Setor de serviços recua 5% em 2016, pior resultado desde 2012

transporte_caminhoes.jpg
 
Jornal GGN – Em 2016, o setor de serviços teve queda de 5%, influenciado pelas fortes perdas na atividade de transporte. O resultado é o pior da série história iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
 
Dados divulgados nesta quarta-feira (15) mostram que o setor teve crescimento de 0,6% em dezembro do ano passado, na comparação com o mês anterior, e recuou de 5,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior. 

 
Segundo a agência Reuters, a expectativa era de alta mensal de 1,4% em dezembro e de queda de 4,5% no ano. Roberto Saldanha, pesquisador do IBGE, ressalta que o resultado de dezembro não representa uma recuperação do setor. 
 
“Para o setor de serviços reagir precisa que o setor industrial retome seu crescimento contínuo e que haja a retomada de investimentos que implicam na contratação de empresas e consultorias”, afirmou Saldanha.
 
A maior queda registrada foi na atividade de Transporte, serviços auxiliares dos transportes e correio, com diminuição de 7,6% em 2016 e alta de 0,4% em dezembro. 
 
Transporte terrestre teve perdas de 10,4%, afetado pelo fraco resultado da indústria no ano passado. Outro destaque negativo foi na atividade de Serviços profissionais, administrativos e complementares, que caíram 5,5%. 
 
Com informações da Reuters
 
0gif-tarja-na_integra.jpg

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Desastre atrai desastre

    Estamos voltando aos tempos de FHC: recessão, desemprego e miséria crescentes.

    Só que há uma diferença: hoje existe uma crise mundial. Os investidores estão extremamente cuidadosos nas decisões de onde colocar seu dinheiro. O desastre promovido pelos golpistas resulta em mais desastre, com fuga de capitais.

    Obs.: não acho que os golpistas estejam errando nas decisões econômicas. Ao contrário, acho que os resultados são exatamente aqueles que eles almejavam, pois estão a serviço de Washington. Não acho que haja grandes inteligências em Temer e seus capangas-ministros. Mas também não são tão burros. Se eles realmente quisessem interromper o desastre, eles saberiam muito bem o que fazer. E não fazem.

  2. Os ultimos dados sobre o PIB

    Os ultimos dados sobre o PIB de 2016 indicam uma queda ainda maior do que as piores previsões dos “economistas de mercado” que vendem na midia que a politica economica recessionista está certo e “as coisas já estão melhorando”.

    Entrevistas espantosas como hoje na Joven Pan com um especialista da FGV IBRE, um tal de Tiago, dando queda do desemprego para 2018, com previsões precisas, na  casa decimal, segundo ele o desemprego em janeiro de 2018 estará em 11,2%, não é 11,1 ou 11,3% é precisamente 11,2%, como é possivel uma radio transmitir tais tolices?

    Disse tambem uma coisa fantastica, o desemprego depende da atividade economica e tem microfone para falar isso.

    • os….

      A foto de estradas privatizadas é o maior simbolo deste atraso gerado por Privatarias. Bilhões em isenções tributárias, bilhões e bilhões torrados em salários e pensões de uma Corte, que apossou o Estado brasileiro como Capitania Hereditária. E você pagando pedágios extorsivos por estradas de pista simples, sem acostamento nem defensas ou bem construídas, mas por outros governos há mais de 50 anos. Estes casos de Privataria provocaram a morte de vários estudantes em estrada de pista simples, sem acostamentos entre Mogi e Caragua. E ontem novamente na região de Presidente Prudente. Rodovias estaduais SP’s. Controladas por Agências Reguladoras. Os novos cabides de empregos.     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome