Equipe de Crivella fiscalizou Bienal do Livro no Rio por 2h

Medida ocorre após o prefeito anunciar que censuraria livro que trazia imagens de HQ de dois personagens masculinos se beijando, no qual considerou pornografia

Jornal GGN – A Bienal do Livro do Rio de Janeiro sofreu uma fiscalização de aproximadamente duas horas nesta sexta-feira (06), por uma equipe de fiscais e o subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública, o coronel Wolsey Dias.

Dias é ex-comandante da Polícia Militar e junto com os fiscais permaneceu na feira do livro do Rio de Janeiro, circulando entre crianças e adolescentes, em busca de livros infantojuvenis que supostamente faziam alusões à pornografia, especificamente dois personagens masculinos se beijando.

Isso porque o próprio prefeito da cidade, Marcelo Trivela, havia anunciado que iria censurar a revista de HQ “Vingadores – A cruzada das crianças”, porque traz dois homens se beijando, o que o prefeito considera pornografia.

Ao deixar o local sem encontrar nada mais do que “muitos livros”, o subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública negou que era censura: “Não é censura. Estamos cumprindo uma recomendação da Procuradoria Geral do Município”, afirmou a jornalistas.

O GGN prepara uma série de vídeos sobre a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer se aliar a nós nesse projeto? Acesse www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora