O Brasil dá adeus ao maestro Benito Juarez

A morte do maestro foi confirmada pelo filho, André Juarez, em suas redes sociais.

Foto Portal CBN Campinas

Jornal GGN – Morreu hoje, aos 86 anos, o maestro Benito Juarez, ex-regente da Sinfônica de Campinas por 25 anos e fundador do Coral de USP.  O maestro morreu na madrugada desta segunda-feira, dia 3.

A morte do maestro foi confirmada pelo filho, André Juarez, em suas redes sociais.

Benito Juarez fundou, ainda, o Departamento de Música e o Coral da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Com Juarez, a Orquestra Sinfônica de Campinas apresentou-se com grandes nomes da música brasileira, tais como Gilberto Gil e Milton Nascimento.

O Coralusp, criado por ele, soltou nota em homenagem ao maestro.

“Partiu o Maestro das multidões. Benito Juarez tinha o encantamento de arrebatar dezenas, centenas, milhares de pessoas. Reunir vozes, prosas, driblar o tempo, transformar os silêncios, falar ao povo das ruas e das grandes salas de concerto. Partiu o gesto, o amigo, o pai, o mestre, o revolucionário, o corintiano, o mineiro de Januária, aquele que em 1967 criou com José Luiz Vinconti um coral que hoje o homenageia e deve a ele a sua mais profunda gratidão. Bravo, Maestro!”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora