto é, quando se repete o que alguém falou, pois os gestos, o tom, as palavras exatas não poderão ser reproduzidos sem vícios.

Tortura[editar | editar código-fonte]

Beccaria repudia a tortura, chamando-a “crueldade consagrada”, uma vez que é utilizada “enquanto se forma o processo, ou para fazê-lo [o réu] confessar um delito, ou para as contradições nas quais incorre, ou para a descoberta dos cúmplices, ou por não sei qual metafísica e incompreensível purgação de infâmia”. Afirma o autor que é método digno apenas de canibais e bárbaros, e que é seguro que ela absorve os fortes perversos, e condena os fracos inocentes (posto que é prova de resistência à dor, não parâmetro de verdade).

Acredita que a tortura é usualmente utilizada judicialmente como forma de extração da confissão dos suspeitos. Tal instrumento é visto, sob influência de teorias de direito natural e de direitos inalienáveis cuja violação não pode ser moralmente justiçada, contrário ao direito de preservação da própria existência do individuo. Isto porque a confissão obtida sob tortura compeliria os suspeitos a se auto comprometerem, gerando maior dano e sofrimento . A sociedade, portanto, deve proteção ao indivíduo até que se apure, sem a incidência de processos cruéis, a sua responsabilidade. Condena, assim, de forma extremamente atual, que se trate como culpado alguém apenas acusado.

A tortura representa um risco: se o objetivo das penas é causar terror aos inocentes para que não cometam os delitos, qual a coerência em torturar um possível inocente? Uma segunda incoerência é a infâmia que a tortura gera, quando seu objetivo supostamente é retirá-la. Um terceiro fator de estupidez da tortura é sua aplicação quando o réu se contradiz. Ora, como esperar que um homem não se contradiga quando, mesmo tranquilo, o faz? Como esperar, também, que ele não invente fatos, confesse algo que não fez ou incrimine outras pessoas para se livrar do sofrimento?

Beccaria demonstra toda sua repugnância e descrença nesse método desumano. Deve ficar claro que em momento algum ele se posiciona contra as penas violentas ou hoje consideradas cruéis, mas sim a tortura como método de obtenção de prova.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Henrique O
Henrique O

Classes empresarias caxienses estão no golpe oficialmente

"NOTA OFICIAL: Pelo futuro do BrasilEm nome dos princípios da livre iniciativa, da cidadania, da governabilidade, e diante da gravidade da crise política e econômica brasileira, a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) e os Sindicatos Patronais abaixo relacionados vêm a público declarar apoio incondicional ao processo de impeachment da Presidente da República, dentro dos limites constitucionais, ao mesmo tempo em que manifestam confiança no trabalho da Justiça e Polícia Federal nas ações de combate à corrupção.Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do SulCâmara dos Dirigentes Lojistas de Caxias do SulSindicato da Indústria da Construção Civil de Caxias do SulSindicato da Construção Pesada e Terraplenagem de Caxias do Sul e RegiãoSindicato da Indústria do Vinho do Estado do RSSindicato das Empresas de Refeições Coletivas da Região NE do RSSindicato das Empresas de Representação Comercial e dos Representantes Comerciais Autônomos da Região NE do RSSindicato das Empresas de Serviços Contábeis da Região Serrana do RSSindicato das Empresas de Veículos de Carga de Caxias do SulSindicato das Indústrias da Alimentação de Caxias do SulSindicato das Indústrias da Madeira do RSSindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem de Caxias do SulSindicato das Indústrias de Joalherias e Lapidação de Pedras Preciosas do RSSindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste GaúchoSindicato das Indústrias do Vestuário e do Calçado do Nordeste GaúchoSindicato das Indústrias Gráficas da Região Nordeste do RSSindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do SulSindicato do Comércio Varejista de Caxias do SulSindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo da Serra GaúchaSindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do SulSindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e VinhoSindicato Intermunicipal das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento Turismo de Caxias do SulSindicato Rural de Caxias do Sul Nota publicada na capa de hoje - dia 18 - do jornal Pioneiro de Caxias do Sul, RS

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Néia
Néia

Há que escolher

Que texto contraditório! Ou o apoio é incondicional ou é dentro dos limites da Constituição e aí não tem impichman.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Medo?

Todos os empresários brasileiros devem estar apreensivo e com razão, pois se contribuiram para todos os partidos, inclusive para o PT, podem serem presos preventivamente pela contribuição ao PT, depois acham a culpa.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Hildermes José Medeiros
Hildermes José Medeiros

Não está amarrando a lata no rabo do gato, mas está segurando o

Claro, todos, Ministério Público, Polícia Federal (vai até fazer manifestação), Justiça (até já se manifestaram), o Supremo Federal (alguns ministros estão indginados, e muito) e 13ª (PT) vara do Paraná do facistóide juíz Sérgio Moro, seguindo pauta da mídia golpista e com total apoio principoalmente das Organizações Globo, estão tentando um golpe de estado. Claro que apoiam a oposição que PERDEU as últimas eleições presidenciais, e liderada pelos perdedores quer afastar Dilma e o PT do poder, e de quebra, impedir Lula impedindo-o de disputar eleições. Dos ministros do STF que se pronunciaram, o Presidente Ricardo Levandowsky declara que a Corte Suprema e seus Ministros cumprem seu papel de defender a Constituição e as Leis. Fosse o caso, o STF, ainda mais agora neste momento, teria avocado o Processo Lava jato, que nitidamente, segundo inúmeros juízes e juristas, inclusive da Corte, caso de Celso de Mello e Roberto Barroso, já demonstraram as distorções legais com que opera o juíz Moro, nitidamente procurando desestabilizar o país e as instituições. O STF na realidade está prevaricando, fugindo de suas responsabilidades. Não está amarrando a lata no rabo do gato, mas está segurando o gato.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pontos a comentar

Minhas considerações:

A disputa pelos votos passa pelas dívidas dos estados com a união e pelas eleições municipais - especialmente os grandes municípios. Aí que será o jogo que Lula e JW vão jogar. Apoio em troca de apoio. Se não conseguir 171 votos, talvez não mereçam mesmo governar, mas é muito factível enterrar na câmara. Porque?

A LJ está unindo novamente PT e PMDB. Entendam: A escalada golpista acaba com o PMDB e o PT pra entregar tudo de bandeja ao PSDB/Oposição. Cunha quer vingança pois já foi sacrificado, mas não achem que o Senado e boa parte do PMDB da câmara vê lucro em derrubar o governo. PT e PMDB agora querem o fim da LJ e acreditem: um acordo será costurado para enterrar ela para alcançar uma normalidade, em troca do fim dessa história de impedimento.

A LJ vai acabar em pizza - uma pena - mas é culpa do partidarismo e insanidade da república de curitiba. Voltam para o limbo de onde saíram.

Toda essa revolução é do baixo clero - explico: o baixo clero do judiciário está revoltado (1ª instância), o baixo clero da câmara está revoltada (BBB), mas não os líderes dos dois grupos: legislativo e judiciário. É possível que um acordo entre planalto/STF/câmara e é nisso que o planalto aposta.

Notem que MAM se revoltou contra as arbitrariedades, Celso de Mello reclamou mas é garantista - acovardado mas garantista. E GM não manda mais em nada, só fala pra mídia. Renan desde o começo se preocupou em colocar o Temer na coleira - e colocou - e deixou o Cunha entregue a própria sorte. Temer ficou fascinado com a possibilidade de virar presidente pelo golpe. Renan não foi mordido pela mosca azul - já que ele assumiria caso caísse Dilma/Temer.

Porque esse acordo não foi feito antes? Porque ninguém entra num acordo assim até ter certeza de que não tem mais jeito. Acho que todos já perceberam que os fanáticos de curitiba não tem limites, e que vão perder o controle do baixo clero. A situação correu frouxa até perceberem que estamos chegando num limite. Chegamos no limite? Talvez. As manifestações contra a Dilma e contra a nomeação do Lula foram pífias, amplificadas por uma imprensa morrendo de fome e desesperada. Mas cabeças rolarão para agradar os sedentos de sangue sem que nada se modifique.

Será que o planalto só vai conseguir o acordo quando chegar no senado, ou vão conseguir somente na câmara? E agora? O que fará o orquestrador? O elo mais fraco continua sendo o STF. O planalto está firme e o legislativo como fiel da balança. O planalto tem Cardozo, Aragão e Janot - ainda acredito - para contrabalançar os grampos, ameaças e chantagens que alguns ministros sofrerão.

Acredito que os movimentos sociais vão entrar em campo hoje com muuuuuita disposição e deixar claro que 54 milhões de votos não serão desprezados pelas elites.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de arkx
arkx

Brasil em transe (2)

-> “Porque esse acordo não foi feito antes? Porque ninguém entra num acordo assim até ter certeza de que não tem mais jeito.”

análise correta no curto prazo: a escalada leva a um impasse de ruptura institucional a ser evitada por todas as forças políticas estabelecidas;

análise incorreta no médio e longo prazo: não há retorno, tampouco fuga para a frente. o sistema político e as instituições faliram, estão desabando na nossa frente. vai ser preciso a reconstrução da institucionalidade democrática. caso contrário a crise vai voltar ainda mais grave.

ou seja: a proposta conseqüente seria trabalhar por um acordo agora, como forma de ganhar fôlego para uma atuação organizada e conjunta (facilitada pela frente formada de reação ao golpe) de reconstrução da Democracia.

.

Seu voto: Nenhum

Quase lá, falta a mesa com quatro comensais

O quarto, que pode ser as forças armadas, não está feliz com acordão nenhum até agora.

Muito mais provável é que o processo de amadurecimento da República brasileira cobre um preço um pouco mais alto da Nação e do povo.

Como evitar tragédias?

Só existe um jeito, na minha humilde opinião, entregando justiça para a população, o que se consegue com um governo econômico e que produza resultados de qualidade, coisa difícil com a Dilma, dai a dificuldade de dar o Starter no seu governo.

O PT, com suas jogadinhas infantis não entrega isto nunca, a oposição desarticulada com estes capengas condenados que a compõe muito menos, sobra o exército e poderes alienígenas, China ou USA, a melhor escolha é a Dilma começar a governar com 14 ministérios e 72 secretarias, mas tá difícil.

Acorda, Dilma!

Seu voto: Nenhum

Follow the money, follow the power.

COINCIDÊNCIAS ?

O Temer se apresentou várias vezes como alternativa a esse "desgoverno", do qual ele faz parte, mas não colou pq o PSDB/Globo quer tudo ou nada.

Essa crise toda acelerou quando o sr ministro Cardosão resolveu subitamente deixar o cargo.

A aceleração máxima aconteceu nos últimos dias com a viagem do Janot.

Coincidência ?

 

A Dilma perdeu mais uma oportunidade de fazer uma reforma ministrerial mais ampla e garantir uma mobilização maior.

O Franklin Martins na comunicação seria o primeiro nome.

A primeira atitude seria declarar a Globo/Veja/FSP como partidos políticos de oposição e proibir qualquer tipo de investimento publicitário nessas pragas.

Esse sangramanto dos inimigos deveria ter sido feito há muito tempo atrás, agora parece que já é tarde.

 

Estamos vivendo uma guerra, chega de meias medidas, luvas fora !

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Frase do dia: "Se queres paz,

Frase do dia: "Se queres paz, prepara-te para a guerra". Sun Tzu, General e Filósofo Chinês.

Depois da condução coercitiva, dos grampos e de um juiz da Paraíba requisitar uma fita à CBN de lá por conta de uma opinião contrária ao Moro proferida por uma Professora Universitária, não acredito na justiça.

Depois que um juiz julga uma ação em 28 segundos, e por conta dessa ação um Ministro nomeado por uma Presidente é impedido de tomar posse de forma definitiva, não acredito na justiça.

Depois que juiz dirigindo bêbado e sem carteira dá voz de prisão para uma agente de trânsito que estava cumprindo com correção o seu trabalho e essa mesma agente de trânsito perde um processo movido contra esse mesmo juiz e ainda tem que indenizá-lo, eu não acredito na justiça.

Depois de uma Presidente da República ter uma conversa sua gravada indevidamente e ter a mesma conversa vazada de forma criminosa justamente por uma agente que deveria zelar pela lei, eu não acredito na justiça.

Diz a Constituição, em seu artigo 5º, que "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei", e quando você não acredita mais na lei ? E quando ela é rasgada e não vale para todo mundo ?

As aparências enganam, principalmente no que diz respeito à legalidade e ao Brasil, duas palavras que não se encaixam mais. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rene
Rene

sobe xadrez

Resumiste bem o cenário atual.

So quero ressaltar/protestar com o comportamento que beira a histeria. Estamos presos em um 

 

nredo de filme catastrofe e a viítma são os valores ea sociedade democrática.

Alguns grupos ainda acham que issso é um jogo( só de poder). e assim,a Síria começa a parecer um local mais aprazivel , ja pedindo desculapas pelo exagero.

 

Aos mandatarios e demais serenidade e canja de 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Antonio Moraes
Antonio Moraes

O Globo, nunca mais.

O Globo, nunca mais. Protocolo de cancelamento 00046xxx. Creio que mais de 10 anos de assinatura, talvez motivados por uma curiosidade mórbida de ver até onde esta gente poderia ir combinada com inação de minha parte.  Injustificável, eu bem sei. Não fosse a inacreditável linha editorial que sempre me agrediu a inteligência, seria pelo resto do conteúdo, extremamente fraco, incluindo seus blogueiros, quiçá mais tristes e uniformizados. Bem, atingindo no bolso, que é única parte da fisiologia sensível da “organizzazione”, talvez dê para fazer alguma diferença. Fica a sugestão.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

PM

Ontem testemunhei uma manifestação em que  PMs a pé e motorizados acompanhavam a marcha como em um desfile de 7 de setembro, encerrando gloriosamente o pelotão de manifestantes e sendo aplaudidos pelos de fora. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

A requerida honestidade e competência

Num simplificado abstrato “teste prático” de honestidade, em oportuno momento, costumo perguntar o que faria a maioria das pessoas encontrando uma pasta com R$ 50.000,00 junto cartões de apresentação do proprietário, contendo endereço e telefones. A maioria acredita que menos 10% da população devolveria essa grana. Ou seja, somente 10% seriam honestos e éticos. Terrível.

Mas, vamos acreditar que 25% do povo é gente honesta e ética. Restando 75 % de desonestos e sem ética. Vai daí, que cerca de 75% dos políticos e magistrados seriam desonestos e destituídos de ética.

Como não bastasse isso, desde os tempos da ditadura militar que escutamos, inclusive de gente ligada a Justiça, que os concursos para juiz seriam de cartas marcadas. Ou seja, só passa quem é filho de juiz, neto de juiz, sobrinho de juiz, e outros mais parentescos privilegiados. Exceção para os raros de mente muito brilhante. Se isso é verdade, então, temos a explosiva mistura de desonestos e incompetentes atuando como magistrados, explicando muita coisa vergonhosa que vem ocorrendo no bizarro e muito estranho comportamento da Justiça. Monumental tragédia de nossa democracia.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de arkx
arkx

Brasil em transe

no mesmo dia em que é instalada a comissão do impeachment, numa Câmara presidida e lotada de citados na Lava Jato, Dilma sanciona a lei anti-terrorismo, fornecendo a base legal para a criminalização daqueles que nas ruas lutam em defesa da Democracia.

sob qualquer perspectiva e para onde quer se olhe, o Brasil está em transe. um surto esquizofrênico transformou a realidade em puro delírio.

os cruzados messiânicos da República do Paraná geraram nas ruas a revolta dos bestificados, que declararam guerra a cor vermelha, prontos ao linchamento e purificação de tudo que estiver manchado por ela.

neste Brasil em transe, resistir é imperativo ético.

quem quer passar além do Bojador, tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, mas nele é que espelhou o céu. 

não nos iludamos: não há retorno. ou o Estado de Exceção ou a radicalização da Democracia.

por isto, já não se trata de lutar por Lula, por Dilma, pelo PT... se trata de lutar por nossa sobrevivência. se trata de construir uma vida que valha a pena ser vivida.

é hora de assumir em nós mesmos a crise social, de nos colocarmos autenticamente em busca de alternativas e de ousadia em construir coletivamente um novo rumo. não dependemos de ninguém. somos o povo que falta. somos a resistência. somos um outro jeito de viver.

a história do futuro somos nós a escrevendo agora, no presente incerto e tomado pelo nevoeiro. mas algo se insinua através da névoa... não! não é ninguém montando um cavalo branco! espera! é uma multidão! seriam eles? os brasileiros?

.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Não posso acreditar que o STF

Não posso acreditar que o STF vá endossar a ditadura Globo/Moro. Não pode ignorar a grave ilegalidade de grampear a presidência da república e divulgar em rede nacional.

Se fizer isso, acaba a ordem constitucional no país, e vira desordem. Aí vai ser decidido nas ruas, na porrada mesmo. E ver como se posicionam as Forças Armadas que é quem tem a força para impor a ordem. Que tipo de ordem é que não se sabe

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Juliano Santos

imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

Vergonhosa fragilidade moral

Juliano Santos

O total cinismo e a desenvolta falta de caráter de intregantes da Justiça e Congresso, junto com a golpista grande mídia "livre", fartamente demonstrados, inclusive, com mais esse inacreditável e criminoso grampo da presidenta Dilma/PT, só vem a confirmar o nivel de decadência a que chegou essas importantes instituições. Posso até imaginar o grande mal estar dos juizes e congressistas íntegros e competentes, bem ao lado de colegas, sem a menor qualificação moral e profissional.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Ja endossou, Juliano.

Ja endossou, Juliano.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Jose Horacio Pritz
Jose Horacio Pritz

AVISO DE UTILIDADE PÚBLICA...

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Mogisenio
Mogisenio

Brasil, 195º da Dependência da res privada.

Nossa "democracia" está mostrando não apenas  a sua "cara", mas seu corpo e a sua alma.

E não faltará "cordialidade" nela.

A "guerra" já começou. 

Agora, para se "evitar" maiores conflitos entre pessoas comuns, administrados! , suponho que algum "acordo" será feito.

Fico imaginando os termos desse "acordo":

Cláusula 1 - Fim da legislação trabalhista.

Cláusula 2 - Venda da Petrobrás

Cláusua 3 - Redução da maioridade penal para 1 ano de idade

Cláusula 4 - Qualquer reunião, ato político, enfim, qualquer manifestaçao popular  contra o "acordo" é caso de "terroristmo". Cadeia neles!

Cláusula5 - Reforma da previdência já, APENAS DO RGPS( regime da pobreza social), os outros não!

Cláusula 6 - Manutenção da selic em 20%, tornando-a "imexível".

Cláusula7 - Fim da "justiça" do Trabalho. Patrões e empregados resolverão seus eventuais conflitos com "árbitros" , de forma célere. ( árbitros de reputação ilibado e notório saber, indicados pelo patrão)

Após o "acordo" alcançaremos a "paz social".

República federativa do Brasil, 195º da DEPENDÊNCIA da res privada.

 

OBS: Não se enganem, caros debatedores, este "acordo" estará devidamente fundamentado na REAL "constituição da república" e não no papel que se encontra rasgado.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O probo decano da corte

O probo decano da corte conseguiu juntar na sua nota todos os clichês e frases feitas sobre a justiça. Tem "O Império da lei" e todo o resto. Faltou apenas uma citação em latim, tão ao gosto de suas excelências, para completar o kit de lugares comuns jurídicos.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Renato Ferreira Lima
Renato Ferreira Lima

Lula teria uma citação prontinha...

Algo como "enfialus culus adentrum", já que o homem parece ter uma certa fixação anal.

Disseram que hoje colocarão uns 200 mil na Paulista. Que bom! Então não precisa fechar ela toda! Uns dois quarteirões já dá. - se o pessoal ficasse lá mais pra perto do Paraíso, liberava os cinemas da ponta de cá. Pode ser?

Levar guarda chuva, hein? A previsão é de 80% de probabilidade de chuva lá para as 16-17 horas.

Boa manifestação, tenham calma, não aceitem provocações. E, principalmente, não quebrem nada - pensem nos empregos dos funcionários das lojas, dos bancos, os que usam metrô. Não façam dos trabalhadores os objetos sacrificáveis dos ideais socialistas - foi assim que vocês perderam terreno. Caso a organização não ofereça sanduíche, recomendo os dogs honestíssimos do Black Dog, ali na Joaquim Eugênio de Lima.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Algumas considerações

Algumas considerações:

-Celso de Mello como porta-voz do supremo teve que ser duro com Lula. Mas no íntimo ele sabe que as medidas de Moro foram uma intimidação enorme para com as instâncias superiores. As declarações de Ayres Brito provam isso. Dependendo de como evoluir a crise, o STF vai ser muito mais leniente em termos de olj. Quem seria o Lott dessa ocasião?

-O Congresso talvez esteja debandando em ritmo mais rápido do que esperado. Acho que na comissão, provavelmente Jovair vai dar um voto pró-Dilma ou esperar para negociar alguma coisa pró-Cunha. Aí, o voto em separado pode vencer na medida do tempo. Os governadores pró-governo devem trabalhar. O senador do meu estado Otto Alencar disse que foi um grande erro ter aquele recesso no congresso, pois perdeu-se tempo para lidar com a crise e concordo com ele. Muitos vão acabar votando mais por conta das eleições municipais. Passadas elas, o processo já estaria no Senado. O problema é que vamos ter que forçar que o processo seja julgado lá depois das eleições municipais para haver alguma esperança de absolvição de Dilma, caso ele acabe sendo admitido pelo Senado.

-Empresários. Por exemplo, o Afif em tempos idos seria o cara que iria contra tudo. O sucessor dele, Alencar Burti, sempre pareceu uma figura mais contida, moderada. Hoje, Burti é pró-impeachment. Muitos empresários engrossam o coro por conta da crise. Flávio Rocha deve ter sido um dos caras que mais ganhou com o lulismo. Lawrence Pih só é contra hoje por provavelmente não ter encontrado oportunidades no governo Lula. Se não fosseHá de pegar Afif, Armando Monteiro, Kátia Abreu para mostrar para esses setores que com o projeto da oposição, se houver paz social pós-impeachment, o câmbio vai cair numa tentativa do governo a posterior se legitimar, liquidando os rendimentos do agronegócio e indústria. Se houver conflito, haverá destruição de valor e criação de dificuldades que vão destruir o país no médio, longo prazo.

-"Ódio em Sampa", fazendo trocadilho com o nome do filme de Riccelli e Bruna Lombardi. Em São Paulo, há uma radicalização que está engolfando até o PSDB. Alckmin, diante da disputa do PSDB, falência de Aécio, ascensão de Bolsonaro/Moro e do risco de Temer se aliar com Serra, aposta no estado policial. A violência com a Gaviões contra o "ladrão de merenda" prova isso. E figuras oportunistas tipo Skaf e Russomanno tentam se aproveitar disso.

-Temer tem um pecado original. Aliás não só um, mas vários. Carta de ressentimentos, atuação ostensiva conspiratória através de Moreira Franco, citações na lava jato. Sua possível presidência parece mais operação abafa do que uma solução de pacificação. Se quiser ser presidente, pode ser, mas vai ter que fugir no cruzador Tamandaré de ocasião.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Exceção

Após a divulgação dos grampos Janot saltou fora, para Paris, pois esperava uma reação do governo que não veio. Ele realmente é o chefe do golpe. Agora só restam duas vias para o conter o golpe: que a mobilização de hoje desperte a garra dos ligados ao governo e eles façam muito barulho, ou (jamais pensei que iria falar isto) os militares, que tem muito a perder, apoiem a Dilma.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.