Painel internacional

Divergências na cúpula econômica britânica

BBC NEWS

O presidente do Banco da Inglaterra (banco central) e o ministro das Finanças discordaram sobre o que precisa ser feito para controlar os bancos e evitar uma repetição da crise financeira. No discurso anual na Mansion House (sede da City londrina) para a City (distrito financeiro de Londres), o presidente do BC, Mervyn King, pediu mais autoridade nas ações para intervir em bancos vistos como tendo comportamento de risco. Mas o ministro Alistair Darling disse, no mesmo evento, que não tinha planos para mudar radicalmente o sistema de regulação. Os Liberais Democratas (partido de oposição) disseram que o ataque de King foi “devastador“. O presidente do BC disse que se um banco for autorizado a ficar grande demais para falir, então a coisa terá ido longe demais.

Clique aqui


BC suíço se prepara para vender mais moeda

O Banco Nacional da Suíça está preparado para atuar no mercado de câmbio se necessário, a fim de impedir a valorização do franco suíço, disse o banco central nesta quinta-feira. “Se necessário, vamos continuar intervindo no mercado cambial para evitar uma valorização do franco suíço em relação ao euro”, disse Thomas Jordan, um membro do Conselho Diretivo do BNS, em uma conferência de imprensa. O BNS interveio nos mercados de câmbio em março, comprando euros e vendendo francos suíços. Jordan disse que os esforços foram bem sucedidos. “A valorização do franco suíço em relação ao euro, que é particularmente perigosa para a economia real da Suíça nesta crise, foi interrompida, e a volatilidade do câmbio euro/ franco suíço abrandou consideravelmente”, disse ele.

Clique aqui


Banco Mundial eleva previsão para a China

The Wall Street Journal

O Banco Mundial elevou nesta quinta-feira a sua previsão para o crescimento econômico da China neste ano, para 7,2%, reconhecendo o impulso para a economia do plano de estímulo de Pequim, embora tenha advertido que “é demasiado cedo para dizer que uma recuperação sólida e sustentada esteja a caminho”. O forte investimento público irá apoiar o crescimento da economia chinesa, a terceira maior do mundo, em 2009, mas o investimento privado é suscetível de continuar defasado, afirmou o Banco Mundial na sua última revisão trimestral sobre a China. Em março, o banco havia baixado suas previsões de crescimento da China, passando de 7,5% para 6,5%.

Clique aqui


Obama deveria focar déficit, diz pesquisa

New York Times

Uma maioria substancial de norte-americanos diz que o presidente Obama não desenvolveu uma estratégia para lidar com o déficit orçamentário, de acordo com a última pesquisa New York Times/ CBS News, que também considerou que o apoio aos planos de reforma do sistema de saúde, resgate da indústria automobilística e fechamento da prisão na Baía de Guantánamo, em Cuba, ficou bem abaixo da taxa de aprovação de empregos. Existe um fosso distinto entre a posição de Obama e como algumas de suas principais iniciativas são vistas, com menos da metade dos norte-americanos dizendo que aprovam a forma como ele tem tratado o sistema de saúde e os esforços para salvar as montadoras General Motors e Chrysler. A maioria das pessoas disse que ou suas políticas ainda não tiveram efeito sobre a melhoria da economia ou pioraram, ressaltando como sua força política ainda recai sobre a fé em sua liderança, ao invés de em resultados concretos. Enquanto Obama chega ao quinto mês como presidente e assume grande responsabilidade pelos problemas que herdou, os cidadãos estão alarmados com as centenas de bilhões de dólares despejados para a acelerar a economia. A maioria disse que o governo deveria, ao invés disso, focar na redução do déficit federal.

Clique aqui


China fala em “dificuldades de longo prazo”

Breaking News, World News and Taiwan News.

O yuan teve pouca alteração em relação ao dólar, diante da especulação de que a China vai impedir a apreciação da sua moeda para evitar uma queda prolongada nas suas exportações. O Conselho de Estado da China disse que o país deve se preparar para “dificuldades de longo prazo”, visto que os fundamentos para uma recuperação não são sólidos, de acordo com declarações na página eletrônica oficial, após uma reunião presidida pelo gabinete do premiê Wen Jiabao na quarta-feira. O banco central manteve a taxa de referência para negociações diárias de câmbio entre 6,83 e 6,84 este mês, mostrando a sua determinação de manter o yuan estável.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora