Federal Reserve mantém juros entre zero e 0,25%

Jornal GGN – O Federal Reserve (Banco Central dos Estados Unidos) manteve as taxas básicas de juros perto de zero, por conta dos “recentes acontecimentos da economia mundial e financeira”. 

Após a reunião do comitê de política monetária (FOMC), o Fed manteve seus juros entre 0% e 0,25%, como acontece desde dezembro de 2008. Contudo, um membro do FOMC votou contra a decisão: Jeffrey Lacker, que defendia um aumento de 0,25%.

“Os recentes acontecimentos financeiros e econômicos globais podem conter a atividade econômica de alguma forma e devem colocar mais pressão de queda sobre a inflação no curto prazo”, disse a autoridade monetária, em comunicado divulgado após a reunião, ressaltando que os riscos à economia dos Estados Unidos continuam quase equilibrados mas que está “monitorando os acontecimentos no exterior”.

Entretanto, a autoridade monetária sinalizou que deve começar a elevar a taxa de juros ainda neste ano. Novas projeções mostraram que 13 das 17 autoridades que integram o colegiado preveem ajuste dos juros ao menos uma vez em 2015, contra 15 na reunião de junho. Quatro autoridades acreditam agora que os juros não devem ser elevados até ao menos 2016, contra dois que viam isso em junho.

 

 

 

(Com Reuters e AFP)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. E irá continuar assim em 2015

    Acredito que os EUA não têm condições de elevar os juros já neste ano. E sabe-se lá quando em 2016. Se o fizer.

    A crise iniciada em 2008 está longe de ter sido debelada. Todos esse disse-me-disse que precede as reuniões do FED, onde supostamente pode decidido um encerramento do ciclo de juros baixos, tem servido a propósitos especulativos nos mercados dos países emergentes bastante sensíveis a boatos matreiramente difundidos em momentos estratégicos.

    Assim é que, embora a elevação dos juros não esteja realmente na pauta, a encenação está. E vão continuar encenando e mantendo os juros inalterados em 2015.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome