Comissão de Justiça e Paz critica PEC do Orçamento de Guerra, que privilegia mercado

Esses recursos, liberados aos bancos, sairão do Tesouro Nacional e impactarão o orçamento público e a dívida pública, recaindo sobre a população.

Jornal GGN – A Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), emitiu nota onde manifesta sua solidariedade com mais de cem organizações da sociedade civil que, com relação à PEC do ‘Orçamento de Guerra’, que denunciam a priorização do mercado financeiro no contexto da pandemia.

A nota evidencia o artigo 7º do substitutivo do Senado à PEC 10/2020, que consiste em facilitar e aumentar a drenagem de recursos públicos para o mercado financeiro, autorizando o Banco Central a repassar recursos, que alcançam trilhões de Reais, aos bancos sem controle social e estatal, sem contrapartida que garanta a implementação de políticas de saúde e de interesse social e nacional.

Esses recursos, liberados aos bancos, sairão do Tesouro Nacional e impactarão o orçamento público e a dívida pública, recaindo sobre a população.

Leia a nota a seguir.

Nota CBJP-Orçamento de Guerra

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora