O que está em jogo nas eleições, por Nilo

Por Nilo

Nas eleições presidenciais de domingo, se confrontam 2 modelos de governo: o do Grande Capital Especulativo e o do Estado do Bem-Estar Social. A seguir uma didática diferenciação desse modelos:

GRANDE CAPITAL ESPECULATIVO X  ESTADO DO BEM-ESTAR SOCIAL

(1) Por Grande Capital Especulativo (que tanto pode ser nacional como internacional) entenda-se aquele formado para a especulação de papéis. Capital improdutivo, isto é, não voltado à produção de bens ou serviços senão apenas para o ganho. É um capital parasitário e predatório: só seus agentes lucram. São seus agentes: os fundos de especulação, os bancos, os rentistas, os juristas (de juros), os dinheiristas, os argentário e os agiotas entre outros. Exemplo de grande especulador internacional: George Soros. Representantes principais na presente eleição: Aécio/PSDB e Marinha. Aécio na figura entre outras de Armínio Fraga (apontado como seu futuro Ministro da Fazenda) diretor por seis (6) anos do Fundo de Especulação de George Soros. Hoje, Armínio Fraga administra um fundo nacional (criado por ele e depois negociado) com 7 bilhões de dólares. Ao sair do Fundo de George Soros foi presidente do Banco Central do Brasil-BC (governo de FHC) e numa só tacada elevou o juros de 18,75% para 45%. Marina, entre outros, na figura de “Neca” Setúbal herdeira do Banco Itaú S.A. (o banco que é acionado pela Receita Federal por dívida de 18 bilhões de reais de IR, exatos R$.18.711.592.619,85 fora correção, juros e mora).

(2) Por Estado do Bem-Estar Social entenda-se Estado forte, indutor, desenvolvimentista, voltado ao Capital Produtivo, à inclusão e inserção social, à diminuição das desigualdades, ao desenvolvimento social, à defesa dos direitos sociais e individuais, ao trabalho e ao lazer. Representante principal nas eleições; Dilma/Lula. Exemplo: combate à fome no Brasil (FAO declara que no Brasil não se tem mais fome):

Leia também:  Em entrevista no Roda Viva, Temer admite que Dilma sofreu golpe e diz que Lula evitaria impeachment

“A fome deixou de ser endêmica no Brasil. Hoje, o país é um exemplo mundial de que é possível reduzir a fome de forma significativa, eficaz e digna. Compromisso político, investimentos, políticas públicas integradas e coordenadas e participação social são fatores que explicam o Brasil ter saído do mapa da fome. Quero destacar o papel do Consea nesse esforço: mobilizando opinião pública, participando do debate e elaboração de políticas, assegurando o controle social, monitorando sua implementação e ajudando a fortalecer o marco jurídico”

Site: https://www.fao.org.br/FAOrabcf.asp

Contraponto importante: Especulação no Mercado Futuro de Alimentos (especulação nas bolsas de commodities com alimentos como trigo, arroz e milho, que correspondem a 75% do consumo mundial de alimento) é responsável pela fome no mundo: a cada 5 segundos uma criança morre de fome no mundo, principalmente na África afirma o sociólogo suíço Jean Ziegler ex-diretor especial para o Direito à Alimentação das Nações Unidas – 85% dos alimentos de base negociados no mundo são controlados por 10 empresa e “elas decidem cada dia quem vai morrer de fome e quem vai comer… A cada ano 18 morrem de fome. A cada 5 segundos uma criança no mundo morre de fome… Não há escassez de alimentos. O problema da fome é o acesso à alimentação”

Vide site: http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/posts/2013/07/13/uma-crianca-que-morre-de-fome-hoje-assassinada-diz-jean-ziegler-503352.asp

Consute também seu livro “Destruição em Massa. Geopolítica da Fome”

(ATENÇÃO: gastei 20.3 segundos para ler o texto até esse ponto. Isso significa que nesse tempo morreram 4 crianças de 0 a 5 anos de idade de fome no mundo, principalmente na África)

Leia também:  Em entrevista no Roda Viva, Temer admite que Dilma sofreu golpe e diz que Lula evitaria impeachment

PORTANTO, o que está em jogo nessas eleições não são nomes, mas projetos e modelos dietralmentos opostos de governos, um voltado à poucos; outro, a muitos…

Notas complementares e ilustrativas:

– Bolsa de Valores de São Paulo. Roteiro especulativo. Caso Petrobras. De um fato (verdadeiro ou não. Pouco importa). Recalibra-se, escandiza-se. Repercute-se. Ações oscilam para baixo e para cima. Agita-se o mercado e apostas crescem. RESULTADO: investidor que aplicou R$.1.000,00 em opções de venda de Petrobras no início de setembro (2014) e vendeu no fim do mês viu seu dinheiro virar R$ 11.240, sem considerar os custos da operação. Lucro foi de 1.120%. Imagine quem investiu 10 milhões, ou 100 milhões, ou 500 milhões ou um bilhão ou mais?????

(http://www.infomoney.com.br/petrobras/noticia/3605412/vender-petrobras-b…)

Esse é o campo de ação do especulador. Atenção: não se anime a fazer apostas na Bolsa; isso é só para os experts…

– Indagado um dia se era marxista, Lula respondeu: “Sou metalúrgico”. Ou seja, Lula sempre foi um pragmático (nunca foi ideológico). Originário da produção (indústria) sempre foi a favor do capital produtivo, Daí sua reação quando da crise mundial de 2008. Basta lembrar da medidas expansionistas tomadas: aumento do crédito; redução do juros; redução do IR  que passou a ter mais bandas de desconto permitindo mais recursos à classe média baixa e intermediária; aumento do salário mínimo acima da inflação; maior distribuição de rendas; fortalecimento do consumo interno; aumento substancial do investimento público, obras, estruturais, de infra-estrutura, capitalização do Estado com aumento das reservas; etc.

Leia também:  Em entrevista no Roda Viva, Temer admite que Dilma sofreu golpe e diz que Lula evitaria impeachment

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

28 comentários

  1. Simplificação grosseira

    Só poderia sair de áulico autista…. a realidade é bem mais cheia de tons, não é preto no branco…

    • EXATAMENTE !!! E todos os

      EXATAMENTE !!! E todos os matizes existem entre os dois pólos opostos e complementares de uma realidade dual. Capice !?!?

       

      “O BRASIL PARA TODOS não passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO – O que passa SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO é um  braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  2. ótimo post.
    síntese perfeita

    ótimo post.

    síntese perfeita para uma boa escolha, a da inclusão

    social destes últimos doze anos.

    uma dos fatores reais mais importantes e mais

    relevantes na minha opinião para escolher dilma/lula é

    o da estabilização social.

    é que ao radicalizarem na sua política economica

    concentracionista da renda e da exclusão social,

    os tucanos ou a marina certamente trarão com ela

    uma série de consequencias sociais que resultarão

    inevitavelmente em confusão e desestabilização social.

    isso é tão evidente me parece que as pessoas nem destacam mais

    a sua relevancia.

  3. Alguem ja disse pra Dilma se

    Alguem ja disse pra Dilma se vingar no bolso dos bancos toda santa vez que os juros aumentarem?

    Pois funciona…

  4. ….imbecil….

    Nilo :

    voce deve ser um robo do MAV

    voce  tambem não quer meu cartão de credito para doar 5 reais ás criançs pobres ???

    Brasil é maior que toda essa teoria  esfarrapada.

    Acorde Nilo…

  5. E’ o resumo da opera

    Esta e’ a contradicao politica fundamental de nossa epoca.

    Com este modelo simplificado das opcoes em jogo e’ possivel entendermos nao so’ a politica brasileira nestas eleicoes como tambem os anseios de independencia do escoceses, a luta dos ucranianos contra o “putsch”  perpetrado pelos americanos (e a dominacao fascista e neo-liberal em Kiev desde fevereiro deste ano), o golpe de estado na Tailandia, o que se passa na Argentina, no Brasil, na Venezuela, na Grecia, etc..

    Como aquele grande filosofo alemao disse, no seculo XIX, a decisao sera’ entre a racionalidade nos assuntos economico-sociais da humanidade ou o barbarismo. Este momento chegou para a humanidade, quando a Nova Ordem Mundial (neo-liberal) tenta se impor em todos os paises e a qualquer custo, inclusive pela destruicao dos estados nacionais se necessario. Vide Libia, Iraque, Afeganistao, Ucrania, Somalia, Egito, e tentativas em curso na Siria; e esforcos de desestabilizacao em muitos outros paises, inclusive do Brasil.

  6. “Ao sair do Fundo de George

    “Ao sair do Fundo de George Soros foi presidente do Banco Central do Brasil-BC (governo de FHC) e numa só tacada elevou o juros de 18,75% para 45%”. Ainda falam que no atual governo muita corrupção rolou – com certeza: onde há fumaça há fogo …onde tem muito dinheiro,,,corruptos surgirão. Quanto esse cidadão repassou pra os especuladores com essa elevação dos juros ? Não é roubo ? É honesto ? Um cara desses ainda se diz brasileiro. O lance é: “ganha mais não leva”. Não terá tempo de gastar o que “lucrou ???” em vida. …Pra mim é um ser ignóbil…repugnante. Escória endinheirada..

    • Foi o Armínio Naufraga!

      Foi o Armínio Naufraga! Aquele que, ao invés de por o barco para navegar, encheu o barco de buracos. Deveria existir uma lei penal para punir incompetentes com 30 anos de cadeia. Se bem que, no caso dele, tudo pode ter sido feito de propósito e deveria, em razão disso, receber 60 anos de cana. Mas o sujeito continuou livre, leve e solto e, agora, é o braço direito do pópará.

  7. “(2) Por Estado do Bem-Estar

    “(2) Por Estado do Bem-Estar Social entenda-se Estado forte, indutor, desenvolvimentista, voltado ao Capital Produtivo, à inclusão e inserção social, à diminuição das desigualdades, ao desenvolvimento social, à defesa dos direitos sociais e individuais, ao trabalho e ao lazer. Representante principal nas eleições; Dilma/Lula. Exemplo: combate à fome no Brasil (FAO declara que no Brasil não se tem mais fome):

    “A fome deixou de ser endêmica no Brasil. Hoje, o país é um exemplo mundial de que é possível reduzir a fome de forma significativa, eficaz e digna. Compromisso político, investimentos, políticas públicas integradas e coordenadas e participação social são fatores que explicam o Brasil ter saído do mapa da fome.”

    O que chamo de pura inteligência é o fato de Lula e Dilma terem conseguido todo o avanço exposto por Nilo acima  nas barbas dos abutres do grande capital especulativo.

    Querido Lula e querida Dilma, vocês salvaram muitas crianças no Brasil. Se, de fato, existir a chamada Lei do Karma, na próxima reencarnação vocês serão pessoas maravilhosas e felizes.

    • Gozado, eu acho que eles já

      Gozado, eu acho que eles já são …

       

      “O BRASIL PARA TODOS não passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO – O que passa SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO é um  braZil-Zil-Zil para TOLOS”

    • Pleno emprego

      Dentre as frases mais inteligentes e argutas que o Lula criou, nessa disputa política pela Presidência da República, que atinge o bolso do grande capital, é aquela em que ele diz: ” Fazer o país crescer, desempregando as pessoas, jogando os pais de famíla no desespero, e depreciando, consequentemente, o valor dos salários de quem consegue se manter nos empregos, é muito fácil. Eu quero ver é fazer o país crescer, mantendo o pleno emprego, crescendo gradativamente o poder de compra dos trabalhadores e distribuindo renda. Esse é o grande desafio do nosso capitalismo.”

      É óbvio que o Governo, ao criar condições que mantenham baixas as taxas de desemprego, o capitalista, para manter a sua força de trabalho, tem que valorar os salários.

      Por isto, os economistas de Marina e Aécio anunciam que é preciso ter mais desemprego, visando diminuir o custo da folha de salários de quem permanece empregado.

      Infelizmente, parcela significativa dos trabalhadores ainda não consegue entender essa lógica tão simples.

      Porque, se entendesse, Dilma ganhava de lavada no 1º turno.

      • fácil falar
        Fácil falar que o governo atual salvou a pátria, quando de escuta que a produção industrial vem caindo todo mês gradativamente, que as indústrias vão demitir mais pessoas…eu trabalho em comércio e sei muito bem que nos últimos anos o que eu venho escutando e percebendo são as reclamações de ppequenos empresários de que tá tudo muito difícil, que tá tudo muito caro…As feiras de negócios que acontecem o ano inteiro em SP não estão movimentando mais como movimentavam a 6 anos atrás e eu vejo isso piorando a cada ano. E nem preciso falar de empresários quando eu mesma vejo TRABALHADORES (e falo das domesticas e não dos executivos) reclamando de que a cada mês fica mais difícil fazer com.pra no mercado, reclamando e dizendo que não vai votar na Dilma justamente por isso, pq elas avaliam como esta sua vida hoje…Como seus filhos estão comendo, estudando, como estão os hospitais do SUS, etc. E não vejo nenhuma delas felizes. Eu não convivo com executivos, eu vejo todos os dias trabalhadores que ganham salário mínimo, que ganham bolsa família, reclamar que não dá pra viver com o que ganham, que tudo no mercado sobe a cada semana. Então, onde está o tal governo para o bem social? Eh fácil dizer que um governo eh dos ricos e outro dos pobres. Pra mim, pobre eh essa discussão burra, pq todos eles são mentirosos, corruptos e gostam de fazer o povo de idiota. Ou as escolas do nordeste ou do interior estão indo super bem? Ou os professores de outros estados, governados pelos diversos partidos, estão satisfeitos com seus salários e condicoes de trabalho? Discussão filosófica está fora de cogitacao e ultrapassada! Filosofia não eh aplicada na pratica, pq eu vejo todos os dias oq eh a prática e sei que não existe governo de rico e governo de pobre. Oq existe eh a velha política, que nunca saiu do governo, desde o descobrimento do Brasil!

  8. MP deve indiciar Alckmin por falta d’água

    MP deve indiciar Alckmin por falta d’água

    Ministério Públicio pode aprovar inquérito contra o governador pela crise hidríca em São Paulo

    A gestão de Alckmin vem sendo investigada pelo Ministério Público / Divulgação

    Por: Diário SP Online

    Foi aberto um inquérito civil contra o governador Geraldo Alckmin pela omissão de seu governo em minimizar a crise hidríca em São Paulo. O pedido foi protocolado pelo procurador de Justiça Sérgio Neves Coelho, no último dia 2, e tem até 30 dias para a decisão do chefe do Ministério Público.

    O texto destaca que “o chefe do Poder Executivo Estadual [Geraldo Alckmin] tem-se negado a reconhecer a gravidade da crise de abastecimento de água”. No último debate antes do primeiro turno das eleições, nas quais Alckmin concorre à reeleição, o governador insistiu, por diversas vezes, que não existe racionamento, e que mesmo em 2015 não deve faltar água no estado.

    Porém, desde janeiro, o Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de água de mais de 8 milhões de pessoas na região metropolitana, zerou seu volume útil e já está com apenas 6,7% da capacidade do “volume morto”, reserva próxima do fundo das represas, abaixo da captação normal de água. Nas zonas norte e leste da capital, já há bairros em racionamento durante o período da noite. Além disso, no interior paulista, pelo menos oito municípios já decretaram estado de emergência pública por falta de água. 

    A gestão de Alckmin vem sendo investigada pelo Ministério Público desde o começo do ano, em razão do governador não ter atendido indicação, em 2004, da Agência Nacional de Águas, do governo federal, e do Departamento de Água e Energia, do próprio governo estadual, para que São Paulo buscasse alternativas para o Sistema Cantareira. Promotores averiguam ainda se a Sabesp poderia ter investido em melhoria no sistema de captação e conserto dos vazamentos, onde se perde até 30% da água limpa transportada por conta de furos na tubulação. 

    O Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente do Ministério Público (GAEMA) questiona também a ausência de um banco de águas no estado, e a insistência do governador em não instaurar racionamento oficial no momento mais grave da crise. De acordo com o Gaema, se o governo permitir o secamento integral da represa, os danos ambientais são imprevisíveis, e o Sistema Cantareira corre o risco de não se restabelecer completamente.

    http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/73148/mp-deve-indiciar-alckmin-por-falta-dgua

  9. Crise na refinaria atinge homem forte de Marina

    Crise na refinaria atinge homem forte de Marina

    Que a Refinaria Abreu e Lima, que está sendo implantada pela Petrobras no Complexo Industrial e Portuário de Suape (PE), vem sendo alvo de uma série de denúncias feitas pelo PSB e PSDB sobre desvios de recursos e de superfaturamento na sua construção não é novidade para ninguém; o fato novo, porém, é que uma das empresas que atuam no projeto, a Construcap CCPS Engenharia e Comércio S.A.,que possui R$ 120 milhões em contratos com a refinaria, tem como sócio João Paulo Ribeiro Capobianco, ex-secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente na gestão de Marina Silva à frente da pasta e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à presidência da República; Capobianco diz que herdou 5% do controle acionário após a morte da mãe e que nunca trabalhou na empresa; depois de tanto fustigar a Petrobras, o que Marina tem a dizer?

    3 de Outubro de 2014 às 19:36

     

    Paulo Emílio, Pernambuco 247 – A Refinaria Abreu e Lima, que está sendo implantada no Complexo Industrial e Portuário de Suape (PE), vem sendo alvo de uma série de denúncias feitas pelo PSB e PSDB sobre desvios de recursos e de superfaturamento na sua construção. O uso eleitoral da refinaria, porém revelou que uma das empresas que atuam no projeto, a Construcap CCPS Engenharia e Comércio S.A., tem como sócio João Paulo Ribeiro Capobianco,  ex-secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente (2003 a 2008) e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à presidência da República. 

    A Construcap integra um consórcio formado com a empresa Progem para a execução de serviços de infraestrutura civil como o sistema de drenagem pluvial limpo, pontilhões de concreto, arruamento e pavimentação, áreas de armazenagem e portarias junto a refinaria pernambucana. O valor do contrato é de R$ 120 milhões tendo sido firmado com a Petrobras em 2009.

    A empresa aparece listada em um processo do Tribunal de Contas da União (TCU) como suspeita de irregularidades na execução dos serviços. Conforme o Acórdão 009.758/2009-3, a Construcap teve que prestar esclarecimentos sobre supostas irregularidades referentes a uma cláusula contratual ligada à paralisação dos serviços por causa das chuvas. Segundo a assessoria de imprensa da empreiteira, o fato é considerado normal e a situação teria sido esclarecida e o pagamento foi autorizado após um período de cerca de dois anos.

    A Construcap, foi fundada por Júlio Capobianco, pai de outro acionista da empreiteira, o ambientalista, ex-secretário nacional de Biodiversidade e Florestas e também ex-secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente (2003 a 2008) durante a gestão de Marina Silva, João Paulo Ribeiro Capobianco. Capobianco é um dos coordenadores da campanha presidencial de Marina e é considerado um dos homens de confiança da candidata.

    Nos últimos dias de campanha, Marina passou a utilizar as denúncias de irregularidades em diversos contratos da Petrobras, incluindo aí a construção da Refinaria Abreu e Lima, para atacar o governo e a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição. A estatal está no olho do furacão desde que a Operação Lava Jato da Polícia Federal prendeu ex-executivos sob suspeita de envolvimento em um esquema de superfaturamento e pagamento de propinas envolvendo várias diretorias da companhia.

    Em contato com o Pernambuco 247, Capobianco informou que herdou 5% das ações da empreiteira em 2011, após a morte da mãe. Apesar da participação acionária, ele disse que jamais exerceu qualquer cargo de direção ou que tenha participado em alguma das decisões executivas ou operacionais da empresa.

    “Na época em que fui secretário-executivo do Ministério, inclusive, os órgãos de controle atestaram que, mesmo eu tendo na época 0,01% das ações, jamais havia trabalhado na empresa. Na época, a Marina era ministra do Meio Ambiente e a Dilma [presidente Dilma Rouseff] era a ministra da Casa Civil. Se houvesse alguma irregularidade os órgãos de controle teriam apontado e eu não poderia tomar posse. Agora, se existe alguma suspeita sobre a Construcap, eles devem providenciar as devidas explicações e esclarecimentos sobre o assunto”, disse.

    http://www.brasil247.com/pt/247/pernambuco247/155750/Crise-na-refinaria-atinge-homem-forte-de-Marina.htm

  10. Fome

    Um detalhe sobre a questão da fome: Existe um índice interessante sobre o tema, chamado Global Hunger Index, que é calculado para mais de 120 países. Em quase TODOS eles o índice tem melhorado substancialmente desde a década de 90 (início da série). As exceções são países com situações de guerra civil, epidemias, etc. Em grande maioria, nações africanas.

    No caso brasileiro, o índice vem melhorando desde o início de sua apuração, como podem ver no link, que traz os dados de todos os países bem como maiores explicações sobre o índice:

    http://chartsbin.com/view/3355

    Assim, ficar falando que o “governo do PT” acabou com a fome no Brasil é uma simplificação grosseira (para não dizer que é uma mentira). Esse é um movimento praticamente mundial e que já se notava – no mundo e no Brasil – bem antes de 2003. 

    Claro que vocês podem retrucar ignorando os dados e fatos. Seria típico. E bem divertido!

  11. Coordenador da campanha tucana envia dinheiro a paraíso fiscal

    Coordenador da campanha tucana à Presidência envia dinheiro a paraíso fiscal

     Nenhum Comentário Tags: , , , ,

    Calote é estimado em R$ 160 milhões

    O coordenador da campanha do PSDB à Presidência da República, o empresário Wilson Nélio Brumer, um dos responsáveis na equipe de notáveis encarregada de elaborar o plano de governo para a área energética do candidato tucano Aécio Neves, é acusado de, na sua atividade empresarial, ter dado um calote de R$ 160 milhões na praça e de ter direcionado nos últimos anos grande volume de dinheiro para os chamados paraísos fiscais.

    Ao lado do parceiro no negócios, Luiz Carlos Martins, que trabalha atualmente no comitê de campanha do candidato do PSDB ao governo de Minas, Pimenta da Veiga, ele teria se valido da Probank S/A e de outras empresas de fachadas para fazer a operação que resultou no rombo milionário.

    A Probank cresceu ganhando diversas licitações junto aos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o País para organizar as eleições eletrônicas no país, mas entrou em processo de falência.

    Um perito contratado pelo juiz de Falência e Recuperação Judicial de Belo Horizonte, descobriu que os sócios simplesmente sumiram com o capital e o patrimônio da empresa, deixando evidências de que a falência teria sido fraudulenta.

    Em função das suspeitas levantadas, unidades de inteligências financeiras (espécies de Coafs da Europa) foram acionadas pela Justiça e conseguiram rastrear e localizar o dinheiro. Segundo a apuração dos especialistas, ele foi para as Ilhas Virgens Britânicas. Um paraíso fiscal que ganhou fama depois que se descobriu que era lá que Ricardo Sérgio de Oliveira (ex-diretor do Banco do Brasil), Verônica Serra (filha do ex-governador de São Paulo, José Serra) entre outros “Privatas do Caribe”, como esse esquema já amplamente denunciado ficou conhecido, amoitavam a dinheirama surrupiada das privatizações.

    Empresário experiente, Brumer presidiu a Usiminas e outras estatais, como a Vale e a Acesita, e teve importante papel no processo de privatização ocorrido durante o governo FHC.

    Ele foi ainda secretário de Desenvolvimento Econômico no governo de Aécio Neves, em Minas Gerais, e atualmente desempenha também o papel de cabo eleitoral, enviando cartas ao empresariado com o intuito de angariar votos para o candidato tucano.

    http://noticias.r7.com/blogs/helcio-zolini/coordenador-da-campanha-tucana-a-presidencia-envia-dinheiro-a-paraiso-fiscal-20141003/

     

  12. deveria ter tido apenas que o

    deveria ter tido apenas que o modelo que o petismo persegue é tal qual o cubano: a turma do poder fica com tudo e o povo com a m*

    •   Parabéns: você acabou de

        Parabéns: você acabou de resumir o governo FHC.

        Agora vocês direitistas deveriam resolver: o petismo é o que quer jogar o povo na merda ou o que dá condições para os pobres comprarem carros e entupirem as estradas e ruas construídas para os homens bons?

  13. Que imensa confusão

    Que imensa confusão conceitual, um caos de ideias mal digeridas. Não há e nunca  houve um regime de bem estar social puro, só isso e nada mais, de onde virão as receitas para o regime de bem estar se a economia afunda por falta de dinamismo e eficiencia?

    Como falar em inclusão social com uma economia indo mal? Para que exista o gasto social há que haver a receita empresarial, alguem precisa trabalhar para pagar a conta dos pobres atendidos pelo Estado.

    O neoliberalismo de Thatacher nasceu porque o Estado de bem estar social inglês, iniciando em 1946 pelo Primeiro Ministro Clement Attlee,  não tinha mais dinheiro para ser mantido. Se a economia vai mal, não haverá dinheiro para o Bolsa Familia, o dinheiro da inclusão social vem dos contribuintes e estes não tendo renda não pagarão impostos, portanto não existe o ANTAGONISMO entre um governo de inclusão social e uma economia dinamica e produtiva, o primeiro não existe sem o segundo.

    Inclusão social com um Governo ruim, inecificente, incompetente dá uma Venezuela, que tendo as maiores reservas de petroleo do planeta e  está tão quebrada que as linhas aereas não fazem mais escala em Caracas porque a Venezuela não tem cambio para que elas recolham o dinheiro da venda de passagens, na Argentina, que já foi o maior exportador de carne do mundo, h´escassez de carne para comer, esse é o resultado de regimes que se pretendem de inclusão social SEM ECONOMIA PRODUTIVA.

    •   Oras, AA, obviamente nem 8

        Oras, AA, obviamente nem 8 nem 80. Ou uma Suécia vive de imprimir dinheiro???

        Se não há inclusão social sem economia produtiva, você e eu sabemos muito bem que não há economia produtiva que aguente sem uma população sadia, educada e capaz de consumir.

    • Luxemburgo

      Você tirou essa estória de “imensa confusão” do grande teórico do nosso futebol, o Wanderley Luxemburgo, que colocou como meta do seu trabalho no Flamengo tirar o clube da “zona de confusão” da tabela do brasileirão.

      E está conseguindo, sem desempregar ninguém, sem diminuir salários e, ainda, colocando o dele no bolso. Como ? Gestão, meu caro. O que os nossos empresários não tem. Há pelo menos dois anos que eles fazem greve de investimentos.

      Eles querem do governo algo que o governo não pode lhes dar: o mundo perfeito, cor-de-rosa, aqui e no exterior, onde eles possam planejar e investir sem riscos.

      Eles querem que o governo, no meio de uma grave crise internacional, lhes ofereçam um mundo sem riscos, com um câmbio favorável e, ainda pasmem !, controlando a inflação. Pois, o Governo lhes deu o câmbio e a inflação controlada.

      Mesmo assim, eles não sabem multiplicar o capital mantendo o pleno emprego, crescendo gradativamente a renda do trabalhador, distribuindo renda.

      Eles qurem mamão com açucar, a sopa no mel, um Estado paizão e mãezona.

      Eles são incompetentes. São uns capitalistas de merda.

      Eles querem, como dizem os economistas endinheirados e especuladores da Marina e do Aécio, mais desemprego. Sabe por que ? Para depreciar os salários de quem conseguir manter-se empregado. É a velha lei da oferta e da procura. Se tem muito trabalhador procurando emprego, se há muita oferta de trabalho, o valor dos salários cai.

      Eles querem o trabalhador correndo atrás do emprego e não, como agora, o capitalista correndo atrás do trabalhador.

      Capitalista, assim, qualquer um pode ser.

      “Imensa confusão” é uma imagem que você quer difundir para confundir a cabeça dauqeles que não sabem das diferenças entre um modelo sócio-econômico voltado para o bem estar social da grande maioria das pessoas e de um outro modelo que busca enriquecer uns poucos em detrimento do restante da sociedade empobrecida.

  14. GRANDE CAPITAL ESPECULATIVO X

    GRANDE CAPITAL ESPECULATIVO X  ESTADO DO BEM-ESTAR SOCIAL

    Falácia da falsa dicotomia.

    Estado do bem estar social, eufemismo para controle estatal absoluto.

    Será que existe gente que acredita nesta retórica dos bonzinhos de esquerda kutando contra malvadinhos de direita.

    Infantiliza.

    Especialmente quando se sabe que os nossos bolivarianos estão nadando em dinheiro do povo.

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=_w0zJK1BE-0%5D

    •   Falácia O CARAMBA.
        Eu

        Falácia O CARAMBA.

        Eu estava vivo e alfabetizado nos anos 90, sei muito bem como funciona a tal “falácia”. Para gente como você, sistema público de saúde e garantia de consumo mínimo de calorias para os habitantes de uma nação é “caminho para controle estatal absoluto”.

        Concordo que não existe “direita malvada”: existe é GENTE MAU-CARÁTER, que não suporta ver seu Porshe “obstruído” por um engarrafamento de carros populares, ou que não aceita viajar e topar com o porteiro numa calçada de Nova York, ou que acha o salário mínimo “muito alto”.

        E engraçado é que o tal “dinheiro do povo” só é do povo quando está no governo algum partido de esquerda ou centro-esquerda, porque senão você e gente do seu tipo quer mais é “estabilizar” a economia com juros altíssimos. Afinal, o que é a beleza de ex-famintos comendo perto de um título do Tesouro que rende 45% ao ano, não é mesmo?

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome