De Santiago, Chile

Jornal GGN – Aos sete dias de Estado de Exceção, o Chile mostrava que resistia na que foi a maior manifestação da história do país: uma grande festa cultural e política, de mais de 1,2 milhão de chilenos na Plaza Itália, Santiago, e em diversas regiões do país, cantando versos de Victor Jara, Quilapayún e outros cânticos da ditadura, carregando as bandeiras mapuche e do país, e deixando claro que seguiriam até conseguir uma nova Constituição.

 

 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Brasil, Equador e Chile: conservadores da América Latina lideram casos de coronavírus

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome