Propina de Aécio. A quem interessa o crime? Será fogo amigo?, por Rogério Maestri

Por Rogério Maestri

De uma hora para outra a Folha de S.Paulo revolve um depoimento de um dos diversos delatores que andam por aí  uma referência clara e inequívoca que o presidente do PSDB recebeu num dado momento uma bela propina de R$300.000,00 de uma das diversas construtoras envolvidas em processos de corrupção.

O interessante é que esta delação foi feita no Supremo e está sendo divulgada em primeira mão por um jornal francamente contra o governo Dilma.

Estes dois indícios mostram que a notícia provavelmente foi plantada por alguém de confiança da FSP, o que exclui uma eventual tentativa de um simpatizante ou membro do governo federal ter passado esta notícia.

Seguindo métodos policiais de investigação, é possível achar suspeitos nesta ação partindo do básico. A quem interessa o crime?

Se a notícia partisse de alguém vinculado ao governo, provavelmente ela não seria divulgada pela Folha de São Paulo devido a cuidados maiores na investigação da notícia e principalmente por partir de quem partiu.

Se esta notícia não partiu do governo de quem poderia ter partido? Voltando a metodologia inicial, e sabendo que os partidos no Brasil, como no resto do mundo comportam lutas internas ferozes onde grande parte dos escândalos que aparecem nomes de pessoas partem dos próprios correligionários, ou mesmo ex-correligionários, poderemos levantar suspeitas sobre três nomes interessados em queimar de uma vez por todas a imagem de Aécio Neves.

O primeiro, e sempre suspeito de ações contra Aécio, tem-se na figura de José Serra como principal suspeito. Serra além do desgaste de imagem que tem sofrido ao longo do tempo foi desmoralizado frente aos seus pares pela taça de vinho jogada na sua cara pela ministra da agricultura, e esta desmoralização entre iguais fere em muito o ego e leva a mentes que tem por único objetivo nos dias atuais atingir o cargo de Presidente da República, ele já foi Governador, Ministro e Senador, logo a única ambição possível é a Presidência.

Leia também:  'Se fosse deputado ou senador, Moro estaria cassado ou preso', diz presidente do Senado

Por outro lado se tem uma figura que não precisa assumir o mando deste vazamento, mas tem diversos aliados e uma estrutura própria que podem decidir até a revelia do beneficiado o crime, estou falando de Alckmin. No entourage do governador há uma série de pessoas que podem após pequenas reuniões internas decidir que uma figura como Aécio não se coaduna com os princípios morais e espirituais de um “opus dei”, por exemplo.

Agora tem uma surpresa que também faria sentido que poucos pensaram, o senador paranaense Álvaro Dias. Este senador, virtual candidato a Presidência da República pelo PV, por pertencer até alguns meses ao PSDB ele sabe dos “pequenos segredos” deste partido e um desgaste na figura de seu presidente é extremamente conveniente.

Álvaro Dias talvez seja dos três suspeitos que menos se arrisca com a divulgação da propina que recebeu Aécio, e sendo ele senador pelo Paraná, bem próximo ao Juiz Moro, pode levantar uma dobradinha paranaense Dias + Moro para presidência da República, porém como a campanha precisará de tempo de TV um apoio de um partido desgastado até as eleições significaria um aumento significativo do seu cacife.

O problema é que a senadora não pode levantar suspeita contra a sua figura, pois perderia o aliado no primeiro turno e com pouco tempo de TV pode não chegar no segundo. Logo as ações denunciando problemas com os três candidatos potenciais do PSDB ao Planalto deverão aparecer à conta gotas de forma discreta, porém contínua.

Leia também:  Governadores sinalizam para Mais Médicos do Nordeste

Um reforço a hipótese Álvaro Dias é que mesmo se sabendo que o Juiz Moro deve ter tido acesso a esta informação, o vazamento aparentemente saiu do Supremo! Algo extremamente conveniente para prosseguir com Moro ocupando a chapa ou mesmo se lançando ao senado através do PV ou outro partido de aluguel pelo Paraná.

O futuro pode confirmar toda esta hipótese, logo quem ler isto guarde e informação para entender os próximos passos inusitados que poderão ocorrer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

35 comentários

    • Essa era uma carta na manga
      Essa era uma carta na manga do PT. Ninguém consegue esconder um aeroporto numa campanha presidencial. É melhor dar como furo. Você viu od diversos editoriais cobtro Cunha antes da visita da PF?

    • A FOLHA É PAULISTA, ANA!

      E não vai deixar passar barato a eleição de alguém de fora da paulicéia. 

      Aécio eleito os órgãos de mídia das Minas Gerais (alguns da própria família Neves) vão encher/encheriam as burras. A Falha de SP ficaria apenas com sobras.

      Abs…

  1. Cautela com especulações

    Parece que a Folha não está “revolvendo de uma hora para outra o depoimento”,  pois outros órgãos estão também noticiando o depoimento do delator.   Além disso, no mesmo depoimento, o delator mencionou, além de Aécio, os senadores Calheiros e Randolfe. O único teor da minha mensagem é: cautela com especulações, o bom jornalismo deve se basear em fatos e não em “serias,  poderias,  talvez, quem sabe.”
     

    • Uma especulação escrita como tal é uma especulação…

      Cara Ana, uma especulação escrita como tal é uma especulação e não se trata de uma notícia.

      Não devemos nos ater ao mero relato de fatos, pois estes fatos em questão de política não são reais, são o produto de inteções ou acidentes, e se forem acidentes serão noticiados conforme o interesse dos atores.

      “Talvez, quem sabe ….” e outras palavras definem algo como uma hipótese não é uma falsidade, uma manipulação nem muito menos uma mentira, é uma hipótese.

      Durante quarenta anos de vida acadêmica apreendi a fazer hipóteses, hipóteses que são confirmadas ou não e muitas vezes depois de confimadas são invalidades parcialmente dentro do espírito que a ciência é falsificável. Conforme Karl Popper o que diferencia a ciência da pseudo-ciência está na capacidade da primeira em ser negada, modificada ou complementada, já o que é absoluto e não modificável é religião e não ciência.

      Notícias absolutas em fatos políticos, também absolutos, não existem, pois até um filme, como já demonstrado a pouco aqui neste ambiente, pode ser manipulado.

      Se um filme, uma foto ou até uma gravação de parte de um depoimento pode ser editado, moficado e falsificado por que existiriam notícias absolutas?

      Sinto muito, minha cara, mas teu comentário para mim foi pueril, se não tivesse deixado claro que eram hipóteses, era cabevel a crítica, porém como está claro ela não tem cabimento.

      • Maestri, você quis entender

        Maestri, você quis entender só uma parte do meu comentário. Você afirma que de uma hora para a outaa a Folharevolve um depoimento.  Isso não é verdade, pois não só a Folha, mas outros órgãos também noticiam o fato. E não SOMENTE sobre Aécio, mas a denúncia também é sobre dois outros senadores. Mas você ignora esses  dois fatos para que a sua hipótese se encaixe na história.  Aí é que está  o problema: construir uma hipótese a partir de uma afirmação equivocada e de ignorar fatos. Além de pecar pela credibilidade, só pode dar em teoria de conspiração, o que é o hobby de muitos. 

        • Os outros entram de quebra.

          Ana, não querendo ser Poliana, há mais gente na notícia, porém certamente o alvo é o Aécio. Alguém esta falando nos outros?

          Uma coisa é certa, esta notícia requentada que há muito tempo vem sendo veinculada pela imprensa alternativa e chega só agora a grande imprensa. Isto é para a Folha ser Plural e informar seus leitores sobre tudo que ocorre? O natal já passou, mas agora estou aguardando o coelhinho da páscoa!

          • Prospecção não é mera especulação.

            Prospecção não é mera especulação.

            Cara Ana Torres.

            Vou mais uma vez procurar explicar a intenção deste artigo que foi entendida pela grande maioria dos comentaristas que o responderam e somente tu e o NRA, não entendem ou fazem que não entendem.

            Desde a tua primeira intervenção procuras tirar o foco do que está CLARAMENTE indicado desde o título ao último parágrafo. Uma tentativa de prospecção dos reais motivos que levaram a magnificação de mais uma notícia sobre os desmandos do PSDB.

            Dentro da etimologia da palavra prospecção significa uma “vista de olhos lançada ao futuro”, ou seja, uma especulação (como gostas do termo o usarei) sobre um fato com o objetivo de tentar prever o que ocorrerá no futuro.

            Se olhares com cuidado verás que no artigo que além do insistente uso da palavra “hipótese” há uma alerta ao leitor desde o título, pontuado por interrogações, e algumas outras interrogações que são respondidas conforme minha interpretação e tentam cercar e limitar outras hipóteses. É uma estrutura um pouco mais complexa do que um simples relato baseado em “fatos ou factóides” políticos reais ou mesmo implantados nas notícias editados e deformados pelos autores.

            Em resumo, faço HIPÓTESES, e lendo as respostas dos comentaristas, que as aceitam ou as negam, montam também as suas próprias hipóteses, ou seja grande parte dos mesmos entenderam o objetivo do texto e participaram do jogo de interpretação.

            O que talvez não tenha percebido é que o objetivo deste texto é entender os motivos que estão por trás da forma e da intensidade com que foi repercutida a notícia e copiando o último parágrafo:

            “O futuro pode confirmar toda esta hipótese, logo quem ler isto guarde e informação para entender os próximos passos inusitados que poderão ocorrer.”

            De novo aí aparece a palavra hipótese e a tentativa de com esta “especulação” fazer uma prospecção de cenários futuros que poderão ocorrer na política brasileira.

            Antecipação e prospecção é algo que escapa do jornalismo usual dos meios de comunicação, pois os profissionais desta área, devido ao curto espaço de tempo disponível entre uma e outra publicação, ou se repetem ou simplesmente repetem o que os outros falam.

            Vejo claramente que os objetivos de quem escreve no GGN é procurar antecipar os fatos que ocorrerão através da análise do passado e presente, e o perfil variado dos autores que transitam em várias áreas permitem comentários com ângulos de visão diferente.

          • Maestri, obrigada por sua
            Maestri, obrigada por sua explanação, pelo tempo que tomou. Como já disse antes, os problemas que vejo nesse tipo de artigo:1. você ignorou dois fatos para escrevê-lo, isto é, você já partiu de equìvocos para construir sua hipótese. Só com isso ela já peca em credibilidade. 2. A polìtica e os cenários políticos mudam vertiginosamente.  Ela se diferencia de outros canpos pela sua volatibiludade e imprevisibilidade. Magalhães Pinto, ex-governador de MG, costumava dizer: “Política é como uma nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e já mudou.” Isso significa que, se o jornalista, baseando-se em fatos que estão acontecendo, já vê muitos de seus artigos virarem pó em questão de horas, não vejo sentido em futurologia em política. Se uma hipótese de um artigo em 1000 vingar, poder dizer: estão vendo, eu já  tinha falado isso lá atrás ? É esse o sentido ? No dia anterior à decisão do STF sobre o impeachment, Fachin anunciou sua decisão. O STF iria se reunir ainda no dia seguinte, o voto dele era 1 dentre 11. Foi inacreditável e rudículo o número de artigos e comentários com as mais absurdas e mirabolantes hipóteses,especulações e  teorias de conspiração. Qual o sentido e o destino de todos esses escritos ?  Lixo. Essa é a minha opinião, você, obviamente, tem o direito de ter outra.  

      • Meu caro, Hipóteses são baseadas em fatos.

        Caro NRA, praticamente toda a política que se faz no mundo é feita através de hipóteses, logo nada e surpreendente. Teorias conspiratrórias são o que chamo pseudo-ciência, ou seja, mais religião do que outra coisa, que nunca poderá ser verificada e contrariada, isto é algo que o futuro dirá se é falso ou verdadeiro e deixei claro no texto inicial.

        A desqualificação do mesmo sem argumentos trata-se isto sim de uma falsificação direta, e não de uma contestação.

        • A desqualificação do mesmo

          A desqualificação do mesmo sem argumentos trata-se isto sim de uma falsificação direta, e não de uma contestação.

           

          Ah….tá….então sou eu que tenho que provar que não existe um dragão cor de rosa na garagem da sua casa?

  2. Sei que não é novidade nenhuma
    Mas continuo a ser surpreendido com um Judiciário sem Moral sendo usado como arma partidária, totalmente comprometido com a ganância do poder.
    O que aparentemente é um fato natural de um processo criminal com indicios obvios do mafioso Aecioporto, passou a ser encomenda dos adversários.
    ABSURDO

  3. Se recebeu proprina tem que

    Se recebeu proprina tem que pagar como todo mundo.

    Ser preso como todo mundo, e perder o mandato como todo mundo.

    Não é um heroi do povo, não esta sofrendo golpe midiatico nenhum.

    E um homem publico e como tal é aceitavel que denuncias sejam veiculadas na mídia.

    Se na instancia adequada que é o judciario e o aparelho policial ele for enquadrado ruim para ele bom  para o Brasil

    E simples assim…

  4. Vai dar em nada
    Denúncia no rodapé, em período de recesso judiciário: tem tudo pra ser esquecida.
    No crime organizado é normal esse tipo de “recado”, pó para governador etc.

  5. a FOLHA  sabe  de muita

    a FOLHA  sabe  de muita  coisa,  e  tem  muitos  contatos  de direita, é certo  que  um  joga contra o  outro  e todos  sabem  que o  eixo  SP/RIO  preferem um candidato  desse  eixo, ai  voce vai  me perguntar: ´E  PORQUE  LULA  FOI PRESIDENTE SENDO  NORDESTINO?; Ora  gente  Lula  foi  presidente  porque o povo  resolveu  votar  sozinho  nao  ficou  vinculado  a partidos  esse  foi  o exito  da  vitoria  de Lula. 

    Mais  a direita  sabe que nao pode  contar  com isso,  entao  um quer queimar  o filme  do  outro, para  isso  muita grana  deve ter  rolado para  a  FSP.  e  outros  milhoes  para  que  nao se  fale mais nisso. É  o  jogo de  interesses da  direita. Todos eles  acham que  o PT  esta  liquidado ,  entao  fazem as apostas entre si. vamos   ver  no que  vai dá  isso. 

    • Paraná entra em campo.

      Houve uma época em que o futebol ficava restrito ao eixo Rio-São Paulo, porém quando entrou o antigo torneio Roberto Gomes Pedrosa começou a aparecer o resto do país como uma força no futebol e por mais que o Corintians e Fluminense queiram serem os únicos, o resto do país está tentando entrar no jogo. Por isto não simplificaria num mero torneio Rio-São Paulo. O Paraná vem tentando mostrar seu protagonismo, não com Richa, mas com outros.

  6. Não surpreende…

    Da classe política, mal se salva uns 20%, o resto pode jogar no lixo.

     

    Ou no fundo da cadeia, o que seria o início da moralização da importante função que a política exerce em uma democracia.

     

  7. Físico é físico.

    Cara Ana, o Azzisem deixa bem claro a diferença, um aeroporto FÍSICO, existente em terras legalmente registradas na família Aécio é algo que não é possível esconder, agora, um depoimento de alguém sobre o que ele escutou de outro sem mais uma outra comprovação é algo meio frágil.

  8. O lado da Folha

    O que o articulista deixou de considerar é que a Folha tem o rabo preso, não apenas com a oposição, mas com e principalmente, se não exclusivamente, com o Serra.

    É notoria, para quem acompanha as noticias desse jornal com frequencia, o serrismo militante do mesmo.

    Toda e qualquer noticia contra os tucanos tem como alvo adversários do senador, até o Geraldo é alvo “constante” do jornal, preservando o espaço de Serra dentro da oposição e do partido.

    Não creio que Serra tenha condições de disputar a presidencia em 2018, mas ele que ser uma espécie de árbitro, de fiel da balança da disputa, daí suas elucubrações.

    A relação carnal entre os Frias e os Serras não é algo patólogico, que requeira uma análise psiquica.

    Essa relação entre as duas famiglias passa a meu ver, pelo departamento financeiro e tem uma “eminencia parda” de sobrenome Dantas, formando uma trindade satânica.

    Quem aprecia uma boa história pode começar a espionar por aí.

  9. DIREITA SE ORGANIZANDO PARA ENFRENTAR O 9 DEDOS

    Não se todos os que comentaram sabem que a notícia também rolou com bastante destaque no Jornal Nacional…

    http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2015/12/delator-mencionou-aecio-renan-e-randolfe-por-suposta-propina.html

    Então…isso só pode ser coisa de fogo amigo no ninho tucano porque as penas já estão voando na escolha do candidato a prefeito de SP.

    Mas que é estranho toda essa repercussão, isso é.

  10. Tem cheiro forte de Serra. É

    Tem cheiro forte de Serra. É o modus operandi. E não existe jornal mais serrista do que a Folha. Se sair algo contra o dito cujo no jornaleco do Otavim, pode crer que é sabotagem de hacker.

    É uma jogada muito bem pensada. Botam em pé de página, para dar uma maneirada. Se fosse em manchete iria ser uma polvorosa no ninho tucano. Desse jeito realmente vai minando a candidatura Aécio. E de quebra “mostra” a “insenção” do jornal que “tem rabo preso com o leitor”.

    PS: Se vazou do STF, numa jogada do Alvaro Dias, poderia ter o Fachin alguma coisa a ver com isso? É do Paraná e o senador foi um dos que mais o defenderam na sabatina. É minha colaboração para as especulações

  11. Olha, claro que foi vazado

    Olha, claro que foi vazado para conveniência de alguém, mas o mais significativo é revelar a forma de atuação das instituições do estado contra o atual governo, corrupção do PSDB só é vazada quando a luta intestina da oposição em conluio com a mídia mafiosa resolve dar a conhecer estes fatos por meio dos seus agentes infiltrados na PF, no Judiciário, no MP, exceto contra o governo e contra o PT, neste caso os vazamentos são imediatos.

  12. É só jogar no google

    É só jogar no google imagens

     Ministro supremo+alvaro dias e ver as ocorrências…..

    Não foi o Alvaro Dias que estranhamente formou barreira para apoiar a indicação do paranaense  Fachin ao Supremo mesmo se indispondo com Aécio?

    Todo mundo ficou com a pulga atrás da orelha com o voto sem pé nem cabeça do Fachin sobre o rito do Impeachment..

    E o voto do Fachin vazou e o Merval estava certo sobre o resultado do julgamento.

    Ao que parece a coisa toda vai além. Parece jogo politico pesado do Paraná  procurando protagonismo para alcançar presidência e alternativa a Minas e São Paulo já muito contaminados. Composição Moro, Alvaro, Fachin, Policia Paraná. 

    O que explica a quebrada de perna tanto do PSDB minas quanto do PMDB rio nesses dias. O próximo deve ser o PSDB São Paulo via Alston. 

    E para refrescar a memória:

     

    Aécio Neves chama indicação de Fachin de ‘extremamente preocupante’

    GIULIANA VALLONE
    DE NOVA YORK
    VERA MAGALHÃES
    EDITORA DO “PAINEL”, ENVIADA ESPECIAL A NOVA YORK

    12/05/2015  23h09 – Atualizado às 23p3Compartilhar5,2 mil Mais opçõesPUBLICIDADE 

    O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou nesta terça-feira (12) que é “extremamente preocupante” que a indicação do advogado Luiz Edson Fachin ao STF (Supremo Tribunal Federal) faça parte do jogo partidário no Brasil.

     

  13. Descartaria a opção Álvaro

    Descartaria a opção Álvaro Dias. Para a FSP dar uma matéria assim, o beneficiário tem que ser necessariamente um político paulista. José Serra ou Alckmin seriam os grandes suspeitos.

  14. essa é uma boa projeção,
    com

    essa é uma boa projeção,

    com baixa poossibilidade de erro.

    pois a esganação entre tucanos é histórica…

    e, digamos, histrionica,

    como sempre….

  15. A “Mentalidade” Bourne do blog.

    Se esse pessoal tem uma mente criativa por demais para desenvolver as mais esdrúxulas teorias. Não sei por que o cinema e seriados nacionais carecem tanto de bons roteiristas e tramas.

     

  16. Serra sem dúvidas

    É mais um das obras do Serrote, 2018 é sua última chance de tentar a presidência. Culpa Aécio e os tucanos de Minas pelas denúncias do jornalista Amaury Ribeiro Júnior, que segundo a Polícia Federal, o então repórter do jornal Estado de Minas obteve dados fiscais sigilosos de familiares de Serra. Agora o paulista da o troco. Serra jé está em campanha, o Alckimin que se cuide.

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome