Serra só vence no sul

Do Estadão

Ibope indica Dilma com 39% e Serra com 34% das intenções de voto

Sucessão. Petista, que subiu três pontos porcentuais em relação à pesquisa realizada no fim de junho, alcançou o adversário na região Sudeste e ampliou sua vantagem no Nordeste; em um eventual segundo turno, a ex-ministra venceria por 46% a 40% 31 de julho de 2010 | 0h 00, Daniel Bramatti – O Estado de S.Paulo

A petista Dilma Rousseff lidera a corrida presidencial com cinco pontos porcentuais de vantagem sobre seu adversário mais próximo, José Serra (PSDB), segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo.

Dilma subiu três pontos porcentuais desde a última pesquisa Ibope, realizada no fim de junho, e tem 39% das intenções de voto. Serra oscilou dois pontos para baixo e aparece com 34%. A candidata do PV, Marina Silva, é a preferida de 7% dos eleitores.

A diferença entre Dilma e a soma dos adversários (41%) é de dois pontos, dentro da margem de erro da pesquisa. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa obter mais votos do que os concorrentes somados.

Em um eventual segundo turno entre PT e PSDB, Dilma venceria por 46% a 40% se eleição fosse hoje.

Mulheres. A vantagem da ex-ministra da Casa Civil chega a oito pontos (27% a 19%) na pesquisa espontânea – modalidade em que os eleitores manifestam suas preferências antes de ler a lista de candidatos.

Dilma tem 11 pontos a mais que Serra no eleitorado masculino (44% a 33%), e empata com o tucano entre as mulheres (35% a 35%). No levantamento anterior, o tucano tinha uma vantagem de sete pontos no eleitorado feminino.

Na divisão geográfica do eleitorado, a petista subiu de 32% para 37% no Sudeste e passou de uma desvantagem de cinco pontos para uma situação de empate técnico. O candidato do PSDB tem 35% no Sudeste, o maior colégio eleitoral do País.

No Nordeste, Dilma tem praticamente o dobro das intenções de voto do adversário (49% a 25%). Em um mês, sua vantagem na região se ampliou de 18 para 24 pontos.

No Norte/Centro-Oeste, houve uma inversão de posições: o tucano liderava por 41% a 33% e agora perde por 40% a 33%.

O Sul foi a única área em que Serra cresceu. Com 46% na região, sua vantagem sobre a adversária passou de 7 para 15 pontos.

Na simulação de segundo turno, o Sul é a única região em que Serra ficaria à frente (50% a 38%) se a votação fosse realizada hoje. Dilma colheria seu melhor resultado no Nordeste (55% a 32%) e ficaria com quatro pontos a mais que o rival no Sudeste e no Centro-Oeste. Com a distância de quatro pontos, os candidatos podem estar empatados no limite da margem de erro – dois pontos a mais em um caso e dois pontos a menos no outro. É um resultado possível, ainda que estatisticamente improvável.

Renda e rejeição. Na divisão do eleitorado por renda, Dilma tem vantagem maior entre os mais pobres. Ela lidera por 38% a 28% entre os eleitores cuja renda familiar é de até um salário mínimo. Na faixa de renda de cinco salários ou mais, a petista aparece com 40% e Serra, com 36%.

O tucano está à frente no quesito rejeição – 24% dos eleitores afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. No caso de Dilma, 19% dão essa resposta.

O Ibope também mediu a expectativa de vitória. Quase metade do eleitorado (47%) acha que a petista será a sucessora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para 32%, o vencedor será Serra.

Governo. O índice de aprovação ao governo Lula é de 77% – soma do eleitorado que considera a administração boa ou ótima. No Nordeste, 86% dos entrevistados veem o governo como ótimo ou bom.

Já o desempenho pessoal de Lula é aprovado por 85%. A nota média atribuída ao governo, em uma escada de zero a dez, foi de 7,9.

Quase um quarto dos entrevistados disseram ao Ibope que seu poder de compra “melhorou muito” nos últimos dois anos. Outros 43% responderam que “melhorou um pouco”.

Em relação a quanto se paga de imposto no Brasil, 31% afirmaram que a situação piorou muito ou pouco, enquanto 26% disseram que houve melhora.

Em relação à saúde pública, 38% apontaram melhoras nos últimos dois anos. Para 32%, os serviços pioraram.

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100731/not_imp588565,0.php 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome