Adus oferece cursos de idiomas com refugiados

Jornal GGN – O Adus (Instituto de Reintegração do Refugiado) promove, a partir do dia 8 de agosto, o estudo de idiomas ministrados por refugiados e imigrantes estrangeiros no Brasil. A iniciativa, nomeada de “ConectAdus”, terá aulas de inglês, francês e árabe, dos níveis básico ao avançado, além de nutrir o contato dos alunos com uma nova cultura, por meio da experiência do professor.

O projeto, tem o objetivo de gerar renda e investir na formação do refugiado como professor de línguas. Os estrangeiros são preparados com aulas de português e, depois, treinados na formação de ensino de idiomas, até estar habilitado a dar aulas. O treinamento é constante, para melhorar e aperfeiçoar cada vez mais as aulas, que também contarão com um conteúdo cultural para promover o intercâmbio e a troca de experiências.

“Acreditamos que esse seja o diferencial das aulas de idiomas no Adus. Os refugiados são professores, alunos e amigos ao mesmo tempo, e podem se integrar com a troca de culturas que será oferecida no curso”, diz Rafaella Ziegert, coordenadora do ConectAdus.

As turmas regulares deverão contar com até 12 alunos, de acordo com o calendário do semestre letivo, com quatro horas de aulas por semana. Os interessados terão que investir R$ 1.125,00, que poderá ser pago à vista, com 10% de desconto, ou dividido em cinco vezes sem juros, gerando uma mensalidade de R$ 225,00.

As aulas acontecerão na sede do Adus, no Centro de São Paulo, de segunda a sábado. Com o número de vagas limitadas, os alunos passarão por um teste de nível antes do início das aulas para que as turmas sejam formadas de maneira adequada.

Também será possível fazer cursos particulares presenciais ou via Skype. Empresas interessadas em investir no ensino de idiomas para seus colaboradores também poderão contatar o serviço, com preços diferenciados.

Serviço

ConectAdus – Aulas de inglês, francês e árabe ministradas por refugiados

Local:  11º andar, Condomínio Ed Seguradoras – Av. São João, 313 – Centro, São Paulo – SP, 01035-000

Quando: de segundas as sextas, das 9h30 às 21h, sábados das 8h às 16h (vagas limitadas)

Investimento: R$ 1.125,00 com 10% de desconto à vista ou em cinco parcelas de R$ 225,00

Para mais informações, clique (aqui).

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Adus,,,

    Para um país que poderia ser referência mundial no trato a refugiados, um país que se diz governado por forças progressistas e socialmente engajadas, é uma vergonha ter como apoio a refugiados apenas a ação de uma paróquia da Igreja Católica no centro de São Paulo. Haitianos, africanos abandonados à própria sorte. Isto porque sem ver ação efetiva do Estado brasileiro, o governador do AC, os enviou ao estado de SP. Senão estavam largados no meio da Amazonia até hoje. É este o país que quer um assento na ONU?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome