Gilmar Mendes oferece jantar a Temer, Aécio, Serra e outros da lista da Odebrecht

gilmar_0.jpg

Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes ofereceu um jantar a Michel Temer e aliados, na noite de quarta (15), dia em que a imprensa passou a relevar alguns nomes da chamada segunda lista de Janot – que contém 83 pedidos de inquéritos contra políticos envolvidos na Lava Jato, enviados à Suprema Corte pela Procuradoria Geral da República.

Segundo reportagem da Folha, Gilmar usou o aniversário de José Serra (PSDB) para promover o encontro em uma de suas residências em Brasília. Serra, citado na lista de Janot, completa 75 anos no próximo domingo (19).

Além do ex-ministro de Relações Exteriores, compareceram ao jantar de Gilmar o senador Aécio Neves, os presidentes da Câmara e Senado, Rodrigo Maia (DEM) e Eunício Oliveira (PMDB), respectivamente, além do ministro do Superior Tribunal de Justiça Mauro Campbell, entre outros.

A Folha de S. Paulo afirmou que a pauta do jantar não foi a Lava Jato ou a ação de cassação de mandato contra Temer no TSE, que está em vias de ir ao plenário para julgamento final. O jornal diz que, junto a Gilmar, os políticos aliados a Temer discutiram uma reforma política para baratear as campanhas, já que a arrecadação oficial de doações eleitorais passou a ser alvo do Supremo com a denúncia contra o senador Valdir Raupp.

A aprovação do voto em lista fechada  – o partido seleciona os candidatos e o eleitor vota apenas na legenda – teria sido o principal ponto discutido.

Gilmar esteve no Palácio do Planalto com Temer, Maia e Oliveira na manhã de quarta, com a mesma pauta.

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora