Lula e Gilberto Carvalho tornam-se réus da Operação Zelotes


Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN – O juiz Vallisney Oliveira, do Distrito Federal, recebeu a denúncia contra o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva na Operação Zelotes, por supostamente aceitar promessa de recebimento de recursos ilegais em 2009, tornando-o réu pela sétima vez em desdobramentos da Lava Jato. Lula e o ex-chefe de gabinete Gilberto Carvalho foram acusados de corrupção passiva.
 
Nesta terça-feira (19), o juiz de Brasília recebeu a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal levando Lula e Carvalho e outras cinco pessoas (o advogado Mauro Marcondes, os empresários Alexandres Paes dos Santos e José Ricardo da Silva, executivos Carlos Alberto de Oliveira Andrade e Paulo Arantes Ferraz) ao banco de réus, estes últimos por suposta corrupção ativa.
 
Segundo o Ministério Público Federal, os investigadores acreditam que Lula e Carvalho aceitaram a promessa de receber de montadoras um total de R$ 6 milhões a título de doações eleitorais, em troca da edição da Medida Provisória 471, de 2009.
 
Os procuradores acreditam que e-mails recebidos por Gilberto Carvalho de representantes de empresas interessadas na proposta legislativa indicam que o ex-presidente negociou o suposto esquema ilegal, com repasses. As empresas tiveram acesso ao texto final antes de ser aprovada, com as alterações solicitadas. Em troca, esse suposto recebimento de dinheiro alimentaria a campanha eleitoral do PT.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora