PV escolhe Eduardo Jorge como candidato à Presidência da República

O Partido Verde (PV) definiu hoje (14) o médico e ex-deputado federal Eduardo Jorge como candidato da legenda na eleição para presidente da República, em outubro. A atual vice-prefeita da Bahia, Célia Sacramento, também do  PV, complementa a chapa como vice.

Segundo Eduardo Jorge, que também foi secretário municipal de Saúde e de Meio Ambiente de São Paulo, além de deputado estadual, o PV quer se colocar como opção alternativa na disputa.

“O PV é um partido do século 21. Os três partidos grandes [PT, PSDB e PSB] ainda estão no século 20. Eles continuam ligados naquele velho sistema capitalista e socialista, em que a questão do meio ambiente é considerada uma coisa secundária, quando não desprezível”, disse Jorge. O partido terá cerca de um minuto de tempo na televisão.

Para ele, o atual momento do país e a “fragilidade das instituições” poderão ser diferenciais na campanha eleitoral. “A população está muito irritada e descontente com os atuais representantes e os partidos políticos. Querem lições novas, avançadas, de vanguarda, renovadoras, essenciais para a defesa nos nossos países do planeta e acho que vamos ter um trânsito grande nesse debate, nessa conversa com os cidadãos a partir de julho”.

Como principais pontos do programa de governo, Eduardo Jorge disse que o partido propõe o debate acerca da reforma política – com adoção do parlamentarismo, o sistema de voto distrital misto e facultativo –, implantação de políticas de desenvolvimento sustentável focadas na expansão da energia eólica e mudanças na condução da economia.

“Não podemos ficar como hoje, com o crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] e uma posição economicista, como uma verdadeira religião. Queremos que o critério da evolução econômica seja mais diversificado. Com a defesa do crescimento, mas qualificado, não um crescimento com bens e incentivo ao setor automobilístico. Um crescimento com produtos limpos”, disse Jorge.

“A candidatura do Eduardo Jorge e da Célia vai preencher o vazio nessa campanha. Abordamos temas que os outros candidatos têm medo de abordar, porque não têm coragem, porque acham que tira voto ou que não são do ideário dos seus partidos”, disse o líder do PV na Câmara, deputado Sarney Filho (MA).

Baiano, radicado em São Paulo, e pais de seis filhos, Eduardo Jorge participou da fundação do PT, partido que se desfiliou em 2003 para entrar no PV.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

12 comentários

  1. Não conheço as idéias do

    Não conheço as idéias do candidato, porém acho interessante candidatos com plataformas com temas diferentes. Ele fala que vai falar do aborto. Porém, já disse que não conheço o cidadão, o PV sempre é usado como alavanca de temas espinhosos em debates pelo PSDB. Tomara que senhor não siga seus colegas de SP.

  2. Melhor candidato

    Melhor candidato alternativo

    Confesso que votarei em Eduardo Jorge do PV no primeiro turno. Responsável por aprovação de importantes projetos como o fim do amianto cancerígeno nos freios de veículos, tem agido com extremo bom senso. Começa pelo excelente discurso de privilegiar o desenvolvimento econômico (ainda que priorizando a economia menos poluente), o que para um partido ambientalista mostra maturidade e conciliação com a necessidade de progresso.

    Seria excelente inclusive se fosse para segundo turno para quebrar um jejum de décadas no qual o PSDB sempre foi adversário do PT.

    Se o PSDB neoliberal perdesse o segundo turno para um outro partido, as eleições perderiam o radicalismo no qual tem se aprisionado há muito tempo, de dois partidos monopolizando a pauta política nacional.

    Se Dilma encontrasse um oponente a altura, teríamos uma disputa de verdade, e ela se sentiria pressionada inclusive a ouvir mais a sua base eleitoral. Muitos dos eleitores do PT votam no partido apenas por medo da volta do capitalismo neoliberal selvagem representado por Aécio (com direito a desemprego, arrocho salarial, e privatizações). Eleitores petistas votam contra Aécio, e eleitores peessedebistas votam contra o PT. Um jogo no qual o eleitor fica encurralado e sem muitas opções.

     Só falta o Brasil descobrir o talento de Eduardo Jorge.

  3. O PV de São Paulo votou em

    O PV de São Paulo votou em peso a favor da privatização das Unidades de Conservação paulistas (Projeto de lei complementar 62/2013), recentemente aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo. Além das UC’s, o projeto torna possivel a entrega às OSs do Hospital do Servidor Publico e da Fundação Casa, em perfeita consonancia com os desejos do exterminador da água paulista. Aliás, ambientalismo, preservação da mata ciliar e água na torneira das casas tem tudo a ver. Mas o PV prefere apoiar o bandeirantes. O que resta ao Partido “Verde” ? Rasgou sua principal (ou única ?) bandeira.

  4. Programa infeliz

    Eduardo Jorge é medico sanitarista, fundador do PT, do qual desligou-se, em 2003, após ser secretario de saúde das gestões Erundina e Marta Suplicy. Neste ano, filiou-se ao PV, sendo, em 2005, nomeado secretario de metade do ambiente (brincadeirinha…) nas gestões de Serra e Kassab. A proposição de um programa asséptico, quase infantil, com “adoção do parlamentarismo, o sistema de voto distrital misto e facultativo, implantação de políticas de desenvolvimento sustentável focadas na expansão da energia eólica e mudanças na condução da economia” não faz jus a sua história… Pura bobagem, ôca e esvaída de coerência. Logo, logo veremos os malucos de seu partido querendo concretar os poços do pressal, destruir hidrelétricas e trocar pastos (de vacas peidorreiras) por campos semeados de cataventos. Lamento por ele.

    • Programa infantil?

      Se o programa do PV é infantil, eu quero voltar a ser criança! Até agora é disparadamente o conjunto de propostas mais interessante que eu vi entre os candidatos. É claro que é utópico, mas só o fato de se ter coragem de colocar esses temas em discussão faz que ele mereça meu voto no primeiro turno. Algumas das propostas mais interessantes (as diretrizes completas podem ser encontradas no endereço http://pv.org.br/wp-content/uploads/diretrizes_pv.pdf:

      – voto distrital misto (considero uma opção muito mais interessante que a lista fechada e o “distritão” que tem sido defendidos pelos principais partidos)
      – extinção do Senado Federal
      – redução no número de deputados, e de servidores/comissionados para cada deputado
      – troca das câmaras de vereadores por conselhos não-remunerados, com aumento no número de representantes
      – fomento à democracia direta
      – voto facultativo
      – redução no número de ministérios
      – carreira nacional para professores
      – legalização da maconha
      – discriminalização do aborto
      – novo plebiscito sobre o desarmamento

      Para mim, um programa muito mais progressista que os do PT e do PSDB, mas sem o exagero estatizante do PSOL. Os maiores defeitos são a proposta de reforma tributária com base no imposto único e a presença de um Sarney no partido. No entanto, acredito que vale a pena o voto no primeiro turno, como forma de enriquecer o debate e prestigiar ideias que realmente poderiam trazer mudanças significativas para o Brasil.

  5. Em time que está ganhando não se mexe

    Brasil é exemplo de sucesso na redução do desmatamento, diz relatório

    ONG americana diz que país teve papel ‘sem precedentes’ na luta contra aquecimento global

    Um relatório divulgado nesta quinta-feira (5) na reunião da ONU sobre mudanças climáticas que ocorre em Bonn, na Alemanha, destaca o Brasil como o país que mais reduziu o desmatamento e as emissões de gases que causam aquecimento global.  

    O documento, produzido pela organização Union of Concerned Scientists (União de Cientistas Preocupados, em tradução livre), com sede nos Estados Unidos, explora como, na primeira década deste século, o Brasil conseguiu se distanciar da liderança mundial em desmatamento e do terceiro lugar em emissões de gases e se transformou em exemplo de sucesso.  

    “As mudanças na Amazônia brasileira na década passada e sua contribuição para retardar o aquecimento global não têm precedentes”, diz o relatório, intitulado “Histórias de Sucesso no Âmbito do Desmatamento”, que analisa a trajetória de 17 países em desenvolvimento com florestas tropicais.  

    — A velocidade da mudança em apenas uma década — na verdade, de 2004 a 2009 — é impressionante.

    Portal R-7 Notícias  

     

     

  6. mais um pra tirar voto do PT

    mais um pra tirar voto do PT no primeiro turno. Claro q vão tudo pro lado do PT no segundo, mas aí vai ser tarde demais.rs

    Depois eu digo q o PT vai perder, vcs não acreditam.

  7. Eu o conheci quando

    Eu o conheci quando trabalhava numa Regional de Saúde. Era mt sério e de poucos amigos, nem parecia que iria se estabelecer na política. Mas todos os medicos  sanitaristas votaram nele e foi o seu começo, no PT. Certa vez o vi apanhando da polícia nas escadarias da Sé, como tb vi a Erundina sendo levada pelo braço e retirada de uma minifestação dos Sem Teto. Aprofundou-se na política e se afastou da medicina. Mudou mt e abandonou o partido que o iniciou na política. Agora é o candidato do PV p/ retirar alguns votos do PT, como fez o Gabeira por 50 dinheiros dados pelo Serra. Ambos eram pessoas bem intencionadas, mas a realidade se impõe e o PV, tal e qual outros partidos pequenos e s/ uma liderança como o Lula e José Dirceu, vivem das migalhas e negociatas dos maiores. Apresentam programas utópicos p/ a atual situação da política brasileira, p/ o convencimento de jovens sonhadores. Acabam mesmo é ajudando os que estão loucos p/ voltar ao poder.

  8. Pena que ele vai ter pouco

    Pena que ele vai ter pouco espaço na mídia até a propaganda obrigatória e os debates. O programa do PV esse ano vem colocar lenha em vários pontos polêmicos. Mesmo se eu não votar nele, é um contraponto interessante e importante para forçar o posicionamento dos demais candidatos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome