Equipe de Crivella fiscalizou Bienal do Livro no Rio por 2h

Medida ocorre após o prefeito anunciar que censuraria livro que trazia imagens de HQ de dois personagens masculinos se beijando, no qual considerou pornografia

Jornal GGN – A Bienal do Livro do Rio de Janeiro sofreu uma fiscalização de aproximadamente duas horas nesta sexta-feira (06), por uma equipe de fiscais e o subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública, o coronel Wolsey Dias.

Dias é ex-comandante da Polícia Militar e junto com os fiscais permaneceu na feira do livro do Rio de Janeiro, circulando entre crianças e adolescentes, em busca de livros infantojuvenis que supostamente faziam alusões à pornografia, especificamente dois personagens masculinos se beijando.

Isso porque o próprio prefeito da cidade, Marcelo Trivela, havia anunciado que iria censurar a revista de HQ “Vingadores – A cruzada das crianças”, porque traz dois homens se beijando, o que o prefeito considera pornografia.

Ao deixar o local sem encontrar nada mais do que “muitos livros”, o subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública negou que era censura: “Não é censura. Estamos cumprindo uma recomendação da Procuradoria Geral do Município”, afirmou a jornalistas.

O GGN prepara uma série de vídeos sobre a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer se aliar a nós nesse projeto? Acesse www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  CENSURA: Itamaraty proíbe filme sobre Chico Buarque em Festival no Uruguai

8 comentários

  1. Sumemo.
    Aliás, essa coisa de bienal esconde um intenção subliminar. Bienal/bianal, sacou?Ops…notou?
    Chega disso, o certo é Bianual e tamo conversado.
    Nenhuma palavra que remeta nossos jovens virgens a pensamentos de dupla intenção maléfica.

    Quem me apoia levante o polegar, o polegar eu falei, não o médio.

  2. A tosqueirice trabalha a favor das causas pelas quais se dizem contra. No caso em questão: chamou atenção e curiosidade para o tema; deu destaque e fez esgotar a referida obra. A demonização tende sempre a tornar o demônio maior do que é.

  3. O empresário e youtuber Felipe Neto, comprou os 14.000 exemplares da estante sobre o tema LGBT, editados pela Companhia das Letras e expostos para venda na Bienal do Livro. Vai distribuir gratuitamente durante a feira amanhã.

    https://twitter.com/cialetras/status/1170117625843789825

    https://twitter.com/felipeneto/status/1170112258560671745

    postou #AquiNãoCrivela

    são resultados como estes a que me referia pelas tosqueirices dos tortuosos governantes

  4. A censura na Bienal do Rio: vídeo de Felipe Neto, um dos maiores U2bers do mundo, com 34 milhões de inscritos, posicionando-se contra os pastores da hipocrisia → https://youtu.be/meqsHqP4Qw4
    Ele comprou todos os livros da Bienal com a temática LGBT e vai distribui-los de graça neste feriado. Assista o vídeo e veja os detalhes para conseguir o seu.

  5. Parabéns ao Supremo por não permitir que pessoas doentes venham amordaçar uma sociedade que quer apenas ter a liberdade de escolha e expressao.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome