Jornalistas são atacados por apoiadores de Daniel Silveira (PSL-RJ) em prisão

Fotógrafo relatou ser hostilizado e ameaçado na sala de imprensa da PF no Rio e agressões de apoiadores do deputado

Foto: Reprodução/Redes

Jornal GGN – Jornalistas relatam sofrer ameaças e ataques de apoiadores do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), ao fazer a cobertura de sua prisão e transferência, na sede da Polícia Federal do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (18).

Nas redes, o fotojornalista Betinho Casas Novas narrou que a sala de imprensa foi invadida pelos apoiadores do parlamentar, que ameaçaram, empurraram e hostilizaram os jornalistas e fotógrafos.

Durante cobertura da prisão e transferência do deputado federal, Daniel Silveira, na sede da Polícia Federal do Rio, apoiadores do deputado Invadiram a sala de imprensa, nos hostilizaram, ameaçaram e atacaram jornalistas que estavam trabalhando lá dentro.

Segundo o fotógrafo, agentes da Polícia Militar e da Polícia Federal que estavam no local não impediram as agressões dos apoiadores de Daniel Silveira.

“Todo momento durante nossa cobertura do ocorrido, fomos hostilizados e ameaçados na sede da PF. Muitos dos apoiadores, invadiam as transmissões e empurravam os jornalistas. Agentes da PM e da PF estavam no local e nada fizeram para impedir as ações”, informou.

Ainda, segundo Novas, no dia anterior, 17, um homem que segurava a placa de Marielle Franco, em protesto pacífico, “foi brutalmente agredido na porta da sede da PF” e os agentes da Polícia chegaram a ir até a multidão, sem intervir e retirando o manifestante do local.

“Estamos a cada dia sem proteção e segurança para exercer nossa função. A todo momento somos hostilizados, xingados, cuspidos e ameaçados e parece que as autoridades não estão nem aí. Que Deus nos proteja desses dias sórdidos que estão por vir”, manifestou Novas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora