Crescimento econômico da zona do euro decepciona mercado

Jornal GGN – A Agência de Estatísticas da União Europeia divulgou nesta quinta-feira (15) que a economia dos 18 países que compartilham o euro se expandiu em apenas 0,2% no primeiro trimestre na comparação com os três meses anteriores, o que frustrou as expectativas do mercado.

Além de um desempenho do crescimento econômico bem mais fraco que o previsto, a inflação continua na “zona de perigo” abaixo de 1% em abril apesar de uma discreta aceleração.
 
Os resultados aquém da expectativa ampliam a pressão sobre o Banco Central Europeu para afrouxar sua a política monetária para reduzir os riscos de deflação em uma economia estagnada.
 
A Eurostat confirmou também que a inflação acelerou em abril para 0,7% na comparação anual, após os 0,5% alcançados em março. Mas permanece abaixo de 1%, e bem abaixo da meta do BCE de de 2%.

 
Na comparação mensal, os preços avançaram 0,2% em abril, com o núcleo da inflação, que não inclui energia e alimentos não processados.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Cadê as opiniões “técnicas” e

    Cadê as opiniões “técnicas” e “imparciais” do “Financhiaaal Táimes” sobre a quebradeira generalizada da EuroZona???

  2. O mercado exigiu

    O mercado exigiu desregulamentação bancária, especulou de maneira desenfreada, provocou retração da atividade econômica, desemprego e pessimismo. E agora o mercado reclama do resultado de sua própria ação.

    O mercado é um gênio, destruiu a economia européia e a si mesmo. 

    Ha, ha, ha…

    Os comunistas nem precisam se esforçar para combater o capitalismo. Os próprios capitalistas fazem isto. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome