Paulinho da Força recebeu R$ 1,6 milhão para evitar greves, diz delator da Lava Jato

Jornal GGN – O presidente do Solidariedade e deputado federal Paulinho da Força recebeu R$ 1,6 milhão da UTC, companhia investigada na Lava Jato, a título de sabotar greves que pudessem prejudicar os negócios do empresário, réu e delator na Operação, Ricardo Pessoa.

Segundo informações de O Globo, Pessoa afirmou às autoridades que fez os repasses a Paulinho em forma de doações eleitorais, nos anos de 2010 (R$ 100 mil), 2012 (R$ 500 mil) e 2014 (R$ 1 milhão). Em troca, o empresário sentia-se confortável para pedir a intervenção de Paulinho em greves de trabalhadores contratados para a construção da hidrelétrica São Manoel, no Rio Teles Pires, entre Mato Grosso e Pará. A obra está sob a responsabilidade da Constran, uma das empresas ligadas à UTC.

Em delação premiada, Pessoa explica por que decidiu financiar o parlamentar: “Que, em razão dessas doações a Paulinho, o declarante tinha a liberdade para poder pedir a ele, a qualquer momento, que intercedesse em movimentos sindicais liderados por ele que estivessem ou pudessem vir a causar problemas em seus negócios”, disse.

Paulinho é um dos principais aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), e opositor declarado da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele já foi indicado como titular da comissão especial que julgará o parecer do impeachment acatado por Cunha, que será formada nesta segunda (7). O deputado também conseguiu uma vaga no Conselho de Ética da Câmara, onde Cunha será julgado por quebra de decoro parlamentar em função das denúncias da Lava Jato.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

23 comentários

  1. Esse será o primeiro a ser

    Esse será o primeiro a ser jogado ao mar quando o caldo engrossar.

    Não é elite, pensa ele que faz parte dos grandes circulos quando na verdade só serve a estes; é apenas um capanga deslumbrado e a elite não deve nenhuma fidelidade a capangas.

  2. E em grampo ilegal da

    E em grampo ilegal da policia, Paulinho foi pego dizendo “ah, eu vou la entao e converso com o gilmar e Carmen.  Se precisar mais, eu conto com meu grande amigo Lew tambem…”

  3. Réu no STF Operação Santa Terteza, 2008
    O santo usou de sua influência (seu ex-assessor ocupava uma cadeira no Conselho de Administração do BNDES) para se beneficiar dos recursos desviados do mesmo banco.

  4. Pelego, safado !
    Como pode um

    Pelego, safado !

    Como pode um grupo de trabalhadores seguir sob o comando desse cara.

    Acorda peãozada, larga esse sem vergonha, deixa ele sifu sozinho ! 

  5. não vem ao caso………

    segundo o ilustre juizeco do Paraná, dr. Vazajato, como o pelego não é do PT, não vem ao caso…………

    não será preso………….

  6. Réu no STF Operação Santa Terteza, 2008

    O santo usou de sua influência política, um ex-assessor ocupava uma cadeira no Conselho de Administração do BNDES, para se beneficiar dos recursos desviados do banco (3 a 4% dos valores emprestados à empresas e prefeituras).

  7. Mais uma historinha de pelegos

    Foi ali entre o fim dos 80 e o começo dos 90, em uma certa cidade encravada na região noroeste de SP, havia um colega do Banco do Brasil que vivia encostado no Sindicato dos Bancários local. Agitador profissional, valia-se do exercício da atividade sindical apenas pelo afastamento do trabalho e pela imunidade sindical.Tinha uma qualidade adicional, era e continua sendo um mau caráter. Uma certa greve, iniciada e liderada por ele, foi rapidamente encerrada após uma estranha negociação. Conhecedor do caráter do então “líder sindical”, e a sua permanente e precária situação financeira, o então subgerente ofereceu aumentar o limite do cheque-ouro em troca do fim da greve. Naquele tempo o BB ainda não tinha o CDC-Crédito Direto ao Consumidor, o jeito era se endividar no cheque-ouro mesmo. Essa “negociação” só veio a público algum tempo depois que o grande líder transferiu-se para outra região. Ele e o Paulinho da Força, o cara da Operação Tequila, tem muito a ver um com o outro. Pelegos.

  8. Paulinho e a força

    E quem não sabia disso em Brasilia? Como diria o Mino, até o reino mineral… E ainda faz parte do Conselho de Ética da Câmara. Esse Congresso é mesmo de uma desmoralização que so faz as pessoas afastarem-se ainda mais da politica.

  9. Xii paulinho, se é aquele que

    Xii paulinho, se é aquele que foi chamado pelo FHC para comprar as ações (os dois compraram) na época da abertura da empresa…tá explicado. Inclusive o FHC calar a boca sobre a corrupção na petrobras,..né barusco e cia?

    • Sobre a compra das ações está

      Sobre a compra das ações está em video e audio  no encontro do PSDB tempos atrás (mais de 1 ano). Paulinho falou e FHC não questionou. É so pegar os videos dos encontros nacionais.

  10. Se meu sindicato fosse filiado a Farsa Cindical…

    Igual aos curintianos que usam o gambá, os flamenguistas que uzam o urubú, o paumeras que usa o porco, o atletico que usa o galo e  o çantos que usa o peiche, ……

    eu,  cúmplisse da FARSA CINDICAL  Brasil afora Paçaria  a  uzar esse címbolo de hoge em dianti….

    Com “meressimento” na cauza!!

  11. sindicalísticas

    Parece que a Máfia estadunidense infiltrada nos sindicatos fazia um joguinho meio parecido.

    Paulinho é uma criaturinha politicamente muito limitada para a ser um Jimmy Hoffa, mas tem lá suas espertezas.

    A obtusa elite capitalista tupiniquim, em geral, pensa pequeno. O homem certo pra mostrar ao capitalista a necessidade de dar um pouquinho pra levar na conversa o populacho chama-se Luiz Inácio Lula da Silva.

    Esse é o cara.

  12. Mais um moralista e indignado do impeachment (golpe)…

    Lembrei que o Solidariedade votou a favor da terceirização selvagem na área-fim das empresas… Certamente, foi por ideologia!  Cadê o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados para analisar essa suposta quebra de decoro parlamentar? Cadê o Procurador-Geral da República para anunciar as medidas cabíveis em relação a esse acusado, no horário do Jornal Nacional? Cadê?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome