EUA: Joe Biden e os reflexos na América Latina. Entrevista com Gilberto Maringoni.

O que fica de certeza é que a postura imperialista dos Estados Unidos não vai mudar, seja qualquer partido no poder. Estamos falando de uma postura firmada há mais de século e que vai perdurar.

Jornal GGN – A eleição de Joe Biden para a presidência dos Estados Unidos muda o relacionamento do país com a América Latina? Muda a relação com Israel ou Irã? A análise do cenário possível é feita por Gilberto Maringoni, professor de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC, em entrevista ao Jornal GGN.

Maringoni, entre outros livros, escreveu dois sobre a Venezuela: “A Venezuela que se inventa” e “Revolução Venezuelana”.

O que fica de certeza é que a postura imperialista dos Estados Unidos não vai mudar, seja qualquer partido no poder. Estamos falando de uma postura firmada há mais de século e que vai perdurar.

Maringoni lembra que os Estados Unidos, nas relações exteriores, funcionam como um Império expansionista, exercendo seu poder de inúmeras maneiras. O que diferencia é a violência com que é exercida essa supremacia. O modelo foi criado desde Monroe e vai seguindo de presidente em presidente.

Veja a entrevista de Gilberto Maringoni.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome