Descaso com a educação pública chegou ao nível federal

Jornal GGN – O descaso com a educação pública, marca do governo do Estado de São Paulo, chegou, com Michel Temer, ao nível federal. Essa é a opinião da Associação de Docentes da Unicamp (ADUNICAMP), que lançou na última quarta-feira (8) o Movimento S.O.S Universidade Pública.

Em manifesto, os docentes da Unicamp dizem que as ações governamentais têm contribuído para um “desmonte sistemático do ensino público e gratuito”. “Isso tem sido fortemente adotado, já há anos, pelo governo estadual paulista, ao se omitir deliberadamente de sua responsabilidade ante a deterioração do orçamento das universidades, bastante comprometido pela subtração indevida de recursos da base de cálculo do ICMS que deveriam ser repassados integralmente à USP, UNICAMP e UNESP”, afirmam.

Para eles, o governo interino segue na mesma direção. “No nível federal, percebem-se também fortes tentativas de descaso com a educação pública superior, seja por meio de ações como a extinção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, seja por defender propostas excludentes e elitistas de privatização do ensino superior”.

O Movimento S.O.S Universidade Pública pretende lutar para conscientizar a comunidade acadêmica e a opinião pública sobre a necessidade de manutenção do ensino gratuito e de qualidade. “Vamos defender a universidade pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada para todos”.

MANIFESTO “SOS UNIVERSIDADE PÚBLICA”

Temos notado claramente que o governo interino federal e o governo estadual paulista, apoiados pela maioria dos congressistas e pela grande mídia, que tem usado de seu poder para defender os interesses das elites em detrimento da grande maioria da população brasileira, vêm buscando implantar “pacotes” e projetos que não apenas inviabilizam políticas de Estado, mas pretendem claramente ir contra o próprio Estado.

Particularmente em relação à educação, as ações governamentais têm contribuído para um desmonte sistemático do ensino público e gratuito. Isso tem sido fortemente adotado, já há anos, pelo governo estadual paulista, ao se omitir deliberadamente de sua responsabilidade ante a deterioração do orçamento das universidades, bastante comprometido pela subtração indevida de recursos da base de cálculo do ICMS que deveriam ser repassados integralmente à USP, UNICAMP E UNESP. No nível federal, percebem-se também fortes tentativas de descaso com a educação pública superior, seja por meio de ações como a extinção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, seja por defender propostas excludentes e elitistas de privatização do ensino superior.

É contra essas tentativas de desmonte da educação superior pública que surge o SOS UNIVERSIDADE PÚBLICA, um movimento da Unicamp cujo objetivo é lutar pela conscientização não apenas da comunidade acadêmica, mas também da opinião pública, sobre a necessidade de garantia de que a universidade permaneça pública e gratuita. Para isso, o movimento SOS UNIVERSIDADE PÚBLICA busca envolver não somente docentes, discentes, funcionários das universidades públicas, mas também diversos setores da sociedade (agentes da educação básica, representações sindicais, frentes populares, movimentos sociais e a população em geral) em torno de um conjunto amplo de debates e ações cujo mote seja: VAMOS DEFENDER A UNIVERSIDADE PÚBLICA, GRATUITA, DE QUALIDADE E SOCIALMENTE REFERENCIADA PARA TODOS!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guimarães Roberto

- 2016-06-09 13:35:14

Srs. Docente,

o Picolé de Chuchu tem que subtrair recursos das Universidades para repassá-los aos políticos que o apoiam. Se a classe não se unir para impedir esse descaso com a administração do sistema educacional ele irá privatizar todo o sistema sem que o Estado ganhe nada em troca, somente para economizar a verba a ser repassada e todos sabemos para onde ela irá.

Lucinei

- 2016-06-09 13:23:47

"Tentativa de

"Tentativa de descaso"?!

Poderiam explicar um pouquinho melhor, doutores?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador