Painel internacional

EUA apostam na retomada do sistema financeiro

O desdém com que os EUA tratam o pedido de ajuda da financeira Cit Group sugere que o governo está apostando ter consertado o sistema financeiro o suficiente para resistir à falência de um credor de tamanho médio. “Odeio dizer isso, mas (a ajuda) é provavelmente dispensável“, disse Dennis Santiago, diretor executivo da Institutional Risk Analytics, de Torrance, Califórnia, empresa de investigação que estuda riscos sistêmicos. “Ela (a Cit) só pode ter perdido o barco” do resgate federal, disse Santiago. A decisão de ontem de o governo abdicar da salvação do Cit veio 10 meses após o pedido de falência do Lehman Brothers. O colapso do Lehman marcou o ponto mais profundo da crise de crédito, e resultou na criação de um fundo de US$ 700 bilhões de socorro. Ontem, funcionários do governo apontavam que os programas criados com esse dinheiro poderiam ajudar a preencher qualquer lacuna deixada pelos empréstimos do Cit.

Clique aqui


JPMorgan Chase lucra US$ 2,7 bilhões

New York Times

O banco norte-americano JPMorgan Chase disse que o seu lucro do segundo trimestre superou facilmente as expectativas, com o resultado positivo sendo impulsionado pelos fortes investimentos no seu negócio bancário. O gigante bancário de Nova York, segunda maior instituição financeira a anunciar notícias de lucros acima do esperado, informou que lucrou US$ 2,72 bilhões, ou US$ 0,28 por ação, acima dos US$ 2 bilhões, ou US$ 0,53 por ação de um ano antes. Analistas previram ganhos de US$ 0,04 por ação para o trimestre. O JPMorgan também registrou uma taxa de US$ 0,27 por ação, uma vez que o reembolso de investimentos do governo no banco, de US$ 25 bilhões, como parte do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos. Os resultados do banco se seguem aos fortes ganhos do Goldman Sachs no início da semana.

Clique aqui


Governança dos bancos britânicos em cheque

BBC NEWS

Os bônus bancários deverão ser controlados mais rigorosamente, e os diretores não executivos deveriam ser mais bem formados, de acordo com um relatório encomendado pelo governo britânico. A revisão da governança corporativa dos bancos britânicos pelo ex-regulador da City (distrito financeiro de Londres), Sir David Walker, apela também para uma maior participação dos acionistas. Recomenda-se mais transparência nos pagamentos e estruturas de bônus para todos os altos assalariados. O primeiro-ministro Gordon Brown disse ter pensado que as recomendações do relatório seriam aprovadas. Falando ao Comitê de Ligações da Câmara dos Comuns, Brown disse ter apoiado “inteiramente” a proposta de que os diretores não executivos deveriam desempenhar um papel mais importante nos níveis decisórios. Ele também disse que a Autoridade de Serviços Financeiros (FSA, na sigla em inglês) “estará publicando um código revisado de padrões de remuneração”.

Clique aqui


EUA não podem frear o crescimento “prematuramente”

O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, disse que o país não pode se dar ao luxo de colocar freios sobre o crescimento prematuramente, adotando medidas que puxariam a economia para uma recessão. “Não vamos repetir o erro clássico que os EUA fizeram na década de 1930″ e que outros têm feito, disse Geithner na Bloomberg Television. Geithner também disse que o país precisa manter suas despesas e recursos em equilíbrio. Retirar estímulos cedo demais “enfraqueceria o processo fiscal de longo prazo, bem como o tecido básico da economia”, disse.

Clique aqui


PIB da China cresce quase 8%

The Wall Street Journal

O governo da China voltou a fazer a sua economia se expandir muito mais rápido do que a maioria achava possível, ao mesmo tempo em que funcionários disseram nesta quinta-feira que o crescimento acelerou para 7,9% no segundo trimestre. Mesmo se o aumento for moderado nos próximos trimestres, muitos analistas dizem que a China ficará muito perto de cumprir a sua meta de expansão de 8% para o ano de 2009. No primeiro trimestre, o produto interno bruto cresceu 6,1%, comparado com o ano anterior.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome