Revista GGN

Assine

Carnaval

Planalto contrata lancha sem licitação para carnaval da família Temer

 
Jornal GGN - O Palácio do Planalto contratou uma lancha para o presidente Michel Temer e sua família usarem na Bahia, durante o carnaval, por R$  24 mil, sem licitação. A informação é do blog do Lauro Jardim. A justificativa do Planalto é que a lancha foi usada, na verdade, "por razões de segurança".
 
Mesmo a família usando a lanche para lazer, o Planalto justificou que a contratação foi para uma "possível evacuação em caso de emergência" da família Temer em pleno carnaval, porque supostamente a lancha da Marinha, Amazônia Azul, estava avariada.
 
Uma fotografia divulgada pelo blog, no entanto, mostram a primeira-dama, Marcela Temer, o filho Michelzinho, e a sogra de Temer, Norma Tedeschi, na lancha "Bem me quer", a passeio. Em contradição, segundo o Planalto, ainda, a família do presidente só usou a lanche para lazer por breves 30 minutos.
Média: 1.4 (5 votos)

Bloco do Bixiga completa 70 anos

Grupo de carnaval é o mais antigo da cidade de São Paulo – foi criado em 1947 por cinco amigos

 
Jornal GGN - O bloco Esfarrapados, grupo de carnaval de rua mais antigo da cidade de São Paulo, comemora 70 anos nesta segunda-feira (27). Nascido em 1947 no bairro de imigrantes italianos, Bixiga, o bloco foi fundado por cinco amigos e hoje, uma série de cartazes espalhados pelas ruas do bairro recontam um pouco da sua história. As informações são da Agência Brasil.
 
 
 
 
O bloco mais antigo da cidade de São Paulo comemora 70 anos hoje (27). E para celebrar a data, o grupo Esfarrapados saiu mais uma vez às ruas do Bixiga, bairro com grande concentração de imigrantes italianos no centro da cidade. Com suas marchinhas e debaixo de muito sol, o bloco reuniu muitas crianças e também os moradores mais antigos do bairro, que ajudaram a criar os Esfarrapados.
 
O grupo surgiu no carnaval de 1947 e foi fundado pelos amigos Armandinho Puglisi, Walter Taverna, Tinin, Capuno e Carabina. Um cartaz espalhado pelas ruas do bairro conta um pouco da história do bloco: “Cada um providenciou uma roupa e, com um punhado de latas vazias e panelas, saiu batucando pelas ruas do bairro”.
Leia mais »
Média: 4 (1 voto)

Globo censura protestos fora Temer no Carnaval

Apesar focos de protesto em todo o país, ampla cobertura da Globo omitiu "Fora Temer" gritado por milhares de foliões


Vermelho

Carnaval da Globo não tem "Fora Temer"


O Jornal Nacional deste sábado (25) fez uma ampla cobertura sobre o carnaval de rua em todo o país e conseguiu esconder os inúmeros protestos contra o covil golpista. Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife e Salvador foram destaque em três blocos do telejornal de maior audiência da tevê brasileira. Mas a TV Globo simplesmente omitiu o "Fora Temer" gritado por centenas de milhares de foliões.

Por Altamiro Borges*

Na Praça Campo Grande, por exemplo, a banda System puxou um gigantesco coro contra o usurpador diante do camarote do prefeito de Salvador, o demo ACM Neto. Não saiu nada no JN. Já no tradicional Pelourinho, o cantor Caetano Veloso apareceu de surpresa, cantou a música "Alegria, alegria" e foi acompanhado de um alegre refrão contra o Judas. Também nada no JN.

A mesma cena se repetiu nas outras capitais. A TV Globo simplesmente censurou os protestos. A irreverência dos carnavalescos só não se perdeu graças à internet, que viralizou dezenas de vídeos das manifestações, e à cobertura da mídia alternativa. O jornal Brasil de Fato tem postado várias matérias sobre as manifestações de rebeldia. Segundo relata o jornalista Wallace Oliveira, o "Fora Temer" está incendiando o carnaval em Belo Horizonte. "Me beija que eu não sou golpista”. Com esse lema, o protesto contra o governo não eleito de Michel Temer (PMDB) tomou as ruas da capital mineira, unindo a alegria do carnaval à consciência política".
Leia mais »

Média: 4.9 (12 votos)

BaianaSystem e o Fora Temer no Carnaval de Salvador

A alegria insolente do paulistano saiu do controle, por Marina Rossi

Foto: Paulo Whitaker (Reuters)Multidão no Largo da Batata no bloco 'Casa Comigo', sábado, dia 18

Do El País

A alegria insolente do paulistano saiu do controle

Por Marina Rossi 

Os vagões do metrô de São Paulo ficaram abarrotados de noivas, abelhas, joaninhas, gregos, índios e melindrosas. Na Linha Amarela, o capeta se encontrava com o anjo, enquanto lá fora muita gente se desesperava no trânsito por não conseguir se locomover em vários pontos da cidade mal sinalizada. Nos blocos, o cortejo fluía perfeitamente. Às vezes uma sereia beijava um palhaço obstruindo a passagem. Findado o beijo, a multidão seguia em frente. Assim foi dada a largada do Carnaval de São Paulo no último final de semana.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Monobloco deve arrastar 70 mil foliões em SP neste domingo

Cantora Emanuelle Araújo se apresenta como Rainha da Bateria junto do cantor B Negão

 
Jornal GGN - O grupo carnavalesco Monobloco, que reuniu no ano passado 60 mil pessoas no pré-carnaval da capital paulista, promete juntar neste domingo (19) 70 mil foliões.
 
O bloco, fundado há 17 anos no Rio de Janeiro, iniciou a concentração na região do Parque do Ibirapuera, na zona sul, e este ano homenageia os blocos de rua com a participação da cantora Emanuelle Araújo como Rainha da Bateria e do cantor B Negão.
Média: 3.4 (5 votos)

Dicas e cuidados com o veículo antes de pegar a estrada

Imagem: Reproduçaõ/ Internet

Jornal GGN – Com a proximidade dos feriados prolongados, muitas famílias optam por viajar em seus veículos. Para garantir a segurança e evitar eventuais dores de cabeça durante o percurso, é importante que o motorista fique atento e faça uma revisão geral no carro, como alerta o coordenador técnico da companhia de gás e petróleo Total Lubrificantes, Fábio Silva.

A checagem vai desde componentes básicos, que podem ser conferidos pelo próprio proprietário, até itens que devem ser vistoriados por algum mecânico, como o freio e a suspensão. “É possível evitar problemas ao visitar um posto de troca rápida de óleo. Alguns deles, além de oferecer a verificação gratuita de até 15 partes de segurança, realiza manutenções preventivas vitais para condutores e passageiros, em qualquer época do ano", explicou o especialista.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Roteiro: passeios alternativos para o carnaval

Jornal GGN – Com 463 anos, a cidade de São Paulo é dona de cenários históricos e de importantes construções arquitetônicas. Uma programação alternativa, durante os dias de carnaval, é visitar esses lugares cheios de memórias, como indicou o professor Antônio Soukef Júnior, do curso de Arquitetura e Urbanismo do FIAM-FAAM Centro Universitário.

A conhecida “terra da garoa”, apesar de antiga, é considerada um centro de modernidade, onde antigos e novos estilos se cruzam. “Como a cidade foi construída e reconstruída diversas vezes a partir do final do século XIX, temos uma mistura de gêneros em diversos pontos, mostrando que, ao longo de sua história, predominou o ideal de que o novo é sempre melhor”, disse Antônio Soukef. 

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Sarau das marchinhas de carnaval


Aproveitando o renascimento das marchinhas de carnaval, o GGN irá realizar, no próximo sábado, dia 18, o Sarau das Marchinhas de Carnaval.
Será a partir das 14 horas no Olaria Grill, na rua Apeninos 637, Liberdade, São Paulo – o mesmo local onde houve nosso Sarau de fim de ano.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Dória estuda limitar público e duração de blocos de carnaval

Grupos que atraírem mais de 10 mil pessoas serão taxados em R$ 240 mil 
 
 
Jornal GGN - A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo informou que irá limitar o público e a duração de blocos de carnaval na cidade. A gestão Dória pretende cobrar, também, uma taxa de R$ 240 mil por blocos que desfilarem no pré-Carnaval e reunirem mais de 10 mil pessoas. Cada cordão terá que festejar por, no máximo, cinco horas. No ano passado, os blocos podiam correr por até 12h e terminar às 22h, dependendo do local. Agora, na Vila Madalena, por exemplo, o som terá que acabar às 19h. 
 
Segundo informações da Folha, os valores foram estipulados com base em tabelas da SPTuris e da CET. A taxa, segundo o secretário André Sturm será utilizada para a infraestrutura.   
Média: 2.3 (6 votos)

Gestão Doria estuda forma de cobrar os bloquinhos de rua do Carnaval de São Paulo

Jornal GGN - A gestão de João Dória Jr (PSDB) na prefeitura de São Paulo estuda cobrar dos bloquinhos que organizam carnaval de rua na região de Pinheiros e Centro uma "contrapartida" pelos eventos a partir de 2018. Segundo o titular da subprefeitura da Sé, o volume de blocos cresceu de um ano para outro e o de patrocinadores, também. Moradores teriam reclamado da sujeira provocada pelas festividades e a Prefeitura não acha justo que apenas a administração municipal lide com os custos da limpeza e organização.

Leia mais »

Média: 3.5 (2 votos)

São Paulo coleta mais de 10 toneladas de latinhas durante o Carnaval

Jornal GGN – De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), mais de 4 toneladas de latinhas foram coletadas este ano no Carnaval no Sambódromo de São Paulo. Ao redor da cidade, mais de 10 toneladas do material foram coletadas durante a folia.

De acordo com a ABAL, o Brasil é recordista mundial na reciclagem de latinhas de alumínio, com um índice que chega a 98,4%.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Os bastidores das escolas campeãs do Carnaval na TV Brasil

Por Gilson AS

Apenas lembrando para quem não viu.

Foi excelente a transmissão dos desfile das campeãs do RJ/SP, pela TV Educativa [TV Brasil].

Completamente diferente da transmissão do padrão global, que omite da sua tela tudo que não esteja enquadrado dentro do padrão da emissora, tais como: pessoas simples e pobres das comunidade, os bastidores da escola, o esquenta da escola, quando o puxador canta alguns sambas antes de entrar no samba enredo, a movimentação e o stress da escola entrando na avenida...

Ontem a TV Educativa resgatou tudo isso no desfile das campẽas, relembrando os bons tempo em que o Fernando Pamplona comandava a transmissão do carnaval pela emissora.

Seria ótimo se a TV Educativa participasse das transmissões de todas as festas populares pelo país.

Parabéns a TV Educativa pela iniciativa.

Leia mais »

Média: 4.5 (20 votos)

Jornal inglês conta história da Globeleza que era negra demais

Jornal GGN - Documentário produzido pelo jornal inglês The Guardian conta a história de Nayara Justino, atriz negra que foi escolhida em quadro do Fantástico para ser a Globeleza durante o carnaval de 2014. Quando da exibição das primeiras vinhetas, Nayara foi alvo de comentário ofensivos e racistas, e acabou retirada do posto. O vídeo entrevista Nayara, seus parentes e analisa a questão do racismo e da identidade do negro no Brasil.

Enviado por Sérgio T.

Do The Guardian

Nayara Justino achou que seus sonhos tinham se tornado realidade quando ela foi escolhida como a Globeleza do carnaval em 2013, após uma votação publicação em um dos maiores programas de TV do Brasil. Porém, muitos consideraram que ela era muito escura para ser uma rainha. Nayara e sua família refletem sobre o caso e o que ele expõe sobre os papéis raciais no Brasil moderno.

Leia mais »

Imagens

Média: 4.3 (12 votos)

Mulheres Rodadas ridicularizam o machismo em bloco no Rio

O bloco, criado no ano passado, foi notícia no New York Times, segundo uma das fundadoras Tânia Rêgo/Agência BrasilRio de Janeiro - O bloco Mulheres Rodadas sai do Largo do Machado, zona sul da cidade (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

 

Da marchinha ao funk, foliãs feministas foram hoje (10) protagonistas do bloco Mulheres Rodadas, que saiu nesta Quarta-Feira de Cinzas, no Largo do Machado, zona sul do Rio de Janeiro. Criado no carnaval do ano passado como reação a atitudes machistas nas redes sociais, o bloco cresceu e ganhou centenas de colaboradores e uma banda com mais de 100 músicos, formada majoritariamente por mulheres.

Rio de Janeiro - O bloco Mulheres Rodadas sai do Largo do Machado, zona sul da cidade (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A instrutora e foliã de pernas de pau Raquel Potí vestiu a fantasia de Leila Diniz, a homenageada deste anoTânia Rêgo/Agência Brasil

Uma das fundadoras do bloco, Débora Thomé, se surpreendeu com a repercussão do bloco, que originalmente era apenas virtual, e acabou virando matéria de jornais internacionais, como o New York Times. “Vimos uma postagem de uma página chamada Jovens de Direita que dizia 'Não mereço mulher rodada". Criamos então um evento no Facebook, de brincadeira. No dia seguinte mais de mil pessoas haviam confirmado presença. O jeito foi sair com o bloco”, disse.

A música que inaugurou o cortejo foi "Geni e o zepelin", do compositor Chico Buarque. Mas a "Geni rodada", em vez de pedras, recebeu confetes e serpentinas na nova versão. A homenageada deste ano foi a atriz Leila Diniz, personificada foliã de pernas de pau Raquel Potí.

Leia mais »

Média: 3.5 (13 votos)