GGN Covid: São Paulo representa a batalha de Stalingrado contra o invasor Covid

São Paulo será a Stalingrado da guerra mundial contra o Covid-19. A imagem é do cientista Miguel Nicolelis. Stalingrado na Rússia, foi cercado pelas tropas nazistas. Foram meses de lutas penosíssimas. A derrota do exército de Hitler marcou a virada que permitiu a vitória das Forças Aliadas. Se houvesse soçobrado, os destinos da guerra seriam outros.

São Paulo é o centro com maior nível de leitos e de hospitais, tem a melhor estrutura de saúde. Por outro lado, é ponto de entrada de pessoas de todos os lugares do mundo e do Brasil. Daí sua relevância.

Os dados de hoje mostram um quadro dramático.

A média diária semanal de novos casos foi de 11.312, 75% acima da média de 14 dias atrás. A média de óbitos foi de 226, 28,5% acima de 14 dias atrás.

95% da população paulista está em regiões com mais de 30% de crescimento do número de casos em 14 dias.

Relatório de casos

Relatório de óbitos

60% da população paulista está em regiões com mais de 30% de crescimento da média de óbitos em 14 dias. Outros 16% estão em regiões com crescimentos de óbitos entre 15% a 30% em 14 dias.

Ocupação hospitalar

O quadro mais trágico é o da ocupação de leitos. Das 18 regiões de saúde do Estado, 12 estão com nível de ocupação superior a 75%. 5 com ocupação entre 50% e 75%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora