São Paulo registra R$ 43 bilhões em obras atrasadas e paralisadas, mostra TCE

O TCE registra que somente 157 obras foram concluídas, e que no Estado e municípios, foram retomados apenas 147 empreendimentos

Jornal GGN – Dados divulgados pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) revelam que há mais de 1.500 obras paralisadas em contratos que superam os R$ 43 bilhões no estado. O levantamento, que foi feito até o dia 30 de setembro, mostrou que o território paulista mantém um alto nível de obras não concluídas.

Os dados foram disponibilizados na plataforma ‘Painel de Obras Atrasadas ou Paralisadas, que permite verificar a relação de todas as obras atrasadas ou paralisadas no Estado, e que é atualizado a cada trimestre. O TCE registra que somente 157 obras foram concluídas, e que no Estado e municípios, foram retomados apenas 147 empreendimentos.

As estatísticas mostram, também que a principal fonte destes contratos de obras vem da União (41,6% – 642 obras), seguida por convênios firmados com o governo estadual (31,2% – 481 obras). Já os restantes 24,2% das obras são de recursos próprios dos contratantes. Os empreendimentos são de diversas áreas como Educação, Saúde, Habitação, Segurança, Mobilidade Urbana, entre outras.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN Covid: São Paulo não está preparado para a abertura

1 comentário

  1. A Justiça Brasileira e Lava Jato fingem que os responsáveis são apenas Casagrande e Paulo Preto. Alguns ainda acreditam que virão Temer, Aécio, Aloísio, Serra, Picolé,…na cadeia. O Brasil já foi governado por Aloprados. Até hoje eles não sabem quem passou a corda nos seus pescoços. Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome